Poesias e Mensagens Virtuais

Mensagens de Daniel Choliani

Como me arrependo 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
Como me arrependo

Um belo dia de sol, Sr. Mário, um velho
caminhoneiro, chega em casa todo orgulhoso e
chama sua esposa para ver o lindo caminhão que
comprara depois de longos e árduos 20 anos de trabalho.
Era o primeiro que conseguira comprar depois
de tantos anos de sufoco e estrada.
A partir daquele dia, finalmente, seria seu próprio patrão.
Ao chegar à porta de sua casa, encontra seu filhinho
de 6 anos martelando, alegremente, a lataria do reluzente caminhão.
Irado e aos berros pergunta o que o filho estava
fazendo: e sem hesitar, completamente fora de si
martela, impiedosamente, as mãos da criança que
se põe a chorar, desesperadamente, sem entender
o que estava acontecendo.
A mulher do caminhoneiro corre em socorro, mas pouco pode fazer.
Chorando junto ao filho, consegue trazer o marido a realidade
e juntos levam o garoto ao hospital para cuidar dos ferimentos provocados.
Passadas várias horas de cirurgia o médico, desconsolado e bastante abatido,
chama os pais e informa que as dilacerações foram de tão grande extensão,
que todos os dedos da criança tiveram que ser amputados.
Porém, o menino era forte e resistira bem ao ato cirúrgico
devendo, os pais, aguardá-lo no quarto.
Ao acordar, o menino ainda sonolento esboçou um sorriso e disse ao pai.
Papai, me desculpe... Eu só queria consertar seu caminhão,
como você ensinou-me outro dia.
Não fique bravo comigo!O pai, enternecido e profundamente arrependido,
deu um forte abraço no filho e disse: que aquilo não tinha mais importância.
Não estava bravo e sim arrependido de ter sido tão duro com ele,
e que a lataria do caminhão não tinha estragado.
Então o garoto com os olhos radiantes perguntou!
Quer dizer que não está mais bravo comigo?
É claro que não! respondeu o pai, ao que o menino pergunta!
Se estou perdoado papai, quando meus dedinhos vão nascer de novo?
Nos momentos de raiva cega,
machucamos as pessoas que mais amamos,
e muitas vezes não podemos "sarar" as feridas que deixamos.
Nos momentos de raiva, tente parar e pensar em suas atitudes,
a fim de evitar que os danos sejam irreversíveis.
Não há nada pior que o arrependimento e a culpa tardia.
Pense nisso!    

Não está no dicionário

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Geral
 Não está no dicionário
Daniel Choliani

ABANDONO: Quando a jangada parte e você fica.
ADEUS: O tipo de despedida mais triste que existe.
ADOLESCENTE: Toda criatura que tem fogos de artifício dentro dela.
ARTISTA: Espécie de gente que nunca vai deixar de ser criança.
AUSÊNCIA: Uma falta que fica ali presente.
FOTOGRAFIA: Um pedaço de papel que guarda um pedaço de vida nele.
FILHO: Serzinho adorável e todo seu, que um dia cresce e passa a ser todo dele.
GELO: Aquilo que a gente sente na espinha quando o amor diz que vai embora.
LEALDADE: Qualidade de cachorro que nem todas as pessoas têm.
LÁGRIMA: Sumo que sai dos olhos quando se espreme um coração.
OUSADIA: Quando o coração diz para a coragem "vá" e a coragem vai mesmo.



Estou agradecido

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Agradecimento
  Estou agradecido
Daniel Choliani

 Pelo jovem que reclama por ter de lavar a louça, porque isso
significa que ele está em casa e não vagueando pelas ruas.
Pelos impostos que eu pago porque isso significa que eu tenho
emprego.
Pela confusão que eu tenho de limpar após uma festa, porque isso
significa que eu estive rodeado de amigos...
Pelas roupas que me estão um pouco apertadas, porque isso
significa que eu tenho alimentos para comer.
Pela minha sombra que me segue, porque isso significa que eu ando ao Sol.
Pela relva que necessita ser aparada, pela janela que necessita ser
lavada pelas paredes que necessitam ser pintadas, pela lâmpada
que precisa ser trocada, porque isso significa que eu tenho casa..
Por todas as críticas que eu ouço ao Governo porque isso significa
que eu tenho liberdade de expressão.
Pelo lugar para estacionar que eu encontro ao fundo do parque de
estacionamento porque isso significa que eu posso andar e que
tenho a sorte de ter um meio de transporte....
Pela minha enorme conta de energia por causa do aquecimento,
porque isso significa que eu vivo quentinho...
Pela Senhora que desafinadamente canta atrás de mim na Igreja,
porque isso, significa que eu posso ouvir...
Pela quantidade de roupa que eu tenho para lavar e passar a ferro,
porque isso significa que eu tenho roupa para vestir...
Pelo cansaço e os músculos doridos que eu sinto ao final do dia
porque isso significa que eu tenho saúde para trabalhar em pleno....
Pelo despertador que toca às primeiras horas da manhã, porque isso
quer dizer eu estou VIVO...E Finalmente...
Pela enorme quantidade de E-mails que eu recebo diariamente , o
que quer dizer que eu tenho amigos que pensam em mim.



Um dia de pobre

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Virtude

  Um dia de pobre
Daniel Choliani

 "Certo dia um pai de família rica levou seu filho para viajar para o interior com o firme propósito de mostrar o quanto as pessoas podem ser pobres. Eles passaram um dia e uma noite num sítio de uma família muito pobre. Quando retornaram da viagem, o pai perguntou:
- Como foi a viagem?
- Muito boa, Papai!
- Você viu como as pessoas pobres podem ser?
-Sim.
- E o que você aprendeu? O filho respondeu:
- Eu vi que nós temos um cachorro em casa; eles tem quatro. Nós temos uma piscina que alcança o meio do jardim; eles tem um riacho que não tem fim. Nós temos uma varanda coberta e iluminada com luz; eles tem as estrelas e a lua, nosso quintal vai até o portão de entrada; eles tem uma floresta inteira. Quando o pequeno garoto estava acabando de responder, seu pai ficou estupefato. E o filho acrescentou:
- Obrigado, pai, por me mostrar o quanto "pobres" nós somos! Tudo o que você tem depende da maneira como você olha para as coisas. Se você tem amor, amigos, família, saúde, bom humor e atitudes positivas para com a vida, você tem tudo!Se você é "pobre de espírito", você não tem nada!"                        

 

Oração da cabra preta

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Místico
Oração da cabra preta

   Reza-se essa oração com uma vela acesa e uma faca de ponta nas mãos, trocando "fulano" pelo nome da pessoa para quem se reza a oração, essa oração pode ser usada tanto para fazer mal o bem para a pessoa, tudo depende das intenções de quem reza a oração:




--------------------------------------------------------------------------------

ORAÇÃO DA CABRA PRETA



Cabra Preta milagrosa que pelo monte subiu, trazei-me fulano, que de minha mão sumiu. Fulano, assim como o galo canta, o burro rincha, o sino toca e a cabra berra. Assim tu hás de andar atrás de mim.

Assim como Caifaz, Satanás, Ferrabraz e o Maioral do inferno que fazem todos se dominar, fazei fulano se dominar, para me trazer cordeiro, preso debaixo de meu pé esquerdo.

Fulano, dinheiro na tua e na minha mão na há de faltar, com sede tu nem eu haveremos de acabar, de tiro e faca tu nem eu há de pegar, meus inimigos não hão de me enxergar. A luta vencerei com a oração da Cabra Preta milagrosa. Fulano, com dois eu te vejo, com três eu te prendo com Caifaz, Satanás, Ferrabraz


--------------------------------------------------------------------------------
São Cipriano, o Bruxo

A gente é o que a gente gosta

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Especial
   
A gente é o que a gente
Martha Medeiros


A gente é o que a gente gosta. A gente é nossa comida preferida, os filmes que a gente curte, os amigos que escolhemos, as roupas que a gente veste, a estação do ano preferida, nosso esporte, as cidades que nos encantam. Você não está fazendo nada agora? Eu idem. Vamos listar quem a gente é: você daí e eu daqui.

Eu sou outono, disparado. E ligeiramente primavera. Estações transitórias.

Sou Woody Allen. Sou Lenny Kravitz. Sou Marilia Gabriela. Sou Nelson Motta. Sou Nick Hornby. Sou Ivan Lessa. Sou Saramago.

Sou pães, queijos e vinhos, os três alimentos que eu levaria para uma ilha deserta, mas não sou ilha deserta: sou metrópole.

Sou bala azedinha. Sou coca-cola. Sou salada caprese. Sou camarão à baiana. Sou filé com fritas. Sou morango com sorvete de creme. Sou linguado com molho de limão. Sou cachorro-quente só com mostarda e queijo ralado. Do churrasco, sou o pão com alho.

Sou livros. Discos. Dicionários. Sou guias de viagem. Revistas. Sou mapas. Sou Internet. Já fui muito tevê, hoje só um pouco GNT. Rádio. Rock. Lounge. Cinema. Cinema. Cinema. Teatro.

Sou azul. Sou colorada. Sou cabelo liso. Sou jeans. Sou balaio de saldos. Sou ventilador de teto. Sou avião. Sou jeep. Sou bicicleta. Sou à pé.

Você está fazendo sua lista? Tô esperando.

Sou tapetes e panos. Sou abajur. Sou banho tinindo. Hidratantes. Não sou musculação, mas finjo que sou três vezes por semana. Sou mar. Não sou areia. Sou Londres. Rio. Porto Alegre.

Sou mais cama que mesa, mais dia que noite, mais flor que fruta, mais salgado que doce, mais música que silêncio, mais pizza que banquete, mais champanhe que caipirinha. Sou esmalte fraquinho. Sou cara lavada. Sou Gisele. Sou delírio. Sou eu mesma.

Agora é sua vez.

Isto é virtual? 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Internet
  Isto é virtual?
Rosa Pena

Entrei apressado e com muita fome no restaurante.
  Escolhi uma mesa bem afastada do movimento, pois
  queria aproveitar os poucos minutos que dispunha
  naquele dia atribulado, para comer e consertar alguns
  bugs de programação de um sistema que estava
  desenvolvendo, além de planejar minha viagem de
  férias que a tempos não sei o que são.
  Pedi um filé de salmão com alcaparras na manteiga,
  uma salada e um suco de laranja, afinal de contas
  fome é fome, mas regime é regime né?
  Abri meu notebook e levei um susto com aquela voz
  baixinha atrás de mim:
  Tio, dá um trocado?
  Não tenho menino.
  Só uma moedinha para comprar um pão.
  Está bem, compro um para você.
  Para variar, minha caixa de entrada está lotada de e-mails.
  Fico distraído vendo poesias, as formatações
  lindas, dando risada com as piadas malucas.
  Ah ! Essa música me leva a Londres e as boas
  lembranças de tempos idos.
  Tio, pede para colocar margarina e queijo também.
  Percebo que o menino tinha ficado ali.
  Ok. Vou pedir, mas depois me deixe trabalhar, estou
  muito ocupado, tá?
  Chega a minha refeição e junto com ela meu
  constrangimento. Faço o pedido do menino, e o
  garçom me pergunta se quero que mande o garoto ir
  embora. Meus resquícios de consciência, me impedem
  de dizer. Digo que está tudo bem... Deixe-o ficar. Que
 traga o pão e, mais uma refeição descente para ele.
  Então ele sentou á minha frente e perguntou:
  Tio o que está fazendo?
  Estou lendo uns emails.
  O que são e-mails?
  São mensagens eletrônicas mandadas por pessoas
  via internet (sabia que ele não mia entender nada, mas,
  a título de livrar-me de maiores questionários disse):
  è como se fosse uma carta, só que via internet.
  Tio você tem internet?
  Tenho sim, essencial ao mundo de hoje.
  O que é internet?
  è um local no computador, onde podemos ver e ouvir
  muitas coisas, notícias, músicas, conhecer pessoas, ler,
  escrever, sonhar, trabalhar, aprender. Tem de tudo no
  mundo virtual.
  E o que é virtual?
  Resolvo dar uma explicação simplificada, novamente
 na certeza que ele pouco vai entender e vai me liberar
  para comer a minha refeição, sem culpa.
  Virtual é um local que imaginamos, algo que não
  podemos pegar, tocar. è lá que criamos nossas
  fantasias, transformamos o mundo em quase como
  queríamos que fosse.
  Legal isso... Gostei !
  Mocinho, você entendeu o que é virtual?
  Sim, também vivo neste mundo virtual.
  Você tem computador?
  Não, mas meu mundo também é desse jeito... Virtual.
  Minha mãe fica todo dia fora, só chega muito tarde,
  quase não a vejo, eu fico cuidando do meu irmão
  pequeno que vive chorando de fome e eu dou água
  para ele pensar que é sopa, minha irmã mais velha sai
  todo dia, diz que vai vender o corpo, mas não entendo,
  pois ela sempre volta com o corpo, meu pai está na
  cadeia há muito tempo, mas sempre imagino nossa
  família toda junta em casa, muita comida, muitos
  brinquedos, de natal e eu indo ao colégio para virar
  médico um dia. Isso é virtual não é tio?
  Fechei meu notebook, não antes que as lágrimas
  caíssem sobre o teclado.
  Esperei que o menino terminasse de literalmente
  "devorar" o prato dele, paguei a conta, e dei o troco
  para o garoto, que retribuiu com um dos mais belos
  e sinceros sorrisos que já recebi na vida e com um
  "Brigado tio você é legal !".
  Ali, naquele instante, tive a maior prova do virtualismo
  insensato em que vivemos todos os dias, enquanto a
  realidade cruel rodeia de verdade e fazemos de conta
  que não percebemos !

Não deixe de ler

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Geral
 Não deixe de ler
Daniel Choliani

  De aorcdo com uma peqsiusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em
  qaul odrem as lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a
  piremria e úutmlia lteras etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma bçguana
  ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem pobrlmea. Itso é poqrue nós não lmeos cdaa 
  ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo. Sohw de bloa !

  Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a sua mente leia corretamente o que está escrito.

  35T3 P3QU3N0 T3XTo 53RV3 4P3N4S P4R4 M05TR4R  COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3
  F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANTES ! 
 REP4R3 N1550 ! NO COM3ÇO 35T4V4 M31O COMPL1C4D0, M45 N35T4 L1NH4 SU4 M3NT3
 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1G0 QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C154R P3N54R MU1TO, C3RTO?
  pOD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D1550 !  SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3 ! P4R4B3N5!!
Esixte um erro de ortografia numa palavra do texto acima, descubra qual é

Morte súbita

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Humor

   Morte súbita
Daniel Choliani

O menino vai até a varanda para conversar com a mãe.
  O mãe, por que todo mundo da nossa família morre de repente?
  A mãe: Não sei filhinho.
  E o menino continua: O vô, tava sentado na sua cadeira de balanço de repente tinha morrido do nada,
  O tio foi dormir e nunca mais acordou !
  Em mãe, mainhê...maaainheeeeeeeê;;;;;;;;;;;; 
 

A vida como ela é 5

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Humor
   A vida como ela é
Daniel Choliani

A mulher acorda o marido no meio da noite e diz, emocionada:
  Querido, sonhei que você estava me dando um colar de brilhantes!
  O que será que este sonho quer dizer?
  Ele responde: Você vai saber no seu aniversário...
  O aniversário chega, o marido entra em casa com uma caixa
  retangular, maravilhosamente decorada.
  A mulher se agarra ao pacote, rasga o papel, abre a caixa e dentro
  encontra um livro: "O Significado dos Sonhos".

Deus existe 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
   Deus existe
Daniel Choliani

Um homem foi ao barbeiro para cortar o cabelo como ele sempre fazia.
  Ele começou a conversar com o barbeiro e conversaram sobre vários assuntos.
  Conversa vai e conversa vem e começaram a falar sobre Deus... O barbeiro disse:
  eu não acredito que Deus exista; como você diz - por que você diz isto?
  perguntou o cliente. Bem, é muito simples. Você só precisa sair na rua para ver 
  que Deus não existe. Se Deus existisse, você acha que haveria tantas pessoas 
  doentes?
  Existiria tantas crianças abandonadas? Se Deus existisse não haveria dor nem 
  sofrimento, eu não consigo imaginar um Deus que permita todas essas coisas.
  O cliente pensou por um momento, mas não quis dar uma resposta para
  previnir uma discussão. O barbeiro terminou o serviço e o cliente saiu.
  Neste momento ele viu um homem na rua com barba e cabelos longos,
  parecia que já fazia um bom tempo que ele não cortava o cabelo ou fazia
  a barba e ele parecia sujo e arrepiado. E então o cliente voltou para a barbearia
  e disse ao barbeiro: Sabe de uma coisa? Barbeiros não existem!
  Como assim eles não existem? perguntou o barbeiro; Eu estou aqui e sou um
  barbeiro! exclamou ele.
  E o cliente disse: Eles não existem, por que se existissem, não haveria pessoas
  com barba e cabelos longos como aquele homem que está andando ali na rua.
  Ah, mas barbeiros existem, retrucou o barbeiro. O que acontece é que as pessoas 
  não me procuram, e isso é uma opção delas.
  Exatamente, afirmou o cliente. É justamente isso. Deus existe, o que acontece é
  que as pessoas não o procuram, pois é uma opção delas, e é por isso que há
  tanta dor e sofrimento no mundo.

Romance 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
 Romance
Daniel Choliani

A palavra romantismo designa uma maneira de se comportar, de agir, de interpretar a realidade. O comportamento romântico caracteriza-se pelo sonho, por uma atitude emotiva diante das coisas e esse comportamento pode ocorrer em qualquer tempo da história.
Mas para mim só tem um significado: você !

Energia positiva

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Geral
  Energia positiva
Daniel Choliani



 
Concentre-se nas fases abaixo:
Para obter alo que você nunca teve, precisa fazer
algo que nunca fez.
Quando Deus tira algo de você Ele não está
punindo-o, mas apenas abrindo suas mãos para
receber algo melhor.
A vontade de Deus nunca irá levá-lo aonde a graça
de Deus não possa protegê-lo.
Algo de bom vai acontecer com você ainda hoje!
Algo que você vem esperando acontecer...
Isto não é uma piada: alguém vai lhe telefonar ou
vai lhe falar sobre algo que você vem aguardando
ouvir.

Acredite 15

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida

 Acredite
Daniel Choliani

  Algum tempo atrás, um homem bem destinto e temente a Deus, muito trabalhador por sinal;
resolveu que naquele ano, não iria mais passar suas ferias trabalhando.
Como todo dia fazia, acordava cedo, orava a Deus, abençoava seus filhos, a sua esposa,em fim ; o seu lar.
E ia ao trabalho, e nesse certo dia deu as boas noticias a sua família que ele iria passar as ferias com a família toda, e comunicou-lhes: Vamos fazer uma viagem para onde quiserem.
Todos contentes com a maravilhosa noticia, já arrumaram tudo rapidinho para que no dia seguinte estivessem todos prontos a ir ao o aeroporto da cidade local.
Foi tudo bem tranquilo no embarque do avião, mas naquele dia o tempo não estava muito favorável, e enfrentaram muitas dificuldades no vôo.
E infelizmente o inevitável aconteceu.
O avião não suportou as más condições do tempo e caiu em uma mata muito fechada.
Depois de dois dias do acontecido, o homem acordou e percebeu que o único sobrevivente era somente ele.
Muito confiante a Deus, seguiu seu rumo mata a dentro e com seus conhecimentos, fez-lhe uma casinha de cipós e sapé.
Passou muitos dias e anos tentando pedir ajuda com os sinalizadores que restaram, e quando se esgotaram os sinalizadores ele desistiu de pedir ajuda.
Um certo dia, como ele tinha de costume sair para caçar, para poder se alimentar, teve uma enorme surpresa quando retornou ao seu humilde casebre.
Tudo tinha se queimado devido ao incêndio, e já era tarde de mais para que ele fizesse algo.
Ele chorou; E no desespero praguejou: Senhor porque fizestes isso comigo que sempre te louvei e te segui, não posso acreditar que Deus exista mais.
Nisso passou um avião acenando que iria socorre-lo.
O homem mais tarde perguntou ao seus socorristas: Mas como vocês me acharam?
E eles responderam: Nós vimos quando você fez o sinal com fogo.
E ele lembrou que Deus Fez com que seu casebre se queimasse.  E chorou arrependido.


obs: Dai graças a tudo o que ocorrer em sua vida, mesmo te parecendo algo ruim ao seu modo de ver.


 

Pegadas na areia 14

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Paz
Pegadas na areia
Daniel Choliani

   Uma noite eu tive um sonho...
Sonhei que estava andando na praia,
com o senhor,e através do Céu passavam
cenas
da minha vida. Para cada
cena que se passava, percebi que eram
deixados dois pares de pegadas na areia;
um era o meu e o outro era do Senhor.
Quando a última cena da minha vida
passou olhei para trás, para as pegadas
na areia e notei que muitas vezes, no
caminho da minha vida havia apenas
um par de pegadas na areia.
Notei também, que isso aconteceu
nos momentos mais difíceis e angustiosos
do meu viver. Isso entristeceu-me
muito, e perguntei então ao Senhor:
Senhor. Tu me disseste que, uma vez
que resolvi Te seguir, Tu andarias
sempre comigo todo o caminho, mas
notei que durante as maiores dificuldades
da vida, haviam na areia apenas
um par de pegadas. Não compreendo
por que, nas horas que eu mais necessitei
de Ti, Tu me deixas-tes.
O Senhor respondeu:
Meu precioso filho, Eu te amo e jamais
te deixaria nas horas da tua prova
e do teu sofrimento. Quando viste na
areia apenas um par de pegadas, foi
exatamente ai que Eu, nos braços...te
carreguei
.

17 de Outubro - Dia da Indústria Aeronáutica Brasileira

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Comemorativa
   17 de Outubro - Dia da Indústria Aeronáutica Brasileira
Discurso em homenagem aos 60 Anos da EPCAR
Gonzaga Oliveira

Senhoras e senhores, boa noite!

Para se falar em Força Aérea Brasileira, em EPCAR é necessário que retornemos no tempo e falemos primeiro em Alberto Santos Dumont! Sim, tudo que vivemos hoje são os frutos de um homem destemido, seu valor como inventor tirou o homem do chão e o levou aos céus. Mais do que rememorar seus inventos temos que valorizar sua atitude empreendedora, seus esforços pessoais para ver concretizado seus sonhos; e este é o sentimento que não pode nos faltar. Ao criar o avião Alberto Santos Dumont fez com que o homem tivesse uma razão a mais para erguer seu olhar, agora não apenas para ver a lua e as estrelas, e com este gesto fortalecer seus ideais, o homem passou a acreditar mais em si mesmo e percebeu que aquelas idéias que povoavam seu imaginário poderiam sim tornar-se realidade.

Senhoras e senhores é com este legado de um gênio inventivo como Alberto Santos Dumont “o pai da aviação” que hoje podemos com prazer e entusiasmo celebrar os 60 Anos de nossa Escola Preparatória de Cadetes do Ar.

A tradição de Barbacena vinda desde os tempos do Império e da República de manter boa qualidade de ensino aliada à luta de professores e ex-alunos do Colégio Militar e o prestígio político da nossa cidade foram fatores decisivos para que o Brigadeiro Antônio Guedes Munis, Diretor de Ensino do Ministério da Aeronáutica, àquela época, criasse o curso preparatório de cadetes do ar, que se transformou rapidamente em um dos maiores centros de ensino médio do país, um modelo de organização educacional.

Os passos da transformação têm seu início com o Colégio Providência em 1874, período da Monarquia de D. Pedro II, em 1883 recebia uma filial do Colégio Abílio de propriedade do Barão de Macaúbas, de inegável valor prestado à educação nacional, em seguida com a enfermidade do Barão, ilustres Barbacenenses da Sociedade Educadora Mineira passaram a controlar as instalações. Em 1890 com o início do período republicano foi criado o Ginásio Mineiro. Em 1913 passou a abrigar o Colégio Militar que ajudou na formação de um grande número de oficiais, mas com o fim da República Velha foi extinto em 1926. A partir desta data até o ano de 1949 voltou a ocupar as instalações o Colégio Mineiro ou Colégio Estadual de Barbacena. Em uma sexta-feira, 29 de Julho de 1949, desembarcavam aqui, oriundos do Rio de Janeiro, 201 jovens! Eram os alunos, pioneiros do Curso Preparatório de Cadetes do Ar, iniciava-se naquele momento mais uma página gloriosa da história da Força Aérea Brasileira e de nossa cidade.

E o destino nos remete mais uma vez ao passado, pois, senhoras e senhores, foi exatamente em frente a esta casa onde na época estava instalada a prefeitura, hoje o nosso Palácio da Revolução Liberal, que a Sr.ª Zilda Moreira de Castro teve a honra de entregar o Estandarte do CPCAR, estandarte este que foi confeccionado no Educandário dos Sagrados Corações de Jesus e Maria que então abrigava o Asilo de Órfãs de Barbacena. Motivos não nos faltam para celebrar esta data, a EPCAR está geograficamente situada no coração de nossa cidade e de nossa gente. No decorrer do tempo, vidas foram transformadas, poderia eu citar pessoas ilustres que de muitas formas trabalharam e desempenharam funções que foram de grande valia para a grandeza de nossa Escola, mas, permitam-me senhoras e senhores citar uma pessoa simples, sem posses mas de um amor espontâneo, externado aos nossos alunos com a frase “olha os lindos passarinhos, azuis da cor do manto de Nossa Senhora!”minha referência é a Sr.ª Isabel Vidal, carinhosamente chamada por todos de Isabelinha.

Os sons da aviação fazem parte do nosso cotidiano, quase sempre nos fins de tarde temos um sobrevôo do T-25 que traz um piloto experiente e às vezes um jovem aluno da Escola Preparatória fazendo o seu primeiro contato com a aviação, em outras ocasiões um susto, pois rasga os céus um som ensurdecedor! É um caça, aeronave de defesa que passa para energizar os corações de nossos alunos, derramando sobre eles a energia que os impulsiona a se dedicar cada vez mais em seus estudos pois sabem que quem está no comando daquele caça é na sua grande maioria um ex-aluno da EPCAR simbolicamente a lhes dizer “You can fly very high” (vocês podem voar muito alto), há ainda momentos mais do que especiais, quando um som inconfundível acompanhado de acrobacias magistrais, trazem os aviões tucano, é a elite da nossa aviação – a Esquadrilha da Fumaça – condecorada e celebrada em todos os rincões de nosso país e também no exterior.

A ótima qualidade do corpo docente, a estrutura física e funcional e toda a dedicação de militares e funcionários civis asseguram a todos os alunos da EPCAR uma das melhores qualidades de ensino deste país e, os números só reforçam esta informação, no último ENEM os alunos obtiveram a 16ª colocação nacional e a 3ª entre as escolas públicas. Isto demonstra claramente que vale a pena o investimento feito com a educação destes alunos. A EPCAR forma para a nação jovens preparados para a vida futura, muitos deles realmente se tornarão aviadores, outros emprestarão seus talentos a outras áreas como a infantaria ou a intendência; no quartel aprende-se muito, no dia-a-dia as lições de caráter, cidadania, honestidade, camaradagem, lealdade, disciplina e o respeito à hierarquia forjam homens melhores, pois não cabe ao meio militar conduta que traga desonra à nossa força aérea, independentemente dos caminhos que os jovens irão seguir aqui se ensina o melhor!

A Câmara Municipal em nome da sociedade Barbacenense presta justa homenagem à EPCAR. O convívio diário da nossa gente com os militares é extremamente saudável, a Escola quando solicitada abre seus portões e empresta sua força e seus serviços à nossa cidade, seja usando aviões para em casos extremos levar pacientes que necessitam de cuidados médicos ou, de cunho social como as Ações Cívico Sociais – ACISO, o casamento é perfeito e o resultado sócio-econômico é vital para Barbacena. Agradeço ao ilustre Vereador Amarílio Augusto de Andrade que foi o idealizador desta justa homenagem e que gentilmente solicitou-me que fosse o orador oficial, fiquei lisonjeado e agradecido. Durante 28 anos servi na EPCAR onde ingressei em janeiro de 1981 e deixei a ativa em janeiro deste ano. Agradeço a Deus a oportunidade de ter servido ao meu país na condição de militar, vivi grandes momentos no quartel, aprendi muito e construí um relacionamento maravilhoso de amizade. Sei que não fui um militar padrão, mas, sei que em momento algum desonrei a farda que vesti. Chego novamente à vida civil tendo sido contemplado com uma votação maravilhosa e estando certo de que se abre para mim um novo caminho, agora na condição de representante do povo e com uma grande missão de representar os senhores militares das Forças Armadas em outras esferas e de dar minha contribuição para o legislativo desta cidade que necessita resgatar a esperança que só será reconquistada com muito trabalho.

Ano após ano recebemos novamente em nossa cidade os ex-alunos da EPCAR que se reúnem nos tradicionais encontros de turma para relembrar suas passagens por Barbacena, demonstrando assim que tudo que aqui viveram marcou para sempre suas vidas e onde quer que estejam ao ouvirem o chamamento retornam agora não mais sozinhos, muitos já trazem suas esposas e filhos para que conheçam a instituição que lhes ajudou na formação de seu caráter e também conhecerem a cidade muito lembrada, presente na eterna canção da EPCAR, que os abrigou e recebeu com grande carinho.

Celebramos hoje 60 Anos e nos preparamos para mais!!! Que o futuro nos aponte para um crescimento maior ainda. Ao atual Comandante Brigadeiro Alvani Adão da Silva a grata satisfação de celebrar tão memorável data, pois há exatos 37 anos ele era apenas um jovem destemido, oriundo de uma família simples aqui de Barbacena, que concluía seus estudos no Colégio Estadual e realizava o sonho, passara no concurso e entrava pelos portões da EPCAR. Hoje cabe a Vossa Excelência o prazer de conduzir não somente as honrosas celebrações desta data memorável, mas acima de tudo os novos projetos educacionais, os rumos de uma instituição de pujante grandeza. Que Deus abençoe suas ações e de seus comandados. O futuro deste país é glorioso, preparamos hoje os homens de amanhã, que estes compreendam o tamanho de suas responsabilidades, é preciso amar a Pátria, é preciso respeitar o seu povo e só se consegue tudo isso tendo uma conduta moral, sendo forte e honroso. Ao olhar para o nosso símbolo maior, a nossa Bandeira Nacional, e ouvir o mais belo dos hinos nos é permitido embargar a voz e lacrimejar os olhos mas, não em sinal de fraqueza e sim numa demonstração clara do nosso amor ao Brasil.

Que a alegria de hoje se multiplique a cada dia. Recebam todos: militares, professores e funcionários civis da EPCAR a nossa simples homenagem, ela representa o carinho e o respeito do povo de Barbacena à nossa Escola Preparatória de Cadetes do Ar.

Obrigado.

A ilha

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
A ilha

   Era uma vez uma ilha, onde moravam os seguintes sentimentos: a alegria, a tristeza, a vaidade, a sabedoria, o amor e outros.

Um dia avisaram para os moradores desta ilha que ela ia ser inundada. Apavorado, o amor cuidou para que todos os sentimentos se salvassem; ele então falou:

_ Fujam todos, a ilha vai ser inundada.

Todos correram e pegaram seu barquinho, para irem a um morro bem alto. Só o amor não se apressou, pois queria ficar um pouco mais na ilha.

Quando já estava se afogando, correu para pedir ajuda.

Estava passando a riqueza e ele disse:

- Riqueza, leve-me com você.

Ela respondeu:

- Não posso, meu barco está cheio de ouro e prata e você não vai caber.

Passou então a vaidade e ele pediu:

- Oh! Vaidade, leve-me com você.

- Não posso você vai sujar o meu barco.

Logo atrás vinha a tristeza.

- Tristeza, posso ir com você?

— Ah! Amor, estou tão triste que prefiro ir sozinha.

Passou a alegria, mas estava tão alegre que nem ouviu o amor chamar por ela. Já desesperado, achando que ia ficar só, o amor começou a chorar.

Então passou um barquinho, onde estava um velhinho.

- Sobe, amor que eu te levo.

O amor ficou tão radiante de felicidade que esqueceu de perguntar o nome do velhinho.

Chegando no morro alto onde estavam os sentimentos, ele perguntou à sabedoria:

- Sabedoria, quem era o velhinho que me trouxe aqui?

Ela respondeu:

- O tempo.

- O tempo? Mas, por que só o tempo me trouxe aqui?

- Porque só o tempo é capaz de ajudar e entender um grande amor.

Professora 3

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Comemorativa
Professora
Daniel


Paciente nem sempre. Porém insistente.
Reclama. Mas nunca desiste.
Orgulhoso pois sabe que sem ele, o mundo não anda.
Forma caráter, trabalha nas mentes, ajuda a pensar.
Exige que reflitam e escolham o melhor.
Seu trabalho é em conjunto, formando as nações.
Sucesso conquista, quando percebe mudanças.
O sorriso aparece no rosto cansado, quando lhe dizem  "aprendi com você"..
Riqueza não espera, pois sabe que os que estão no poder se esqueceram do início de tudo:
A descoberta do saber!"

                Felicidades ! ! !
 

Homenagem ao professor (a)

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Agradecimento
Homenagem ao professor (a)
Daniel Choliani 

As bolas de papel na cabeça,
Os inúmeros diários para se corrigir,
As críticas, as noites mal dormidas...
Tudo isso não foi o suficiente
Para te fazer desistir do teu maior sonho:
Tornar possíveis os sonhos do mundo.

Que bom que esta tua vocação
Tem despertado a vocação de muitos.
Parece injusto desejar-te um feliz dia dos professores,
Quando em seu dia-a-dia
Tantas dificuldades acontecem.
A rotina é dura, mas você ainda persiste.
Teu mundo é alegre, pois você
Consegue olhar os olhos de todos os outros
E fazê-los felizes também.

Você é feliz, pois na tua matemática de vida,
Dividir é sempre a melhor solução.
Você é grande e nobre, pois o seu ofício árduo lapida
O teu coração a cada dia,
Dando-te tanto prazer em ensinar.

Homenagens, frases poéticas,
Certamente farão parte do seu dia a dia,
E quero de forma especial, relembrar
A pessoa maravilhosa que você é
E a importância daquilo do seu ofício.
É por isto que você merece esta homenagem
Hoje e sempre, por aquilo que você é
E por aquilo que você faz.


Felicidades !!!

Eu queria saber

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
   Eu queria saber
Larissa Almeida Choliani

Eu queria saber quem eu sou.
   Queria me encontrar;
   por que quando te vi,
   me confundi,
   e viajei no seu olhar.
   Eu queria saber do futuro,
   para poder me preparar.
   Eu queria saber do mundo inteiro,
   para não me machucar.
   Eu queria saber quem sou,
   e novamente te beijar !


 

E tudo mudou...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Autores
E tudo mudou...
Luis Fernando Veríssimo

O rouge virou blush
O pó-de-arroz virou pó-compacto
O brilho virou gloss

O rímel virou máscara incolor
A Lycra virou stretch
Anabela virou plataforma
O corpete virou porta-seios
Que virou sutiã
Que virou lib
Que virou silicone

A peruca virou aplique, interlace, megahair, alongamento
A escova virou chapinha
"Problemas de moça" viraram TPM
Confete virou MM

A crise de nervos virou estresse
A chita virou viscose.
A purpurina virou gliter
A brilhantina virou mousse

Os halteres viraram bomba
A ergométrica virou spinning
A tanga virou fio dental
E o fio dental virou anti-séptico bucal

Ninguém mais vê...

Ping-Pong virou Babaloo
O a-la-carte virou self-service

A tristeza, depressão
O espaguete virou Miojo pronto
A paquera virou pegação
A gafieira virou dança de salão

O que era praça virou shopping
A areia virou ringue
A caneta virou teclado
O long play virou CD

A fita de vídeo é DVD
O CD já é MP3
É um filho onde éramos seis
O álbum de fotos agora é mostrado por email

O namoro agora é virtual
A cantada virou torpedo
E do "não" não se tem medo
O break virou street

O samba, pagode
O carnaval de rua virou Sapucaí
O folclore brasileiro, halloween
O piano agora é teclado, também

O forró de sanfona ficou eletrônico
Fortificante não é mais Biotônico
Bicicleta virou Bis
Polícia e ladrão virou counter strike

Folhetins são novelas de TV
Fauna e flora a desaparecer
Lobato virou Paulo Coelho
Caetano virou um chato

Chico sumiu da FM e TV
Baby se converteu
RPM desapareceu
Elis ressuscitou em Maria Rita?
Gal virou fênix
Raul e Renato,
Cássia e Cazuza,
Lennon e Elvis,
Todos anjos
Agora só tocam lira...

A AIDS virou gripe
A bala antes encontrada agora é perdida
A violência está coisa maldita!

A maconha é calmante
O professor é agora o facilitador
As lições já não importam mais
A guerra superou a paz
E a sociedade ficou incapaz...

... De tudo.

Inclusive de notar essas diferenças.

Santista 1001

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Humor

  Santista 1001
Daniel Choliani

 
Santista que é Santista, veste a camisa.
   Ainda mais com aquela propaganda da (Bombril).
  Assim como o próprio (Bombril).a camisa do   Santos tem mil e uma utilidades!
  Lá vai algumas dessas utilidades:
  Você pode usa-la com pano de chão,
   Pode enxugar a louça,
   Também pode usa-la como toalha de banho.
   Ou melhor; fazer dela um lenço para assoar o nariz.
  Mas você que é santista de coração, não fique bravo.
  Você também pode usa-la para esfregar na cara do seu amigo(a), quando o santos ganhar!


   

Conte até dez

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Saudade

   Conte até dez
Daniel Choliani

Se você estiver nervoso(a),conte até 10.
   Se estiver sozinho(a) conte até 9.
   Se estiver bem triste conte até 8.
   Se estiver sem amor conte até 7.
   Se estiver decepcionado(a) conte até 6.
   Se estiver com saudades conte até 5.
   Se estiver amargurado(a) conte até 4.
   Se estiver com medo conte até 3.
   Se estiver assustado(a) conte até 2.
   Se estiver sem paz conte até 1.
   Mas se nada disso adiantar !.
   Conte comigo.
   E se você gostou...
   Conte aos seus amigos(as)

Amor maiúsculo

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
  Amor maiúsculo
Daniel Choliani

 Um homem já de idade avançada foi até uma farmácia para fazer um curativo na mão ferida... Estava apressado,dizendo-se atrasado para um compromisso e enquanto o farmaceutico tratava-lhe perguntou-lhe qual era o motivo de sua pressa. Ele respondeu que precisava ir a um asilo de anciãos para como sempre,tomar o café da manhã com sua mulher que estava internada lá.
Disse que ela já estava há algum tempo nesse lugar porque tinha um Alzheimer bastante avançado.
Enquanto acabava de fazer o curativo perguntou o farmaceutico, se ela não se alarmaria pelo fato de ele estar chegando mais tarde.
Não, ele disse. Ela já não sabe quem eu sou. Faz quase cinco anos que não me reconhece.
Estranho, perguntou o farmaceutico: Mas se ela já não sabe quem o senhor é,porque essa necessidade de estar com ela todas as manhãs?
Ele sorriu e dando-lhe uma palmadinha na mão, disse: É. Ela não sabe quem eu sou,mas eu, contudo, sei muito bem quem ela é.
Os olhos do farmaceutico lacrimejaram enquanto o homem saía e pensou: essa é a classe do amor que eu quero pra minha vida.
O verdadeiro amor não se reduz ao físico nem ao romântico.
O verdadeiro amor é a aceitação de tudo o que o outro é a aceitação de tudo o que o outro é, do que já foi, do que será e... do que já  não é...

Nó no lençol

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Família
Nó no lençol
Daniel Choliani

Numa reunião de pais,numa escola da periferia,a diretora    incentivava o apoio que os pais deveriam dar aos filhos. Ela insistia que eles deveriam dar um jeito e, mesmo todos trabalhando fora,deviam encontrar uma forma de se fazer presentes.
Ela ficou muito surpresa quando um pai levantou e comentou,no seu jeito humilde,que ele não tinha tempo de ver o filho durante a semana,pois quando ele saía para trabalhar,muito cedo,a criança estava dormindo.
Quando voltava,já era tarde e o filho tinha ido para a cama. Se ele não fizesse isso não teria como sustentar a família.
Ele tentava se redimir indo beijar os filhos todas as noites quando chegava em casa. E para que o filho tivesse certeza da sua presença,dava um nó na ponta do lençol. Isso acontecia religiosamente todas as noites! Quando o menino acordava,sabia,através do nó,que o pai havia estado ali para beijá-lo.
O nó era o elo de comunicação entre eles. Mais surpresa ficou a diretora quando constatou que o filho desse pai era um dos melhores alunos da sala.
Essa história nos faz refletir como são muitos os jeitos de um pai,mesmo sem tempo,se fazer presente.

Você já deu um nó no "lençol" hoje? 


Carregando