Poesias e Mensagens Virtuais

Mensagens de Místico

Pra viver é preciso sonhar

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
 Pra viver é preciso sonhar


Caminhar levando nos lábios um sorriso

 

Deixar a alma nos sonhos voar

 

Ouvir sem pressa, calar, aprimorar o espírito.

 

Agradecer pelo o tudo já conquistado.

 

Sentir sem recuar os atropelos da vida

 

Vencer é a meta no tempo missão

 

Por isso, sempre diga; Sou feliz.

 

Nas alegrias ou! Grandes solidões.

 

Pra vencer o jeito é sonhar

 

Carregando com sabedoria a esperança

 

Respirar e viver sem medo de lutar

 

Nadar com fé amor e temperança.

 

Cair, levantar, faz parte da vida.

 

Nada lhe acontece por acaso

 

Ser ou não ser! Eis o sentido.

 

De viver amar e ser amado.

 

Pra viver é preciso sonhar

 

Deixar as janelas do coração abertas

 

Pronto para crer no amor e felicidade

 

Crer em si e em tudo que é bom e belo.

Oração da cabra preta

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico
Oração da cabra preta

   Reza-se essa oração com uma vela acesa e uma faca de ponta nas mãos, trocando "fulano" pelo nome da pessoa para quem se reza a oração, essa oração pode ser usada tanto para fazer mal o bem para a pessoa, tudo depende das intenções de quem reza a oração:




--------------------------------------------------------------------------------

ORAÇÃO DA CABRA PRETA



Cabra Preta milagrosa que pelo monte subiu, trazei-me fulano, que de minha mão sumiu. Fulano, assim como o galo canta, o burro rincha, o sino toca e a cabra berra. Assim tu hás de andar atrás de mim.

Assim como Caifaz, Satanás, Ferrabraz e o Maioral do inferno que fazem todos se dominar, fazei fulano se dominar, para me trazer cordeiro, preso debaixo de meu pé esquerdo.

Fulano, dinheiro na tua e na minha mão na há de faltar, com sede tu nem eu haveremos de acabar, de tiro e faca tu nem eu há de pegar, meus inimigos não hão de me enxergar. A luta vencerei com a oração da Cabra Preta milagrosa. Fulano, com dois eu te vejo, com três eu te prendo com Caifaz, Satanás, Ferrabraz


--------------------------------------------------------------------------------
São Cipriano, o Bruxo

Sol eterno

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
Sol eterno
 Carlos Lúcio Gontijo 

O tempo passa e me arrasta 
Lentamente tira meu espírito da casca 
Arranca lascas no casulo em que vivo
Já cheio de rugas no rosto
E um estranho gosto por estrela
Percebido no calor das mãos quer esfrego
Como se em meu ego dormissem
Lembranças íntimas de um ninho de luz 
Anterior ao caminho rumo à Terra
Onde em ventre de mulher o Criador desova
Almas escolhidas pra uma chance nova

Voar 7

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
   Mensagens e poemas


Voar
Luiz Gonzaga Bezerra

Ah! Se eu pudesse voar
Nas asas do imaginário
Liberto sem medo
Contariam meus segredos
Tocariam em sua alma
Sentia seu calor seu cheiro
Deitado em seus braços
Receberia teus beijos.

Convidar-te-ia a voar
Unidos em um só corpo
Aquecidos em almas
Numa loucura gostosa
Colheria uma rosa
Diria estou apaixonado
Por ti minha senhora
Bela e super amada.

Ah! Flor do meu espírito.
No silencio da noite teu grito
Faz-se esperança no infinito
Atravessa-me a porta da vida
Afaga meu peito agitado
Sussurras belas palavras
Beija-me com calma
Transforma-se em fada.

Amo-te na noite
Nas manhãs imensuráveis
De sonhos encantos amores
Inebriando-me a alma
Nas águas serenas ou no fogo
Voando sob a terra ou no mar
A levarei comigo aonde for
Beijando-a apaixonado.

Mas, sou um simples poeta.
Carrego-te em meus pensamentos,
Desenho-te em meus versos.

Ouça tudo com carinho, medite

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
   
Ouça tudo com carinho, medite
Luiz Gonzaga Bezerra

Mensagens e poemas








Os laços do amor vencem as distancias
Os rancores das almas vagando no tempo
As fagulhas das incompreensões e enganos
Enxuga dos olhos as lagrimas plangentes.

Nada pode lhe atingir o espírito
Duvidas falsidades, ingratidões,
São lições prontas para serem vencidas
Por você que nasceu para exaltar a razão.

Amigo ouça tudo com carinho medite
Afastem de si os sentimentos de violência
Fortaleça sua mente olhe as estrelas infinitas
Lembre-se a vida passa no sopro do vento.

Ame agora amanhã e sempre
Haja o que houver distribua amor
Ele salva une as almas diferentes
Perfumando a vida com suas flores.

Dúvida 3

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
   Dúvida
Luiz Gonzaga Bezerra

Mensagens e poemas



Flume impiedoso sem direção

Varrendo a vitalidade da alma

Violando os sentimentos e a razão

Derribando os fios da vida e da paz.



O olhar se perde no caminho

No marca passo do coração

A incerteza se veste sozinha

Suscitando dai à fobia e aflição.



É arma contraria e inglória

Só que a vida não aceita recuos

Segue nas estradas pura e nobre

Combatendo no tempo a duvida.



Nunca desista de sonhar

Não exite na hora de decidir

O tempo logo ira lhe mostrar

Decidir é preciso na luta da vida.



Se a decisão for errada

Caia certo de que fez o melhor

Levante-se continue sua jornada

Perder e ganhar faz parte da historia.



Nunca desacredite da sua alma

Ela conhece seus defeitos e virtudes

É tentando que se chega à felicidade

Enterrem do peito quaisquer dúvida.

Paz, amor e felicidade

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico

Paz, amor e felicidade

Mensagens e poemas

Encantamento

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico

Encantamento

"Deixa o encantamento entrar na sua vida,
abra a porta para ele e sorria para suas vitórias...
Assim conseguirá superar e suportar as perdas
e derrotas que sempre vêm, escola necessária
na vida de cada um"..

Mensagens e poemas

Que as fadas do paraíso...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
Que as fadas do paraíso...
Rosangela Hespanhol

Iluminem
Seu fim de semana,
Cantem ao seu coração
Traquinagens em
Forma de canção.
Que elas brinquem
Em seus sonhos,
Coloquem em seu rosto
A magia...
Cubram de cores sua vida
Seja noite ou seja dia.
E tragam o brilho do amor
Guiando o teu caminho,
E a suavidade das rosas
Em seu coração,
Seja um carinho.
E essas fadas-sapecas
Deixem seu mundo
Encantado,
Façam seus dias
Iluminados...
E seu fim de semana
Mágico e abençoado!!!

Mundo angelical

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
Mundo angelical
Rosangela Hespanhol

Invocar a presença do mundo angelical, mundo dos sentimentos superiores, no qual a Fraternidade Branca atua, fará a necessária abertura de canais que poderão fazer a sua ligação com os sentimentos nobres e puros como o amor,e assim libertar você dos aprisionamentos dos mundos inferiores.
Rezar, chamar pela luz dos seus protetores espirituais aproximará você da felicidade de amar e ser amado.
Deus nos ama de forma incondicional. Não importa que sejamos feios ou bonitos, realizados ou pessoas comuns.
Os Mestres nos amam porque reconhecem em nós a nossa capacidade de amar, ainda que temporariamente adormecida.
Os anjos vêm ao nosso encontro para nos fortalecer justamente na capacidade de amar.
São os anjos, portanto, os responsáveis pela manifestação da vontade divina e isto é feito pelo despertar do amor. São eles que estão o tempo todo nos incentivando a amar, a perdoar, a compreender, a ajudar....
Não existiria mundo, se acaso não houvesse amor.
Todos os universos criados pelo divino receberam a interferência da Hierarquia Angélica, que é responsável pela sustentação da vida.
Naturalmente, sentimos pelos anjos um profundo vínculo amoroso, pois são eles que penetram o nosso coração e nos ensinam a amar.
Os anjos ensinam que não precisamos impor condições para amar a nós mesmos... Não precisamos esperar passar num concurso para amar a pessoa que somos. Não precisamos emagrecer para nos sentirmos felizes.
Você ,quando ama, não ama apenas o corpo ou a carreira de alguém. Quando você ama, normalmente ama porque se identifica com a energia da pessoa. assim é o amor: uma troca de energia, que chamamos de sentimentos.
É importante compreendermos a libertação que o amor oferece e que os anjos nos ensinam.
O amor nos liberta quando nos faz sentir fortes e aceitos.
O amor realça nossas capacidades, mostrando a nossa própria Luz.
Só o amor é real porque só ele vibra nos mundos superiores..

Pense em mim 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico

Pense em mim
Nina

Se você me ama, não chore...
 Se você conhece o mistério insondável do céu onde me encontro...
 Se você pudesse ver e sentir o que sinto e vejo nestes horizontes sem fim...
 E nesta luz que tudo alcança e penetra...
 Estou agora absolvido pelo encanto de Deus, pela suas expressões de infinita beleza...
 Em confronto com esta nova vida, as coisas do tempo passado são pequenas e insignificantes...
 Conservo ainda todo meu afeto por você e uma ternura que jamais lhe pude em verdade revelar...
 Amamo-nos ternamente em vida, mas tudo era então muito fugaz e limitado...
 Vivo na serena expectativa de sua chegada um dia... entre nós...
 Pense em mim assim: nas suas lutas pense nesta maravilhosa morada onde não existe a morte e onde, juntos, viveremos no enlevo mais puro e mais intenso.
 Junto à fonte inesgotável da alegria e do amor.
 Se você verdadeiramente me ama, não chores mais por mim...
 EU ESTOU EM PAZ...

Anjos não sabem teclar...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico
Anjos não sabem teclar...

Muitas vezes olho pra essa telinha e fico
imaginando.
quem realmente estará do lado de lá?

Quero acreditar que é alguém,
que mesmo "virtual" é real,
(porque anjos não sabem teclar!)

Que se tocar meu coração o fará com cuidado
pra não me machucar,
porque posso ser sensível...
porque talvez eu possa vir a dizer
o que realmente penso ou sinto.

Porque posso precisar desse alguém
talvez tanto ou mais do que ele precise de mim...
quem sabe até eu possa também ser alguém...
gente como quem está do outro lado!

Que não me deixe magoá-lo
E se isso acontecer algum dia,
que eu fique sabendo...
porque posso ter magoado sem querer!

Quero acreditar
que faço alguém feliz .
mas se por acaso não acontecer assim,
não me ignore...
não me faça sentir pior do que talvez eu já me sinta
apenas tente que eu compreenda...

Se eu tiver erros, que me diga quais são
para que eu também possa dizer os seus...

Não me importa em que programa a gente se
encontrou,
não me importa se tu tens câmera,
se te vejo ou se te escuto...
não faz diferença como tu és fisicamente,
só quero me sentir alguém especial para você
e fazer com que te sintas sempre especial para mim!

Nunca deixe de sonhar... 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
Nunca deixe de sonhar...

Às vezes é preciso sonhar...
Possa eu ficar desolado, mas não quero deixar de sonhar...
O sonho traz desilusão, é verdade, mas os momentos mais importantes e maravilhosos das nossas vidas por eles são construídos!
Viver um sonho é uma experiência única que traz humildade e sempre tem uma lição que faz valer nossas vidas!
Podemos viver momentos de extrema tristeza, em que encontramos nossa fé abalada, e nessas situações o sonho sempre nos é confortável...
O sonho nos ajuda a perceber pessoas que são de uma importância inestimável.
Talvez alguma não te ache tão importante, isso pode ser muito difícil...
Porém a angústia é convertida em felicidade quando descobrimos que entre aquelas pessoas existe ao menos uma que veio para abençoar nossas vidas, seja com uma palavra amiga, um abraço, ou mesmo um sorriso...
Essa pessoa prefiro chamar de ANJO...
Lembre-se que os maiores poetas são sonhadores em depressão!
Talvez esse seja o propósito de viver:
Nascemos para sonhar, sonhamos para encontrar ANJOS, e ANJOS nos trazem inspiração!
Nunca deixe de Sonhar!!!!

Um soneto esquecido 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
Um soneto esquecido
Eraldo Costa

Eram tão carinhosas meigas e bondosas que jamais vais ser esquecida, pelos aqueles que te conheceram.
Tua semelhança ninguém poderá substituir, foste a mais forte mulher, em matéria de sofrimento venceste os desafios do amor, e me ensinasse as duas fase do amor.
Moravas em um castelo dourado de sonho e fantasia, onde a minha persistência evadia cada cômodo daquele saudoso castelo de sonho, que ao mesmo tempo mostrava a dureza da realidade, mas tudo bem foi aprendiz na minha vida futura.
Tinhas a beleza das estrelas e o brilho da lua, hoje só restam lembranças que serão eternas.
Receba do seu grande amor uma flor molhadas de lágrimas, e descanse em paz.
Esse escrito foi encontrado sobre um jazigo, onde tinha escrito as seguintes frases.
“Aqui jaz belliyare, morta aos 19 anos”.
Ela dorme embora a vida lhe tenha sido de sofrimento.
Ela viveu, morreu de remorso quando perdeu seu amor.
Partiu com a mesma simplicidade como a chegada do dia após a noite.

Presente de sol

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico
Presente do sol
Glória Salles

E é assim...
A mesmice apaga o fogo, e frios...
caminhavam.
Fugindo de envolvimento.
Desacreditavam...
Até a libido congelou..
Mas de um ponto qualquer do mundo
o sol a presenteou
Com aqueles olhos tristes de menino perdido
Que agora se achou...
Amor...
coisa louca, ilumina
Na seqüência, desatina.
E foi assim... dia após dia
Ela, que já não acreditava, para crer que seria possível
Teve que digerir que não era mais sozinha.
Envolvimento maior a cada dia...
De repente, tudo muda , a uma pessoa pertencia
E com esta tal de saudade...
Sabia que conviveria.
Agora?!
Vai pra cama.
Presença viva na memoria.
Na boca
a vontade do gosto do beijo
Na pele...
queria tatuado o corpo dele.

Mensagens e poemas

Trova

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
 TrovaSiria Wagner Silva da Silveira.


                                                                                              
 ZÉ MORAES  - Cumpadre me fale agora,
- Hoje é dia de São João.

- Então o que nois temo dentro das carça,
- Não é apareio de home não.

ZÉ PEDRÃO- Cumpadre isso não é verdade,
- Isso não é coisa que se diga,
- Pois eu sempre ouvi dize,
- Que é da muie que cresce a barriga.

ZÉ MORAIS- Te lembra cumpadre veio,
- No outro São João passado,
- Nois dois tava aqui,
- Comendo pinhão assado.

ZÉ PEDRÃO- E contando muita anedota,
- Dos bons tempos de pia.
- Cada um cuntava a sua,
- E a noite foi sem nois nota.

ZÉ MORAIS- Mas vortando ao assunto,
- Tu não acha que é inzagero,
- As muié indo pra festa,
- E nóis fica de casero.

ZÉ PEDRÃO- Cumpadre eu já desisti,
- De entedê essa situação,
- Minha muié falo tão arto,
- Que eu caí de bunda no chão.

ZÉ MORAIS- Pois aqui em casa cumpadre,
- A verdade nunca faiô,
- A muié falô “vai pru fugão”,
- E eu grito “já vô, já vô”.

ZÉ PEDRÃO- A cumadre cuntô lá em casa,
- Que o cumpadre Zé Mane,
- No outro São João passado,
- Cunquistô uma muié.

ZÉ MORAIS- Será que essa moça facera ,
- Eu já não cunheço o nome?
- Pois eu já ouvi essa história,
- Da boca de outro home.

ZÉ PEDRÃO- O cumpadre tarveis cunheça,
- A história que foi cuntada,
- Mais seria coisa séria ,
- Se subesse o nome da danada.

ZÉ MORAIS- Cumpadre a curiosidade,
- Já matô um home sério,
- Se eu não subé o nome agora,
- Tu me manda pru cemintério.

ZÉ PEDRÃO- Cumpadre essa muié,
- É uma cumadre minha,
- Que de tanto ir festa sem marido,
- Perdeu a vergonha que tinha.

ZÉ MORAIS- Cumadre tua, que eu saiba
- É só a minha Joana!
- Pedi perdão raio de home,
- Sinão tu deita em outra cama.

ZÉ PEDRÃO- Perdão eu não peço não,
- Pois não sô criado do boato,
- Se tu me mata cumpadre,
- Tu deita no mesmo prato.

ZÉ MORAIS- A morte é pra outra veis,
- Mais vou te contar agora,
- Um boato que eu sei,
- Da tua honrosa senhora.

ZÉ PEDRÃO- Não me venha com conversa,
- Que é o fim de nossa amizade,
- Depois não venha se queixa,
- Que das prosas nossa tem sudade.

ZÉ MORAIS- Depois de tua ofensa,
- Respeito não merece não,
- A tua filha Chiquinha,
- É filha do Ricardão.

ZÉ PEDRÃO- Tua coroa foi tão pesada,
- Qui quis reparti comigo,
- Renegô minha amizade,
- Não sou mais o teu amigo.

ZÉ MORAIS- Cumpadre não vamo dexá,
- Acaba essa nossa amizade.
- As cumadre que se fô...,
- Pra nois não sofre de saudade.

ZÉ PEDRÃO- Ora, ora meu cumpadre,
- Vóis suncê tem toda a razão,
- Num pode jamais briga,
- Veios amigos de coração.

ZÉ MORAIS- Numa noite de São João,
- Quase acabo essa amizade,
- As comadres foram à festa,
- E quase sobrou para os compadres.

ZÉ PEDRÃO- Na luz de uma fogueira,
- O povo soube que João,
- Estava chegando ao mundo,
- Para anunciar a salvação.

ZÉ MORAIS- Hoje aqui nesta festa,
- Tudo pode acontecer,
- A nossa trova termina,
- Muitos amores vão nascer.

ZÉ PEDRÃO- Finalizemos esta trova,
- Obrigado à autora.
ZÉ MORAIS- Agradecemos as risadas,
- E as palmas que vem agora.
 

Que noite é esta?

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
Que noite é esta? 

Que uso uma mascara negra sobre o meu rosto.
Mascara que me queimou o rosto, e desbotou-me o olhar.
Que longa noite é está? Que me queimo aos vapores do vinho, nos braços de prostitutas.
Nesta noite profanei Deus ao acaso, e o diabo profanou ao esquecimento!
Que noite é está? Que a mocidade lançou-me entre as águas suja do passado.
Noite chuvosa, com cheiro do sangue!
Quem viu uma flor aberta? Mesmo abatida e sem cheiro.
Quem viu um rosto? A não ser de mascara.
Que noite é está? De orgia a porta aberta; de virgens e cidades velhas?
Onde eu tenho horror aos beijos.
Que noite é está? Que troquei o manto da infância, pela sombra das orgias, a água limpa, pela a nódoa do pecado.
Que noite é está? Que sou doido em loucos anos, noite em que sacudo minha espada em qualquer coração, e depois me escondo em mascara negra, suja de baba imunda.
Que noite é está? Que a meretriz vende seu corpo, onde satã pernoita, e eu não pago um centavo.
Que noite é está? Que desmaio na pratica de Sodoma e Gomorra.

Criação dos anjos 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
Criação dos anjos
João Enderson da Silva
Deus criou as coisas visíveis e invisíveis.
A existência dos anjos é dogma, isto é, verdade de fé da Igreja.
Trata-se de verdade contida na Sagrada Escritura, proclamada nos Concílios Ecumênicos,
afirmada pela unanimidade dos Santos Padres, e ensinada por todos os Teólogos fiéis ao
magistério da Igreja. A definição dogmática, deu-se no IV Concílio de Latrão realizado no ano
1215. Antes desse Concílio, a existência dos Anjos, fora afirmada e formulada no Concílio
Ecumênico de Nicéia I (ano 325), sob o pontificado do Papa São Silvestre, cujo decreto D.54
explica claramente:
"Creio em um só Deus, Pai Todo Poderoso,
Criador do Céu e da Terra, e de todas as coisas visíveis e invisíveis".
Estas palavras são quase que a repetição daquilo que São Paulo ensinava em sua primeira
carta
aos Colossenses (Col 1,16s).
Todas as referências aos Anjos são feitas considerando-os como seres reais e não como
símbolos, abstrações, puras mensagens de Deus, ou personificações literárias dos atributos
divinos. A existência dos Anjos como também dos demônios é uma verdade que faz parte da
doutrina católica. Temos que partir da convicção, por fé, de que os Anjos de fato existem.
A Bíblia não nos indica o momento de sua criação nem as circunstâncias em que foram criados,
no entanto fala inúmeras vezes de suas intervenções diretas na história da salvação e nos
destinos da humanidade.
Os anjos foram criados do nada por Deus, "em Cristo", e a serviço de Deus e da Igreja;
prestando este serviço em louvor e adoração constantes a Deus e auxiliando o homem de
diversas formas.
Quando por um ato de sua livre vontade o Senhor Deus resolveu iniciar a sua criação, Ele o fez
de duas formas, ou seja, dividiu sua criação em duas: a criação visível e a criação invisível.
A criação visível de Deus é composta de tudo quanto os nossos olhos podem alcançar, ou
melhor, tudo que os nossos sentidos percebem. Já a criação invisível é retrato do próprio
Deus, que se faz visível por suas obras, mas é de natureza invisível.
A criação invisível de Deus é que, na realidade, une e coordena toda a natureza. Esta criação
é super povoada por seres espirituais que têm por nome: Anjos. A palavra anjo tem um
significado de mensageiro, enviado, emissário de Deus. Eles existem por um ato da vontade
de Deus que os tirou do nada e os trouxe a existência.
Os Anjos de Deus são seres brilhantes e resplandecentes, dos quais emana luz, e são um
espelho da glória de Deus. São seres poderosos diante do trono, sua luz intensa irradia
energia, porque Deus, a fonte da luz, tem pleno domínio sobre Eles.
A Tradição Católica acredita que o número de anjos criados por Deus é muito superior ao
número de homens criados, visto que cada homem, desde Adão até o último que aparecer na
Terra, tem um Anjo de Guarda diferente. A Escritura fala de milhares de milhões (Dn 7,10), de
miríades (Hb 12,22).

Cenário divino

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico
                                  Cenário divino
                                                Sol 




      Sonhos, como é bom sonhar...Sentir-se livre, deixar fluir os sentimentos como se fossem delicadas borboletas azuis planando entre flores e refletindo em suas asas o dourado de uma manhã primaveril - você já reparou como é delicado o bater de asas das borboletas? Ou quem sabe, seria uma revoada de pássaros ao entardecer de volta ao ninho, voando unidos, sempre com o mesmo propósito. Mais próprio para o momento, talvez seja imaginar um por de sol outonal com toda a sua magia e nuances multicoloridas, debruçadas como leque sobre as águas tranqüilas de um lago . 
      A noite se aproxima mas antes que chegue há muito que admirar, a mudança de cor das copas das árvores, da vegetação na beira do lago e a cor da própria água, preparando-se para refletir a lua. E a noite, como é bela!Majestosa, em seu manto azulado bordado por mil brilhantes multicores, de tamanhos variados e cada um, imenso em sua grandeza. Cenário Divino para sonhar, sonhar e imaginar, imaginar e vivenciar todo o sentimento que pode brotar de uma alma livre e de um coração sincero, quando preparados para entender a grandiosidade do amor de Deus que nos brindou com tanta beleza.
       Lamentamos que tão poucos saibam apreciar e dar o devido valor. Muito pelo contrário, uns em nome do progresso, outros por puro vandalismo só pensam em destruir.

Renovação 3

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico

Renovação
José de Oliveira Santos


 


Lanço palavras

 


 

 

como sementes

 


 

 

são lançadas ao chão

 


 

 

 

 


 

 

lanço-me nas palavras

 


 

 

eu mesmo me torno

 


 

 

semente lançada

 


 

 

 

 


 

 

que depois de semeada

 


 

 

precisa morrer

 


 

 

para ressurgir

 


 

 

como vida renovada

 


 

 

 

 


 

 

vida renovada

 


 

 

nas sementes

 


 

 

de minhas sementes

 


 

 

nos filhos de minhas palavras

 


 

 

nas palavras de meus filhos

 


 

 

nos filhos das palavras de meus filhos

 


 

 

 

 


 

 

vida renovada

 


 

 

em contínua sucessão de

 


 

 

semear

 


 

 

morrer

 


 

 

ressurgir.

Crer ainda que tudo diga não

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico
Crer ainda que tudo diga não

Ana Maria de Oliveira



 

 



 

     Tu, maior que tudo,maior que tu mesmo, Insondável abismo de dons, dono és desta imensurável pequenez e miséria humana que sou.



 

     Como podes combinar tal dialética? NADA sou e ÉS TUDO!



 

     Desejei desde sempre e o desejo agora apossar-me de “migalha” deste mistério para que meu coração bata em compasso suportável e compatível com o anseio, que por hora, é incoerente, de possuir-te ou, na consciência real e profunda de, por ti deixar-me possuir...



 

     Mesmo tendo a certeza de que tua bondade dadivosa me preenches, sinto um vazio inexplicável e uma sede sem limites de ti.



 

     É como se, imersa no mar de tua gentil presença, ainda sentisse dor profunda de não poder experimentar-te o sabor.



 

    Degladiam-se em meu segredo: posse X abandono.Minha incoerência te almeja ardentemente! É como se, parada à borda de riacho com água límpida e benfazeja, não tivesse forças para, sobre ele, debruçar e fartar-me a sede que me consome...



 

     É como se, tu me tomando nos braços carinhosamente, eu não experimentasse o calor aconchegante de teus braços que me abraçam.



 

     Desértica está minha alma e nesta aridez profunda me entrego a ti, súplice desejosa de experimentar ainda que uma gota de tua gentileza.



 

     Meu intelecto tem a posse da verdade de que jamais me abandonas, no entanto minh’alma experimenta o cadinho da dor solitária.



 

     Ah! Saudades tenho do tempo em que me fartei de sabores e prazeres experimentando o dom da partilha contigo, AMADO DE MINH’ALMA.



 

     Como já provaste a fé ao extremo, sinto-me à prova neste momento em que minha alma não saboreia o gozo supremo de contigo “fazer AMOR”



 

    Recordo o tempo em que juntos íamos ao ápice do prazer e nos fartávamos do gozo de sermos: TU em mim e eu PARA TI.



 

     Amado, gentil Senhor de minha vida,mesmo em meio a limites te agradeço a permissão de, pelo menos, meu intelecto manter a ciência de que ÉS FIEL PARA SEMPRE e que os sabores, os odores e os primores retornarão ao meu “paladar” se mantiver firme a fé de que não me abandonas jamais.

Rever ter

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
Rever ter

Marquez Viscaino



Suave é a noite

Doce é o gosto da tua boca

Viajante é o sabor do teu aroma

Leve é a brisa dessa corrente...



Pálida é a cor daquela manhã

Em que nuvens encobriam meu semblante

Cinzas serão as imagens na sua mente?

Amargo será o sabor daquela maça?



Feliz é o dia que nasce do nosso reencontro,

Azul é o céu que nos envolve na imensidade,

Luz, é a energia que a nossa estrela guia irradia!



Encanto é a magia dos nossos sentimentos

Afeto é o sentido das nossas saudades

Nos sonhos, Diva, descobrimos as pistas da nossa trilha,



Perdida.



Suave é a noite.

Doce é o gosto da tua boca.

O poema perfeito

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico

O poema perfeito


Não é feito


De rimas perfeitas


Mas de sentidos


Múltiplos.



 

 



O poema perfeito


Fala da rosa


Mas vai além


Das “Rosas”.



 

 



Nele o poeta


Fala com as estrelas


Pensando nos olhos


Da sua amada


E nas estrelas


Das calçadas.



 

 



O poema perfeito


Tem múltiplas leituras


Tal como a Vida.



 

 



Nele cabe a alma


E  suas contradições.



 

 



É a alma que respira


No poema que dança


Em frente aos teus olhos


E que canta aos teus ouvidos,


Ou geme , ou ri ...



 

 



Poeta perfeito?


Não. Pobre de mim!



 

 



Mas ...


Pensando bem:


Minha vida está cheia


De versos truncados


E rimas mal-feitas,


Versos pobres


E imperfeitos,


Mas tem sentidos


Múltiplos,


Como um poema perfeito.



 

 



Eu sou uma explosão


No caos


Que se organiza


Em diferentes mundos


Dentro de mim:


A explosão de um


Poema perfeito.



 

 



Minha vida também


Permite múltiplas leituras


Nas contradições aparentes


De uma alma em busca


De unidade.



 

 



Poeta perfeito?


Não. Pobre de mim!



 

 



Pensando bem:


Jamais serei um poeta perfeito,


Mas...


Sou um poema perfeito


Nas mãos do Poeta Maior.


Quem me libertará?

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico
Quem me libertará?

Ai de mim nesta prisão sem grades!


                Onde vozes me perseguem dia e noite,


                Fantasmas do passado tentando enredar-me,


                Abocanhar minha vida e tomar posse


                De minha alma fragilizada


                Pelo confinamento


                A que fui submetido.


 


                 Moralmente cerceado!


                 Com amarras intelectuais!


                 Gritando no deserto,


                 Como louco varrido


                 Das sociedades


                 Bem estabelecidas.


 


 Grito sons ininteligíveis


 Pois minha língua está colada.


 Gesticulo


 Mas ninguém me entende.


 Pergunto em vão:


 Ninguém me responde.


 


 E assim prossigo,


 Tateando sem ter em que me agarrar.


 


 Alguns, de boa vontade,


 Se oferecem para ser meus olhos.


 Pena que sejam mais cegos que eu!


 


 Quem me libertará desta prisão?


 E me conduzirá às terras onde correm leite e mel?


 


 Silêncio!!!


 


 Escuto uma voz,


 Deus me chamando para seu abrigo.


 


 Descansa, minha alma, em Deus,


 Pois só ele te traz a Liberdade


 E a Paz que tanto procuras.


 


 Vinde, ó Deus, em meu auxílio!


Vem Espírito Santo

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico

Vem Espírito Santo


            Os homens e mulheres religiosos costumam fazer planos para sua vida religiosa. E então, após gastarem muitas energias na planificação, rezam:


            Vem, Espírito Santo, nos auxiliar para que estes planos se cumpram.


            Primeiro é feita uma planificação humana, e depois se pede o auxílio divino como se estivéssemos querendo que Deus aja de nosso modo.


            É como se invertêssemos a oração do Pai-Nosso: “que a nossa vontade seja feita por Deus”. Quando deveríamos dizer: “que a vossa vontade, ó Deus, seja feita por nós”.


            Tendo em vista este pensamento eu digo:


            “Vem, Espírito Santo,


            não para cumprir algum plano meu pré-estabelecido,


            não para confirmar os meus pensamentos ou sentimentos


            puramente humanos.


            Vem, Espírito Santo,


            para renovar-me inteiramente


            de acordo com a Tua Santa Vontade.


            Guia, ó Deus, meus passos


            nos caminhos que forem de teu agrado,


            mesmo que eles sejam inteiramente novos para mim.


            Faça de mim o que quiseres, ó Deus,


            pois eu sou o barro em tuas mãos de oleiro.


            Molda-me, ó Deus, conforme Teu Querer.


            Que teu plano seja o meu,


            e se queres que eu planeje algo,


            que tua assistência esteja em cada passo


            do planejamento e da ação.


            Vem, Espírito Santo,


            cumprir teus planos em minha vida.


            AMÉM.


 


Olhos azuis

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico

 Olhos azuis
Marcos Leandro



Um anjo de olhos azuis


Num sonho veio me contar


Que existe no mundo um alguém


Pra que meu amor eu vou dar


Este alguém vive a me esperar


Disse-me o anjo num triste olhar


Mas deu certeza que vou encontra-lo


Seja na terra, no céu ou no mar


Logo que eu acordei


Do meu sonho eu lembrei


E passei a procurar


Esse alguém pra me amar


Quanto mais o tempo passa


Sinto que vou encontrar


Na esperança que o amor


 Em minha vida irá brilhar




Certo dia aqui  na terra


Eu andava a beira mar


Quando mais que de repente


Eu cruzei um certo olhar


Eram olhos bem azuis


Que não dá pra acreditar


Era o olhar daquele anjo


Que está no céu a me esperar


 


Certo dia aqui na terra


Eu cruzei um certo olhar


Eram olhos bem azuis


De um anjo a me chamar


Um anjo de olhos azuis



Anseios da alma

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico

Anseios da alma


Ana Maria de Oliveira(A.M.O.)



 



A igrejinha de São Francisco



Me cala fundo na alma



O desejo de ser o bem



Como o santo que era calma.



 



A igreja da Conceição



Ao seu lado assim ostenta



A figura de Maria



E meu desejo só aumenta.



 



Quisera poder um dia



Deixar de exemplo a ternura



Para que os homens pudessem



Experimentar, de Deus, a brandura.



 



Faz-me, Senhor, pura e santa



Mesmo em meio a limites



A ti tudo é possível



A ser santa me permites!!!



 



 





Serei...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico
Serei...

Hugo Pereira


 

Cada vez menos vou conseguindo ser dono da minha áurea.

 

Espinhos cravam-se em mim no meu mais intimo ser, que um dia despertará da vida pela sede de uma nova essência sob forma de um consolo que em mim mais há-de arder. Essa fragrância violeta e timbre cortante de mim elevar-se-á e em mim cairá, cruzando farpas entre fontes primárias renegando-se a todos os fulcros intrínsecos que ainda  restar-me-ão.

 

Serei o pulmão de novos ventos, a clareira da vida, a força e os últimos tormentos. Serei a história da minha ficção, perpétuada na complementaridade da história de até então. O mundo como ente será mais uma cláusula da minha existência, dissipada pelo travo acre dessa nova essência.

 

Se sou quem sou, jamais serei quem fui. Mas se não sou quem serei é porque ainda nada sou.

Segure seu homem

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Místico
Segure seu homem
Dinheiro
A simpatia mais tradicional é feita com sementes de romã, que devem ser guardadas na carteira até a próxima passagem do ano.
Amor
Quem está à procura do par ideal deve usar roupas íntimas novas na noite do reveillon.
Cumprimentar uma pessoa do sexo oposto na hora do brinde também ajuda.
Quem está interessado em alguém deve escrever o nome do pretendido - ou da pretendida - sete vezes na sola do sapato esquerdo. Quando der meia-noite, bata sete vezes com esse pé no chão, repetindo sete vezes o nome da pessoa.
Lençóis novos garantem um feliz ano novo aos casados.
Sorte
Para atrair sorte, varra a casa dos fundos para a frente, no dia 31, sem deixar nenhum lixo na lixeira. Na pior das hipóteses, as visitas vão perceber que sua casa é limpinha.
A ceia dos três reis magos
Antes da meia-noite, sirva sobre uma toalha branca nova quatro pratos com maçãs ­ uma para você e uma para cada rei mago. Coma a sua. No dia seguinte, dê uma nota (de qualquer valor) e uma das maçãs dos reis a uma criança e outra nota e as duas maçãs restantes a um mendigo. Deposite uma terceira nota na caixa de esmolas de uma igreja e guarde uma outra até o final do ano e depois jogue-a fora. A partir de 6 de janeiro, Dia de Reis, acontecerão mudanças em sua vida.
Para ganhar bastante dinheiro
Este ritual, praticado pelos romanos, deve ser feito no dia 1º de janeiro. A pessoa que deseja ganhar dinheiro deve cumprimentar a todos os presentes na festa de réveillon com um bom aperto de mão. Detalhe: enquanto fizer isso, deve segurar uma moeda com a mesma mão do cumprimento. E quando sentir a pressão da mão da outra pessoa, deve-se mentalizar sorte e prosperidade, para si próprio e para o outro.
Harmonia familiar
No dia 1º, pegue um vaso virgem (deve ser branco, de porcelana ou de vidro). Encha-o de água e deposite seis moedas, uma cebolinha e três rosas brancas. A cada sete dias, troque tudo. Um bom dia para fazer isso é na sexta-feira. Lembre-se: as moedas devem ser sempre as mesmas.
Parta uma maçã em quatro partes. Numa panela, coloque para ferver a fruta, três raminhos de canela, três cravos-da-índia, um punhado de erva-doce e uma colher de café de mel. Deixe esfriar e coe. Jogue do pescoço para baixo. Repita este banho nos sete dias da lua crescente ou cheia.
Prosperidade
Arrume a mesa da ceia de réveillon com ramos de trigo. E não esqueça da sopa de lentilhas. Ao badalar da meia-noite, coma três boas colheradas da sopa. A cada uma delas, mentalize um pedido.
Iemanjá é conhecida com o orixá da fartura. Na noite do dia 31, escreva três pedidos em pedaços de papel branco e dobre. Acenda três velas azuis num prato branco e virgem. Coloque um pedido ao lado de cada vela. Segundo a crença popular, serão realizados os pedidos cujas velas queimaram até o fim. E se a vela correspondente ao pedido se apagar, desista. Este pedido não dará certo nunca.
Vida nova
Se você pretende dar um colorido realmente novo ao ano que vai começar, quando chegar a meia-noite derrame champanhe em quem estiver ao seu lado. Isso traz sorte e eleva o astral.
Para arranjar namorado(a)
Misture algumas gotas de seu perfume predileto com sete flores de laranjeira maceradas e uma colher de sopa de mel. Ferva dois litros de água e adicione esta mistura. Coloque numa vasilha de vidro. Espere esfriar e, após o banho normal, jogue este preparado no corpo todo. Para quem já tem alguém em vista,
faça pensamento positivo durante o banho. Mas peça para que seja realizado o que for melhor para você. Só não conte a ninguém que fez o banho de atração.
Macere as pétalas de sete rosas vermelhas. Depois do banho, jogue do pescoço para baixo. Peça para que o verdadeiro amor surja em sua vida.
Para ter uma grande paixão
Quem está em busca de uma grande paixão, daquelas de tirar o fôlego, deve usar uma roupa íntima vermelha na noite de réveillon. Se não for possível, apenas uma fitinha desta cor no bolso serve.
Para reconquistar o amor
Para quem brigou com o seu amor e não quer começar o ano sozinho (a), aqui vai uma simpatia: escreva o nome do (a) amado (a) numa folha de papel branco e enterre, numa noite de sexta-feira, junto a um pé de chorão. Firme o pensamento na reconciliação. Todos os dias, regue o chorão e mentalize união.
Felizes para sempre
Pra que você e seu parceiro sejam felizes para sempre, façam o seguinte: à meia-noite do dia 31 de dezembro juntem duas cadeiras, deixando uma de costas para a outra. Sentem-se. Um de vocês deve expressar um desejo em voz alta. Depois, movendo-se em sentido horário, troquem de lugar. Agora, o outro é que pede uma graça. Isso deve ser repetido até que cada um tenha feito seis pedidos.
Para falar com os deuses
A tradição chinesa ensina que uma pipa pode levar recados aos deuses. Nos dois dias anteriores a 31 de dezembro faça sua pipa com carinho. Durante todas as fases do trabalho, repita em voz baixa o que você deseja que lhe aconteça no ano que vai se iniciar. No primeiro dia do novo ano, empine sua pipa e mentalize que ela vai levar seus pedidos aos céus.

Medo de Deus

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico
Medo de Deus

 



Não tenho.


Tenho medo, sim,


Dos homens


Que pensam


Ser


Donos


De Deus.




    Carregando