Poesias e Mensagens Virtuais

Mensagens de Khassandra Green

Minha vida sem minha vida

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Minha vida sem minha vida
   
"Só quem perdeu um grande amor sabe o tamanho e a intensidade da dor..."


Como posso dizer que tenho vida?
Não... Não posso... Pois minha vida era você...
Depois que você se foi minha vida esta se arrastando no lamaçal do umbral...
Engraçado essa afirmativa, pois quem morreu foste tu... Mas é assim que minha alma ainda em vida se sente... Acorrentada e rastejando no lamaçal do umbral...
Pecadora? Não... Rastejo de saudades... Da falta que tu me fazes...
Grito em desespero por ter de volta instantes de o teu protetor olhar...
Quero-o te volta e não tenho poder algum.
É assim minha vida sem minha vida... Pois minha vida era você!
Um coração triste... Uma alma inquieta!
Um olhar que busca nas sombras do desespero e da angustia o teu olhar...
Mãos sangrando de tanto esforçar em sair das lamas encravadas de espinhos... Mãos que te acarinhava, te mimava e caminhava forte ao teu lado...
Meus lábios estão ressecados, minha garganta ferida e seca de tanto chamá-lo...
Minha sem você... É o mesmo de estar morta! Pois não existe vida sem você!
Não... Não... Não preciso desencarnar para estar no umbral... Já o sinto aqui na terra cada segundo longe de ti... As chagas estão a descarnar, chagas de dor profunda que dilacera minha alma...
Quanto mais passa o tempo... Mas adentro desse suplicio entro... Mas me afogo e me debato nesse umbral!
Nada é bonito mais... Nada me traz alegria... Tudo se transformou em sombras...
Lembra como éramos felizes... Tudo era alegria! Uma flor, um inseto, um cantar de pássaro... Todos os dias eram felizes!
E tudo foi enterrado junto a ti... Hoje não consigo nem sorrir.
As flores murcharam todas e os pássaros já não cantam mais para mim... Pois perdi o encanto da vida... Porque minha vida era você!
Carrego nas costas um peso insuportável a dor da tua ausência... A saudade... Antes eu era forte vencia as batalhas corriqueiras do dia a dia... Hoje sou frágil desisto de ver o sol nascer... Desisto de vê-lo se por!
As estrelas e a lua para mim não tem mais valor!
Religião? Eu não sigo mais... Trago na boca o gosto amargo da lama do umbral no lugar dos beijos de puro amor que trocávamos.
Antes fazíamos planos e sonhávamos... Hoje meus sonhos e perspectivas foram destruídos pelo ácido da revolta.
Tudo porque te amei... Eu te amo muito ainda... Eras a vida que dava vida ao meu coração...
Nunca se esqueça a minha vida era você... Hoje me vejo assim minha vida sem minha vida...

Lágrimas... 35

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida
   Lágrimas...

Cada gota de lágrima conta uma história...
Seja ela qual for!
Diga quem nunca chorou?
Seja sozinho ou em multidão...
De felicidade ou de dor...
Na chegada... Na partida...
Lágrimas...
Elas são inevitáveis... Um dia você ira chorar...
Seja aquele coração considerado duro... Esse chora em silencio e até escondidinho...
Uns tem suas lágrimas justificadas...
Uns falam das lágrimas dos outros...
Dizem que choram por nada!
Mas na realidade cada um sabe a causa de suas lágrimas.
E as lágrimas não são privilegio do ser humano... É sim do ser vivo!
Deus nos deu os olhos não somente para ver... Mas para expressar seja qualquer tipo de emoção...
Lágrimas são carregadas no coração, destiladas na alma e brota nos olhos...
Lágrimas de amor... Mágoas, arrependimento, solidão, raiva, desespero...
De alegria... Reencontro! Amizade!
Uns dizem minhas lágrimas salgadas de dor e saudade...
Lágrimas também de amor adocicadas... Regadas ao mel!
Lágrimas de mãe implorando ao céu...
Cada choro conta uma história!
Lágrimas na Bíblia citada...
A Bíblia nos mostra muitas passagens com Cristo em lágrimas, pelo povo, pela cidade, pelos homens, pela vida: (Hebreus 5:7; Mateus 23:37; Lucas 7:11-15), também pela morte (João 11:21; 33 e 35)
E... Jesus chorou também por Ele mesmo. E Seu choro foi diferente das outras vezes, foi tão intenso que seu suor se transformou em gotas de sangue devido ao grande sofrimento (Lucas 22:44)
E nós simples mortais já choramos aos pés de Jesus para implorar, agradecer ou nosso amor demonstrar...
Triste é ver uma criança de fome chorar...
Um ancião chorar por ter sido abandonado...
Uma mãe no leito da morte do filho amado!
Uns choram em liberdade... Outros choram em prisões!
Choro de erros que não podem ser corrigidos, pois o minuto passado não tem como ser recuperado...
Choro por não ter tentado!
Choro egoísta...
Senhor meu Deus... Muitos choram pela dor do teu irmão!
Cada gota de lágrima escreve uma história...
Qual é a sua?
Qual é a minha?
Creio que nunca choramos em vão... Jesus vê nossos corações!
Eis o consolador das lágrimas de dor...
"Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados". (Mateus 5:4).
E se for de felicidade nunca se esqueça de agradecer...
E nunca se esqueça a linda mensagem psicografada por Chico Xavier: TUDO PASSA - “Diante das dificuldades, não se entregue ao desespero. Tudo passa! Tudo passa... Exceto Deus. Deus é o suficiente! ”

Qual a flor mais bela?

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Comemorativa
Qual a flor mais bela?

Vejo um lindo jardim,
Com muitas variedades de flores,
E me indago assim:
Qual a flor mais bela?
Margarida, violeta ou hortência?
Flores do campo, goivo, cymbidium...
Rosa, papoula ou acácia?
Maravilha, beijo, oncidium...
Delfino, perpétua, gloriosa ou cáspia?
São muitas! Mas, qual é a mais bela?
A mais bela és tu: MINHA MÃE!
Flor de maio, crisântemo ou dália?
Gladíolo, tango, lisianto... Torênia...
Orquídea, girassol ou magnólia?
Gipsofila, gérbera, zínia... Gardênia?
Azaléia...
A mais bela és tu: MINHA MÃE!
Caminho entre as flores,
E em vão tento escolher...
Dama da noite, jasmim ou peônia?
Cravina, lobélia-azul ou áster?
Tulipa, onze-horas ou petúnia?
Amor perfeito!
MINHA MÃE!
Miosótis, bem-casados, jacinto... Begônia?
Quaresmeira...
Érica, pingo-de-ouro, hibisco... Helicônia?
Espirradeira...
Narciso, papoula e até boca de leão!
Flor de laranjeira...
A mais bela és tu: MINHA MÃE!
Que habita no jardim do meu coração!
E ainda vejo dentre os muitos canteiros,
Chuva de prata, copo-de-leite, lírio,
Gerânio, cravo, Amarílis, russélia...
Vitória-régia, íris, antúrio,
Gota-de-orvalho, lavanda, bromélia...
Gérbera, angélica, estrelítzia!
Açucena...
Qual é a mais bela?
A mais bela dentre todas as flores?
És tu: MINHA MÃE!

Eu e você 19

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Eu e você

Eu em meio as sombras da dor da saudade encontro você... Eu e você separados por um nevoeiro de lágrimas...

Eu: - Olhe em meus olhos e me digas o que vês?
Você: - Vejo uma mulher triste que não consegue me esquecer!

Eu: - Que escutas de meus lábios?
Você: - Sussurros da dor da saudade por não mais me ter!

Eu: - Sinta o toque de minhas mãos...
Você: - Eu não sinto o calor da matéria... E sim do amor que tens por mim!

Eu: - Ouça a minha respiração... Entrecortada te chamando!
Você: - Eu ouço... O teu clamor e choro junto de ti... Mas, tu não me vês!

Eu: - Onde estás? Que todos os dias em desespero eu te procuro...
Você: - Estou ao teu lado... E tu não me vês! Estou falando que te amo e tu não me escutas... Estou te mimando e você parece me desprezar! Teu desespero é o meu desespero!

Eu: - Eu não sei viver sem você!
Você: - Eu não sei morrer sem você! Dizem que morte é vida! E é! Mas, sem você comigo a morte ainda é morte!

Eu: - Não tenho paz... Vivo afogada nas minhas lágrimas... Um dia sem você equivale há anos!
Você: - Choro e sofro por ti! Um dia longe de ti é uma eternidade pra mim!

Eu: - Penso que destino é esse que nos uniu e que a morte nos separou?
Você: - Tudo que você pensa e diz... Todo o teu sofrimento, eu sinto-os dentro de mim... Vejo e escuto e não tenho forças pra amenizar tua dor. Apenas convalesço junto a ti!

Eu: - Queria que ouvisse que te amo!
Você: - Ouço todos os dias você repetir incansavelmente que me ama... É no calor desse teu amor minha alma se aconchega e em vida um dia lhe disse e torno a repetir... Ouça a voz de meu coração:

“Também te amo, não me vejo a viver sem você. Espero que nada nos separe nesta vida e que tudo nos una em qualquer vida que porventura exista. Desculpa os meus desvarios, mas eu às vezes desanimo e desabafo da pior maneira, porque este meu problema me tira completamente do sério e tira-me a paciência tudo vai melhorar entre nós, prometo. Nunca duvide do meu amor por você. 

Eu: - Às vezes tenho a sensação que você vive em mim... Um corpo e duas almas!
Você: - Eu vivo em ti... Teu corpo para as nossas duas almas! Nada vai nos separar nem nesta vida e nem na eternidade... Meu amor... Somos espíritos e espíritos não morrem... Não fique triste, não chore! Viva, sorria e faça tudo que faríamos juntos... Estarei contigo! Faça o melhor com todo o teu otimismo você pode e conseguirás!

Eu: - Eu te amo!
Você: - Eu te amo...

O carona

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
O carona

Pelo caminho da vida eu dirigia meu próprio destino...
Mas, deparei com um carona e abri meu coração...
Ele entrou bateu a porta com força e me instigou a imaginar que veio pra ficar...
Viajei com ele nas lembranças do passado...
Chorei e sorri. E eu confie... Fui além!
Eu fiz plano! Sonhei... Transformei esse carona de coração o essencial na trajetória da minha vida!
Destemida... Coloquei-o em primeiro lugar... Ele se assentou... E eu acreditei!
Sonhos que nunca sonhei... Ousei!
Na estrada da vida o fiz companhia... Feliz eu sorria, lágrimas não tinha! Não havia motivos pra chorar...
Esse carona era envolvente e sua alegria contagiante...
No percurso viagem-vida um companheiro indescritível...
Eu sorria feliz... Criei um castelo de sonhos e fantasias...
Amei... Desvairadamente apaixonada! Seduzida e conduzida até por caminhos que nunca havia percorrido...
Quando achei que tudo era tão perfeito...
Ele desceu num ponto qualquer... Agradeceu...
E eu... Eu não compreendia o que estava acontecendo...
Parecia que ele iria seguir a viagem-vida comigo pela eternidade.
E tive que seguir sozinha na estrada-vida... Perdida, pois ele havia me desviado...
E me restou apenas às lembranças dos momentos felizes que ele havia me proporcionado...
E as lágrimas voltaram... Companhia fiéis molhavam meu coração...
O carona entrou em meu coração e saiu com um bater brusco da porta... Essa batida intensa emperrou-a e eu não dou carona a mais ninguém!

Meus escritos

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Meus escritos

Meus pequenos rabiscos tem significados.
São pequenas letrinhas que juntando forma palavras...
Frases... Textos que utilizo para expressar as lágrimas de um olhar...
Que não se cansa... Que nunca desiste de te esperar...
No passado se eu pudesse voltar...
Escreveria esse meu amar assim:

“Teu amor é escrito em hieróglifos egípcios,
O meu coração é a parede da pirâmide,
Que o tempo não destrói...
São desenhos e símbolos sagrados,
Que tu desvendaste os enigmas,
No meu ser cravado...
E se apoderou de minha alma...
Tu és meu faraó e eu sou tua escrava!
Traduz essas inscrições
DE um puro e verdadeiro
AMOR”

Declaro a ti que usaria hieróglifos, cuneiformes, sigmas...
Dialetos, ideograma...
Não importa a forma,
Para deixar registros de quem o ama
Com toda a alma!

Deus dos ventos

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Saudade
Deus dos ventos

Éolo, Deus dos ventos!
Sinto a brisa me tocar...
Perco em meus pensamentos,
E até deixo uma lágrima rolar!
Aqui esta meu triste lamento,
E minha alma a te implorar...
Quero nessa brisa sentir,
O cheiro de Paulo no ar...
A minha alma irá sorrir...
Traga-me pelo vento...
Estou a esperar!
Deus do vento esse é meu alento...
É como se ele estive-se a me acariciar!
Éolo... Deus dos ventos!
Preciso do cheiro dele inalar,
Cheiro que é alimento...
Para meu pulmão funcionar!
Essência sem discernimento...
Que só quem compreende são:
Os casais que estão à amar!
Éolo acomoda esse meu coração...
Que esta a te implorar!

Analgésico

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
 


Analgésico



Meu coração dói nas madrugadas... É a saudade que sinto de ti!
Você é meu analgésico eficaz!
Ao teu lado minhas madrugadas são indolores...
Repleta de carinho, amor e paz!

Sozinha 9

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Depressiva
 


Sozinha

Sinto-me um filhote de tartaruga... Correndo para o mar...

Sozinha!

Quantos obstáculos terei que superar para nas águas do mar eu chegar!

Sozinha!

Meu Deus me proteja... Só tenho a ti a me olhar!

Sozinha!

Cá estou com muito medo... Acho que não vou suportar!

Sozinha!

São tantos os problemas a me derrotar...

Sozinha!

Assim meu Deus... Peço se eu não aguentar!

Sozinha!

Não castigues minha alma! Apenas me perdoe com teu olhar!

Sozinha!

Realmente... Está insuportável... Superar!

Sozinha!

Manda meu amor pra me carinhar...

Sozinha!

Assim tá muito triste ficar!!!

Sozinha!

E ter um amor tão longe assim... É ser filhote de tartaruga que morrerá na areia da praia sem forças pra chegar nas águas do mar!


Alma gêmea 14

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Alma gêmea

Quando duas almas gêmeas se encontram os anjos no céu glorificam através de cânticos...
Fica em silêncio meu amor e ouça o som da harpa se misturando com o barulho das ondas do mar em Barra do Sahy-ES.
Sim meu amor... Fica em silêncio... Porém de olhos abertos olhando o céu estrelado.
Quando as estrelas piscam é uma forma mágica dos anjos confirmarem:
“Eu fui feita por Deus pra te completar... Não sou carne da tua carne e nem sangue do teu sangue! Amor... Eu sou muito mais... Sou a alma que caminhará ao teu lado por toda a eternidade! Você é minha alma gêmea onde tudo é amor...
Não fui eu que te escolhi... Não é a razão que me persuadiu! E sim o meu coração! Nossas almas por Deus já estavam unidas e apenas faltava os nossos olhos se encontrarem!”
É fácil notar os sinais dessa nossa ligação abençoada por Deus... Existe cumplicidade, carinho, preocupação um com o outro e essa doação de sentimentos puros.
Todavia, não são fáceis duas almas gêmeas se encontrarem... Muitas pessoas vêm ao mundo várias vezes e deixa passar essa oportunidade de serem felizes. Vivem em busca de futilidades.
E ao escutar o coração e se entregar a esse amor nem tudo é caminhos floridos, temos que enfrentar os obstáculos, não nos acovardarmos diante de tantos espinhos.
O amor é a nossa fortaleza! Lutar pra ficarmos juntos, pois nada vem fácil. E vamos atingir nosso objetivo, pois não estamos em vão na terra, não viemos pra fazer número... Ser mais um no mundo... Estamos aqui pra lutar e vencer...
Meu amor... Nós estamos aqui pra completar um ao outro. E juntos tudo terá um brilho diferente e será tudo mais fácil e as lutas terão motivos e a vitória é o nosso amor... E o nosso amor é nossa conquista!
Meu amor você me fez crer na vida... E hoje minha vida é você!
Diante disso concluo: eu te amo!

Quem és tu homem?

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor

Quem és tu homem? 

Em momento de uma felicidade infinita fitando teu olhar, ajoelho diante de ti e lhe pergunto:

- Quem és tu homem?

E com o coração acelerado e a respiração ofegante continuo...

- Um bálsamo que cura minhas feridas? Ou... Um cirurgião plástico que remove as cicatrizes?

E você com o olhar brilhando concede o teu lindo sorriso... E eu continuo a indagar:

- Fonte de minhas inspirações... Quem és tu homem? Um anjo que consola minhas dores e enxuga minhas lágrimas? Ou... Um mágico que me faz sonhar?

E tu seguras minhas mãos me levanta e prende-me ao teu peito e com ternura encosta seus lábios nos meus... E eu estremeço em teus braços e continuo...

- Que poderes grandiosos tu possuis que cuida, cura e me faz delirar em teus braços? Qual teu mistério? Qual tua fórmula?

E sintetizo, pois meu corpo já não resiste seu carinho e deseja-o loucamente...

- Não sei distinguir quem és tu... Um ser iluminado que Deus enviou para ser meu anjo protetor? Que tu tens que me deixas assim, tão cativas a ti? Diz?

E ele com seu sorriso maroto... Responde-me:

- O que eu tenho? E fácil você descobrir... Basta olhar nos meus olhos e verás que a fórmula mágica tem um nome: AMOR. Esse amor imenso que transborda por ti.

Não consegui deter as lágrimas... As lágrimas de amor são abençoadas por Deus... Sai destilada do coração e passa pelo olhar sedento de amor!

E através dessas palavras cheia de ternura, eu me derreti em seus braços... Só se encontra o sentido da vida quando se ama de verdade e esse amor é correspondido na mesma intensidade!






 


 

Num domingo minha alma fala... meu corpo obedece

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida

Num domingo minha alma fala... meu corpo obedece
Lavar o corpo... Limpá-lo é fácil!
Difícil é limpar as nódoas da alma!

As tristezas da carne são superáveis...
As tristezas da alma nos acompanham além do túmulo!

Ferir a integridade moral de uma pessoa é enfiar um punhal afiado em sua alma!

O corpo é apenas um hospedeiro da alma! Muitas vezes dentro de um lindo corpo há uma alma “feia”... Maravilhoso é quando a beleza da alma é tão intensa que transcende pelo corpo mostrando toda a beleza da luz... Que são amor, bondade, verdade e a capacidade de doar-se ao próximo!



As chagas purulentas da carne são cicatrizadas... As chagas de uma alma ferida duram uma existência!

A vingança da carne é superável, a vingança da alma as vezes duram séculos para ser perdoada!

Quando for magoar alguém... Cuidado! Não deixe a mágoa atingir a alma...  Pois a carne um dia apodrecerá... E a alma estará liberta e poderá vingar!

Cuide bem de sua alma, espalhando amor e a bondade por onde passa... Perdoando se for necessário. Somos almas em busca de acertos e não de erros! Cuide bem de sua alma... Do corpo (carne) a terra e os micróbios tomaram as medidas necessárias!

Diante da vida... Vim para tentar, muitas vezes em vão, limpar ressentimentos, manchas e maldades de minha alma... Temo retornar mais carregada, por mais que me policie ainda me vejo presa há momentos de descontrole e retornando com ira às pedradas que levo... Sendo o certo eu perdoar!

Deus nos envia à carne com livre arbítrio... Deus quer que tenhamos liberdade de escolha! Nós podemos cavar nosso poço e se soterrar num lamaçal... Ou cavar nosso posso e tirar água pura e distribuir ao nosso próximo! Depende de nós!

Uma alma triste num corpo que aparenta ser feliz... Não há dor maior!
Quero ser um corpo alegre numa alma que faz sorrir até as flores pelo caminho que passo...

A alma sorri através do olhar! O olhar conta tudo... Por isso não tento e nem quero tentar... Esconder minha alegria quando minha alma encontra a tua! Está escrito em meu olhar!
 
Minha alma pertence a Deus! O corpo pertence aos micróbios... Mas, enquanto os micróbios não devoram... Irei utilizá-lo muito bem nos braços de Paulo Humberto G. da Silva... Que o amo de corpo e alma!

Do corpo um dia não restará nada... A alma irá caminhar na eternidade ao lado da tua. Por enquanto temos muito amor para nós e para espalhar a quem precisar... Olhe em sua volta! Vê tantas pessoas às vezes precisa somente de um sorriso sincero para prosseguir... Outras um abraço... Um aperto de mão! Ás vezes nem é de pão que necessitam e sim uma simples migalha de amor!


Covarde... Maldita morte!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Depressiva

Covarde... Maldita morte!
Da dor que carrego...
Juro! É delirante!
Eu não nego!
Vejo sua miragem errante!
E sigo em vão...
Não te consigo alcançar!
E minhas mãos...
Em seu rosto roçar!
Covarde maldita morte!
Levaste meu amor!
Venhas tu agora me embalar...
Só tu irás me confortar!
Venha minha vida ceifar...
Para o meu amor eu encontrar!
Assim só não irei ficar!
Meu amor é forte!
Ao teu lado vou ficar!
Mesmo que tenho que encarar
Essa covarde maldita morte!
Numa imensidão de azar!
Transformou minha sorte...
Nesse meu triste chorar!



Sussurros em meu ouvido

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Paz
Sussurros em meu ouvido
“O errado para você... Pode ser o certo num coração inocente!
Ame teu próximo sem querer conduzi-lo conforme tu acreditas estar correto.
Cada um é um ser único, estamos na terra para aprender a caminhar diante dos tropeços, obstáculos ou flores.
Não seja empecilho no aprendizado do teu irmão, ele necessita trilhar no caminho da evolução...
Caindo e levantando um dia a alma mostrará toda a luz!
O que você acha que é um erro é apenas a busca do aprimoramento interior!
Caso não tenha uma palavra para ajudar teu próximo... Não fale nada!
Você não precisa intrometer na vida dos outros...
Pois, Deus tudo vê e tudo sabe!
Ele é o PAI e cuida de todos os seus filhos com o mesmo amor...
E sem discriminação! Acredite Deus ama o teu filho sem distinção!
Siga o exemplo ame teu irmão como ele é! Faça tua parte!
Se tua cruz esta leve... Não leve peso a cruz dos outros, causando dor, sofrimento e lágrimas.
“O pecado está no que saí da boca e não o que entra na boca.” Como dizia meu avô Guilherme Green
Diante dessa afirmativa eu acrescento uma palavra pode jogar a alma de seu próximo no limbo da eternidade, e tu terás parcela no sofrimento do outro.
Antes de querer ser o sabe tudo, o moralista, o correto... Cuidado! A tua alma muitas vezes vem arrastando a corrente de inúmeros defeitos.
Pois, se tivéssemos a alma pura certamente aqui não estaríamos. Vamos prosseguir essa caminha ser retardar o crescimento evolutivo nosso e do próximo!
As palavras mágica são:
SEMEAR AMOR...
        TER FÉ EM DEUS...
                  SEMEAR BONDADE...
                         TER CONFIANÇA EM DEUS...
                                 TENTAR SER JUSTO AO TEU PRÓXIMO!
                                            ACREDITAR NA JUSTIÇA DE DEUS!'
                                                   

São sussurros ao meu ouvido de uma alma anônima... Sinto que quando eu caio... Ela me acolhe ninando-me em teu coração e falando para mim ter paciência e entender que aqui é tudo passageiro... Para não guardar mágoas... E evitar que as palavras me atinjam e acreditar em Deus e amar meu próximo sem discriminação... Aprender perdoar. Essa alma anônima sempre ajuda a me levantar!


Um olhar pelo meu coração...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Um olhar pelo meu coração...
Vou abrir meu coração...
E ao entrares verás...
Meu coração tem de tudo um pouco...
Retalhado e cheio de cicatrizes...
Tristezas, lágrimas, dores e Ilusões...
Ora fraco ora forte... Até meio louco!
Lembranças e decepções!
Esse meu coração machucado...
Vive a sangrar...
Mas, é bem educado...
O problema é que ele não sabe amar!
Entregou-se a você sem cuidado...
E vive assim a chorar...
Mas, adiante verás um pouco de felicidade...
Estou falando a verdade...
Vês? Essa felicidade são os momentos...
Que contigo estou...
E naquele cantinho...
Olhe, resta só um pouquinho,
É um fio de esperança que restou...
É nessa esperança que tens que agarrar,
E dentro desse coração fazer teu ninho...
Vem meu anjo!  Podes entrar...
Esse coração é bobinho...
Mesmo retalhado...
Sempre irá te amar...
Mesmo magoado...
Nunca irá te deixar!


Camaleão 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor

Camaleão

Sou camaleão do meu destino...
Faço da tristeza um ato de sorrir!
Isso não é falsidade...
Estou apenas a me ferir!
Passando ao meu próximo à felicidade
Que eu gostaria de sentir!
Não! Não faço nenhuma maldade!
E não estou a ninguém a enganar...
É somente pra mim que estou a mentir...
Camaleão muda-se de cor...
Eu mudo a realidade...
Do meu destino a dor!
Tento alegria transmitir...
Sorrindo com muito humor!
Camaleão é um réptil conhecido
Por mudar a sua cor
Para se adaptar a um ambiente ou a uma situação...
 Esta estratégia o ajuda a se proteger do predador.
E passar por eles despercebido.
Assim sou eu! Camaleão...
Mudando de cor em cor...
Protegendo-me através de uma felicidade...
Inexistente...
Pra tentar salvar um grande amor...
Fingindo a alegria ter...
Correndo de predador...
Para não morrer...
A alma arrastada em dor...
Eu camaleão...
Estou te carregar...
Dentro desse camuflado coração!


Curiosidade:
Na simbologia africana, o camaleão é um animal sagrado, visto como o criador dos primeiros homens. Nunca é morto, e quando é encontrado no caminho, tiram-no com precaução, por medo do trovão e do relâmpago.


Diante disso:


Camaleão sagrado...
Ainda sou respeitado...
Pois quando solto meu grito de dor...
São relâmpagos e trovão
Que trago no meu coração!
Assustando o predador...
Que quer destruir esse amor...

Que sinto por ti!


A surpresa que Deus me fez!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
A surpresa que Deus me fez! 
É delicioso quando o destino nos surpreende!


Assim valorizamo-nos todos os momentos...

E o coração compreende...

Que Deus é que sabe os rumos dos ventos...

Deus é escritor de nossos destinos!

Assim... Deus fez-me a surpresa:

VOCÊ

Encheu minha alma de alegria...

E meus olhos de esperança...

Tenho em mim a paz de uma criança...

Deus me fez a surpresa...

Amo e sou amada!

Não é ilusão...

É pura realidade em meu coração!

Feliz Aniversário Jesus

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Comemorativa
Feliz Aniversário Jesus
Feliz aniversário Jesus! Eu não tenho nada pra te dar! E TU és tão bom
pra mim, me presenteia todos os dias com seu amor, carinho e
proteção... E pede-me tão pouco... E nem esse pouco não te dei!


E
vejo pessoas distorcerem o verdadeiro sentido do Natal... Que é a
comemoração do teu aniversário! E ficam querendo presentes... Sendo que
o aniversariante és TU, e o que pedes é tão simples... Um coração cheio
de amor, generoso, humilde e verdadeiro!


Fazer promessas a TI...
Fico até com receio de não cumpri-las. Mas, irei me esforçar que no teu
próximo aniversário se orgulhe de mim!


Como é difícil a superação de certos defeitos que tendem seguir-nos a vida inteira e somos fracos e deixa-nos dominar!

Fraqueza
para lutar... Muitas vezes é mais cômodo deixar certos defeitos invadir
nossa alma... E esconder-se diante dessas sombras por pura preguiça de
tentar ser um pouco melhor! E muitas vezes, Jesus, é vergonha de
mostrar toda a luz do coração! E pensar o que o outro irmão pode falar
se eu demonstrar que possuo certas virtudes! E que o mundo feito de
modismo abomina um coração puro!


Sim, TU já percebeste que pessoas
bondosas são vista por vezes como palermas. Assim elas se corrompem
para mostrarem aos outros... Sendo que temos que estar bem aos olhos de
DEUS.


Jesus... Também sou muito fraca, tenho que lutar comigo
mesmo... Tentando deixar esse coração sem nódoas pra presenteá-lo todos
os dias e não somente no dia de teu aniversário, mas me deixo se levar
por intrigas, calúnias, pecúnias e nervosos descabidos... Que eu
deveria ser um pouco mais eu e não ligar nenhuma!


Sabe ano que vem
farei quarenta anos que nasci assim são também quarenta anos que
comemoro teu aniversário... E reflito com pesar que nunca tive
condições de lhe dar um coração sem mácula... A não ser quando era
criança que não havia tanta maldade. E com o passar dos anos eu pensei
que poderia lapidar esse coração para mostrar toda a potencialidade do
seu brilhar... E enfim endureci e me ofusquei diante de dar valor à
bobagem que nada tem a somar meu crescimento espiritual.


Ficas
triste! Eu sei Jesus... Magoou teu coração... E TU sempre perdoas
continuamente sem levar em conta se é dia do meu aniversário ou não!


Parabéns
Jesus! Hoje é teu aniversário! Nada tenho a lhe dar... É teu
aniversário e eu que ganho o presente... Eu e todos, como TU é
maravilhoso em distribuir a todos, sem discriminação... A todos os
corações independente do coração ter ou não manchas... Tu presenteias a
todos com teu: AMOR!

Momentos de saudades...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Saudade
Momentos de saudades...

Anjos retornam ao céu!

Coração egoísta esse meu...

Querendo um anjo só pra mim!

Desculpa-me por te amar tanto assim!



Você ao céu retornou,

Meu mundo desabou!

Fiquei sem chão...

Sem ti... Meu anjo-paixão!



Irei te amar eternamente!

Pode acreditar!

Um amor para sempre...

Que nem a morte há de separar!



Logo estarei aí no céu!

E tu anjo... Vai me proteger...

Para ficar ao lado seu,

Terei alegria em morrer!


Que vais dizer...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Namoro

Que vais dizer...
Meu amor perguntou:
'-Que vais dizer ao meu ouvido?'
Eu respondi com a voz sedenta de amor...
'-Não falarei nada... Meus lábios estarão ocupados em contato com os seus! E depois... Também não iria conseguir murmurar palavra alguma,  pois seu tórax e distante de seus ouvidos... E não resisto deslizar meus lábios neles...'

Rasgar a alma!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Rasgar a alma!

 


O amor tem esse poder: rasgar a alma!


E os sonhos destroçar!


Dar a luz ao um filho é semelhante essa dor!


Pois depois será esquecida e está a amenizar!


E o coração prepara para mais um amor...


E a alma magicamente se recompõe!


E não aprende o ingênuo coração!


 


Rasga novamente a alma! E os sonhos a destroçar!


 


E parece a morte ceifar...


Lá vem o amor... De novo... Não!


Chega! Coração tolo! Amar...


Só quem te ama... Pare de se enganar!


Rasgar alma! Destroçar os sonhos!


È gostar de sofrer e sentir dor!


Corte esse poder do amor!


 


Não rasgar a alma! E os sonhos não destroçar!



Quando eu falo...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Quando eu falo...

Quando falo: “EU TE AMO!”


As palavras saem de meu coração.


São palavras... Mas, eu não te engano!


Eu juro que não falo em vão!


É amor! Eu clamo!


Não me deixas não!

Rasteira da vida

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida

Rasteira da vida
A vida me deu uma rasteira...


A vida... A vida me derrubou!


Levantei-me e bati a poeira,


A chorar por quem nunca me amou!


 Como está a doer,


A rasteira que a vida me deu,


É ácido a corroer,


Este inocente coração meu!


 Fico a me indagar:


“- O porquê dessa rasteira?”


Meu erro é ser fiel e amar,


Uma pessoa que não é verdadeira!


 Agora é muito tarde,


Já caí e bato a poeira,


E meu coração arde,


Dessa maldita rasteira!


 Mas, o difícil foi levantar.


E cá estou em pé!


As feridas irão cicatrizar,


E eu irei caminhar com fé!


 Um dia vou me lembrar,


Da rasteira que a vida me deu,


Uma experiência vai ficar,


Desse amor que se perdeu...

Sonhos dorminhocos

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Sonhos dorminhocos
Marta Green
Tenho sonhos dorminhocos ao fundo de minha alma, como se fossem um urso que hiberna em sua caverna aconchegante e quentinha, naqueles momentos frios.


E ás vezes na minha alma também é assim, momentos de inverno rigoroso com tempestades de neve a bater sobre o meu rosto!


É quase insuportável o frio e o gelo pontiagudo riscando meu rosto que ficam a sangrar.


Caí à neve lá fora, assim como caí às lágrimas pelos meus olhos...


Mas, dentro de minha alma, estão bem guardadinhos, quentinho e protegido os meus sonhos.


Isso é que consola o coração! Acreditar. Podem destruir tudo, mas meus sonhos estão dormindo no fundo da minha alma! Protegidos das tempestades da vida.


E um dia a primavera chegará, e meus sonhos se espreguiçarão, bocejarão e sairão da caverna (o fundo da minha alma) e transformarão realidades em meio às gramas verdes e as flores perfumadas a desabrocharem ao som do cantar dos pássaros...


Em minha alma ainda restam esperanças...


Em minha alma há sonhos dorminhocos que um dia irão acordar, e encontrar toda luz do sol para nunca mais meus olhos lágrimas chorar!

As águas do rio Paraguai

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
As águas do rio Paraguai

Marta Green


Estou à beira do cais


Olhando as águas do Rio Paraguai


Com o coração a despedaçar


Da saudade do meu amor...


Lágrimas rolam do meu olhar...


E essa tristeza e dor


Em meu coração a dilacerar!


E eu aqui... Continuo a te amar!


Lá vão as águas minhas lágrimas a levar!


Aqui estou a amar,


Esse anjo-homem que me faz chorar...


Com essa distância


Que insiste em nos separar.


Oh! Águas do Rio Paraguai


Companheira da minha tristeza,


Não me abandones aqui a chorar,


Levem essas lágrimas para o mar


E eu cá continuo a amar!


E de saudades.

Sou eu!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Sou eu!

Olhando um galho seco, a rodar pelas águas do rio, identifiquei-me com ele...


Aquele galho ora flutuava, ora redemoinhava e se afundava...


Sou eu!


Vai deslizando pela imensidão das águas, quão sorte se as águas estiverem serenas.


E se estiverem revoltas? Pobre galho!


Sou eu!


Afunda debate e retorce e se aflora novamente à flor da água!


O rio de repente em uma cachoeira deságua. E galho seco?


Sou eu!


Tropeça, roda, bate, salta nas pedras...


Desgasta, machuca e saí até lasca esse galho seco!


Sou eu!


Lá vai flutuando, onde vai parar numa praia tranqüila? Quem sabe?


Ou ficará num enrosco ao barranco do rio? Aquele galho seco...


Sou eu!


Num aguapé verde e cheio de vida se encostou, não pode ficar!


As águas levaram-no novamente, é apenas um galho seco vai ali estorvar...


Sou eu!


Como é triste ser um galho seco nas águas do rio a rodar...


Ninguém imagina o sofrimento que crava em sua madeira...


Sou eu!


Um galho seco a rodar é o mesmo de um coração sem amar!


Um coração que não ama, por não mais acreditar... É um galho seco!


Sou eu!


Deixa o galho seco a rodar... Ninguém vai apanhar...


Assim deixa meu coração sem amar... Ninguém quer entrar...


Sou eu! Galho seco triste a rodar!


Sou eu! Um coração sozinho sem amar...

Tropeços da vida

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Tropeços da vida
Marta Green

É assim... Tropeçando e vivendo...


Ás vezes as forças tendem a fraquejar


Nos caminhos da vida vou escrevendo.


A história de dores por amar...


 Tropeça a caneta num certo buraco


E de repente pode até saltar


A caneta sobre um enorme precipício


Que faz minha alma gritar


 São amor e lembranças a sufocar


Parecendo querer me enforcar


Deixando meu ser sem respirar


Nessa estrada da vida estou a rastejar...


 Sinto falta do que se foi... Aí que dor!


E com certeza nunca mais voltará


Morte na terra de um único amor


Mas em meu coração sempre viverá!


 Que tropeço que a vida dá...


Estou de arrasto nem consigo levantar


Esse buraco no caminho


Quer se fazer meu ninho


 Não consigo sair e estou a afundar


Nos tropeços que a vida me deu


Sem amor a caneta não escreveu.


O caminho ficará sem contar!


 Tudo por esse tropeço que a vida me deu!

Esmagar coração

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Esmagar coração
Marta Green

Se eu pudesse arrancar com minhas mãos


Esse meu dolorido e teimoso coração...


Duas vezes eu não pensaria!


Arrancaria e jogava ao chão...


E com meus próprios pés eu o esmagaria,


Para que ele deixasse de ser safado


De amar e não ser amado!

Meu eterno amor 4

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Comemorativa

Meu eterno amor


 Meu único e eterno amor!


Amei-te mais que minha própria vida!


Revelo meus sentimentos com louvor,


Amo-te muito... Muito ainda!


Estou cá remoendo essa dor!


Como uma dilacerada ferida.


Embebida no cálice do dissabor,


Da tua triste e repentina partida...


 Meu único e eterno amor!


 Foi para nunca mais voltar,


Não sei como ficarei,


Sem teu sereno olhar,


Dentro de mim não resistirei,


Prefiro junto de ti ficar...


Caso for também morrerei,


Para poder minha alma alegrar!


 Meu único e eterno amor!


 Diante da dor que estou a sentir,


Saber que nunca... Nunca agora existe,


Não... Não... Eu não estou a mentir!


Estou profundamente triste,


Pois, ficarei sem o seu sorrir,


Meu coração ao seu uniste,


E agora você teve que ir...


 Meu único e eterno amor!


 Nesse meu apelo a gritar:


Mãe, minha meiga,


Deus não ouviu meu implorar:


(Diante da minha tristeza)


“Deixe minha mãe viva ficar!”


Pedi com fé e pureza,


De filha que sempre vai te amar!


 Meu único e eterno amor! Minha mãe!

O amanhã 2

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
O amanhã
Marta Green

Já parou em seus pensamentos e refletiu sobre algumas coisas. Pense nessas indagações:



  • O que queres da vida?
  • Seus sonhos? Luta por eles, ou simplesmente prefere ser um indivíduo (a) acomodado com as circunstâncias.
  • No amor? Está realizado (a)? Sente-se preenchido (a), ama com sinceridade o (a) companheiro (a), e tem certeza que é correspondido (a).
  • Trabalha no que gosta?
  • E se soubesse que iria morrer amanhã:

- do que se arrependeria de ter feito ou não ter feito?


- a quem pediria desculpas?


- foste injusto com alguém?


- foi sincero quando amava?


- qual lugar queria visitar antes, ou lembraria de um local onde foste feliz e nunca mais voltou?


- para quem você gostaria de dizer: “Vou morrer, mas não esqueça que eu te amo!”


- já falou para seu pai, mãe, filhos, esposo (a), irmãos e amigos (as), de seus sentimentos sinceros, o quanto eles são importante para você, o quanto você os ama? Fale logo e sempre, pois o dia de amanhã não sabemos se vai dar tempo de dizer o que sentimos, muitas vezes vamos dessa vida para outra, ou ficamos nessa vida frustrado por não ter falado antes, pois: o dia de AMANHÃ só a Deus pertence!


Pense nisso!

Carregando