Poesias e Mensagens Virtuais

Mensagens de liviamarlene

Como me queres?

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor

Como me queres?

              Lívia Dornelles

Me queres mansa, 

como águas de um lago límpido e tranparente...

Me queres como um redemoinho, de águas revoltas

Me queres submissa aos teus fetiches...

Me queres ou não me queres...

Me queiras do teu jeito

que estarei feliz.

Me queiras que eu te quero.

te quero com ardor.

Só quero ser o teu amor.

Diga-me então;

Como me queres?

Dias chuvosos

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor

Dias chuvosos

                       Lívia Dornelles

Gosto dos dias chuvosos

Olho pelas janelas abertas a chuva caindo...

Chuva forte, descabelando árvores, despetalando rosas.

Chuva fininha, cai franzina molha devagarinho as pessoas

que andam sem sombrinhas...

Chuva mansinha, chuva tenebrosa traz a sensação de estar rancorosa.

Gosto dos dias chuvosos, da maciez das minhas cobertas,

que me enrolam num calor gostoso e num sono malicioso.

Sonho com  aquele que podia ser meu e que tão distante está...

penso nos seus beijos e no seu corpo ao meu a  se enroscar

na cama quente do meu corpo ardente.

Gosto dos dias chuvosos, que nos permitem sonhar...

Caminhos

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Caminhos
Lívia Dornelles

Ando por estes caminhos,

Sempre buscando encontrar as mais belas coisas

coisas simples, flores coloridas,

pássaros lindos!

Muitas montanhas, muitas cachoeiras, muitos cantinhos

de graça .

Rios e corredeiras.

Meu caminho não tenho pressa de chegar,

Já andei muito a passos apressados,

Hoje ando devagar.

Devagar eu vejo os detalhes. Eu posso meditar...

Pessoas eu vejo correndo, com pressa de chegar...

Só que fico pensando aonde chegar se a pressa nos cega,

Não nos permite  viver, pois a vida a correr, passa como um relâmpago,

Tudo acontece aos trancos e barrancos!

O nosso caminho é mais do que isto, é um caminho  de paz

Tudo que fazemos, se estende para aonde se vai ao partir deste mundo.

E eu tenho um desejo profundo

O desejo de partir do meu caminho,

melhor do que o encontrei.

Se vou conseguir, não sei.

Mas vou fazer de tudo, para que os caminhos percorridos sejam os caminhos do amor.

Não desistas

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Não desistas

          Lívia Dornelles

Se a vida te parece sem graça,

Não desistas!

Se o tempo se arrasta,

Como correntes nos pés,

Não desistas!

Tenhas fé!

Se tudo parece escuro,

Não vês luz no fundo do túnel,

Não desistas.!

Quando o dia não passa,

As coisas não têm a menor graça,...

Mas por isto,

Não desistas!

Quando os amigos partiram, ou a ti parecer

Que nunca existiram,

Não desistas !

Busca refúgio na Luz!

Implora para Jesus!

Aceita as tuas derrotas,

Elas são só passageiras!

Crê, que terás ainda uma vida inteira,

Para tudo em tua vida mudar...

Nada é para sempre!

Temos a eternidade a nos esperar...

Busca no mar, nas estrelas, nas nuvens, no ar...

Não desistas!

Há muita vida a te esperar,

Há muitos que te querem em silêncio,

Sem nada a te cobrar...

E o que é teu amigo,

Jamais vai te abandonar!

Não desistas!

Não desistas de te amar!

Debruça-te ao livro da vida,

Olha tuas páginas,

Tua história!

Que nela Jesus está!

E nele  que está teu amparo,

Para tua vida mudar!

Não desistas,

Podes ter a certeza,

Que toda esta tristeza,

Logo, logo, vai acabar!

Chegou tua vez de ser amada e amar!

 

Mudanças

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Mudanças...

           Lívia Dornelles

Olhe mais para as árvores,

vais ver como se transformam...

Folhas velhas caem naturalmente,

Formando um tapete macio.

Folhas novas trazem um novo colorido nos matizes do verde.

Procura aguçar teus ouvidos,

E perceberás sons que antes estavam em ti adormecidos...

Caminha confiante,olhos erguidos!

Se há alguma lágrima a rolar, que cai, bem devagar...

Adentra aos jardins e verás a magia das flores e seu colorido...

Observa só uma flor se abrindo

E sentirás o milagre da vida surgindo...

Senta ao banco da pracinha, sem pressa,

Repara no balanço onde uma criança brinca num vai e vem

Olha mais adiante e verás um velhinho, em seu manso andar,

A sorrir admirando o alvoroçar dos passarinhos...

Logo saberás o que é sentir-se bem...

Experimenta, bailar, suavemente entre as plantas,

Vais desta forma resgatar, tuas esperanças.

Te permite tudo, neste adeus ao passado.

Não deixa que tuas tristezas impeçam de viveres o presente,

Presente este, que só Deus te permite resgatar !

Nem sei...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Nem sei...

         Lívia Dornelles

Sei lá de onde aqui vim parar...

Nem sei se sei que aqui devo estar.

Sei que atravessei pontes, rios e o mar.

Nem sei aonde eu quero chegar...

Só sei que andei em muitos caminhos a trilhar.

Busquei na fonte água pura.

Para me purificar...

Sei que tentei aos ventos bailar,

Corri estradas , atravessei por entre pedras,

Colhi no campo flores a orvalhar,

Desci desnuda do meu pensar.

Sei que estou andando , vindo de algum lugar...

Nem sei se do luar, , das montanhas, do luar, do céu...

Sei que vivo nesta ciranda ao léu, sempre a rodopiar.

Nem sei me escutam ou conseguem me enxergar, na noite fria  escura.

Meu canto , minha amargura,

Sei que ouço meu chôro silenciar

Nem sei se sou , estou ou vou ficar...

Sei é que vim para tentar me amar.

Nem sei se vou voltar...

 

Nem sei o que pensar

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Bem sei o que pensar

                   Lívia Dornelles

 

Um dia a gente para e se dá conta da vida passando.

São reflexos do tempo, em que vivemos,

De uma juventude ,

Sem nunca nos preocuparmos.

São tempos vividos , sem mesmo sabermos.

O que da nossa vida fizemos...

Passamos a alimentar , um desejo imenso de  amar!

Amar e quem sabe pensar em estarmos sendo amados...

Buscamos lá bem no fundo do nosso ser,

A alegria de viver e dar vida a quem se amou...

E eis que de repente, surge à nossa mente.

Aquilo que nunca  se sonhou!

O amor que se pensava, existir.

Foi só em nosso sentimento  e mente,

Porque , existir realmente, foi apenas um sonho que nunca vingou...

Conta para mim...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor


Conta para Mim...
Lívia Dornelles


Conta para mim...

De onde te conheço...

Por que esta sensação,

Que habita em meu coração,

Conta para mim...

Conta que não te encontrei,

Porque aqui sempre estivestes

mesmo eu sabendo que nunca antes nos vimos..

Conta para mim...

Porque te enxergo em meus sonhos de ontem, de hoje, do futuro...

Conta para mim, de que qual lugar seguro, chegastes,

para embarcar no meu futuro!

Conta para mim, porque tu calas...

Conta para mim...

Desde quando estás no meu coração,

Invadindo minha emoção...

Conta para mim...

Pois assim te vejo, como a um livro, as páginas folhear...

E em cada uma delas,

Encontro meu nome e tu a me chamar...

Meu nome está lá, nas folhas amarelas.

pelos tempos idos...

Abro as páginas ouço o teu grito,

chamas meu nome que em cada uma, lá está escrito...

Conta para mim...

Deste amor tão louco,

Que me inflama a alma,

Enquanto, inerte está meu corpo,

Aguardando tua chegada,

Para que enfim, por ti eu seja amada! 

Conta para mim, que sempre vais me amar...

Assumir Riscos...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor

Assumir riscos...

            Lívia Dornelles

 

O amor tem destas coisas,

Surge de repente,

na vida da gente,

Para se assumir riscos...

Quando entra vem com tudo!

Se torna ardente e profundo.

No coração aberto.

Nada fica como antes,

Tudo muda, se transforma!

O amor tem destas coisas...

Enche a alma de alegrias,

O coração transborda.

Para tudo se sorria,

Para nada há tristezas!

Para o amor, não há fronteiras.

Para o amor, não há barreiras!

Quem ama, sabe bem disto!

Que amar é assumir riscos...

E da gente nunca mais sai.

penetra funda em nosso interior,

Para quem ama tudo  é magia!

Assumir riscos de amor...

Um jeito de AMAR!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor

Um jeito de AMA

Lívia Dornelles

Este é meu dar a ti!

Não passamos o Ano Novo,

Não nos pedimos em casamento ...

Sequer soubemos os nome de nossos pais...

Sentimos o frio na nuca, nos esgotamos de prazer...

Lambuzamo-nos de tesão, olhamos-nos nos olhos, sem precisar palavras...

Mas dormimos encaixadinhos, falamos de nossas vidas...

Sentimos amor.

Estivemos felizes juntos!

Esperar o Amor , AMAR e SER AMADO é o que faz da vida a grande razão de VIVER!

Para dar,  sempre vai se ter a quem e naturalmente relaxar,

tirar o estress, te faz felino(a)...

E amar é ter muito mais do que todos os (dares) ,

AMAR é estar em estado de GRAÇA!

É sentir frio no calor, é pensar vinte quatro horas na pessoa amada e gostar disto, curtir isto!

É tudo aquilo que "dando" , NUNCA poderás sentir!

Quando a noite vem...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Quando a noite vem...
Procura-se o autor

Quando a noite vem.... Traz com ela sentimentos guardados, no fundo do baú...

Baú, que carrega, sonhos esquecidos por nunca terem sido vividos...

Amores nunca correspondidos...

Cheiro de flores há muito murchas e mofadas.

Pelas lágrimas derramadas...

Quando a noite vem traz consigo momentos de perigo...

Nossos sentidos são todos enrijecidos...

Noite de bruxas, duendes e viventes saídos de outros mundos!

Seres incutidos na nossa infância, que do baú, renascem!

Relâmpagos e trovões fazem da noite um eterno pesadelo.

Não nos permitindo sentir descanso com zelo...

Quando a noite vem, parece ser interminável!

Nosso desejo é que ela logo se vá, para que a paz em nós volte a reinar...

Noite, noite traiçoeira, embala nosso sono como estarmos sentados a uma cadeira,

Cadeira de balanço dos filmes de terror que só nos fará respirar

Quando finalmente, o amanhecer chegar!

 

 

Pra você... 2

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor

Pra você...
Lívia Dornelles



Me guardei



na espera de chegares



em lua das quatro luas...



Pra você...



Segredei meus mais lindos momentos!



Pra você...



cristalizei a minha imagem só tua!



Pra você...



eu guardei, as quatro estações...



Do outono, as folhas secas,



para fazer nosso ninho!



Do inverno, as noites frias,



para te entregar meus carinhos...



Da primavera, as flores todas ,



e o canto dos passarinhos...



Do verão toda a brisa quente,



e as espumas do mar...



Todos os sonhos de amor,



Todo o meu despudor...



Pra você, eu guardei!



O meu coração ardente...


O meu corpo incandescente...



Todas as minhas emoções!

Sonhar... 2

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Felicidade

Sonhar...


Sonho e sonho em meus sonhos,


Com o que a vida pode me dar!


Sou Luz, sou Sombra!


Sou sol, sou Lua!


Sou as estrelas a brilhar...


Sou a Luz das manhãs...


Sou aquela que teu corpo


vai abraçar...


Sou vento, sou chuva!


Sou as ondas do mar...


Pra em teus sonhos embalar...


Sou o sereno que molha


as teias pra encantar!


Sou aquela que te envolve


na noite clara de luar!


Sou aquela que te absorve


Com beijo em tua boca...


Sou canto, sou passarinho!


Sou vento a soprar,


arrepiando a tua nuca!


Sou nada e sou tudo!


Sou o sonho que te encanta,


Sou a brisa forte ou branda...


Sou de lá ou de acolá!


Sou amazona veloz,


em teu peito a cavalgar!


Sou moleca, sou brejeira!


Sou aquela que veio ,em sonhos,


pra nunca deixar de te amar!


 


Eu só...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor

Eu só...
Lívia Dornelles


Nada que eu faça


deve ser por puro engano.


nada que eu queira,


deve ser por abandono.


tudo que eu viva,


deve ter amor e alma.


 


O fazer tem que ter um bom motivo.


O querer, deve ter uma vontade.


O viver deve ter intensidade.


O amor deve ser objetivo!

Sentir

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria:

Sentir
Lívia Dornelles


Sentir teu cheiro,


na minha pele, em todo meu corpo,


Sentir tesão!


Pegar o jeito do teu dengo


meloso e farto de sedução...


Fazer contigo coisas malucas!


Te prender em um laço pela tua nuca,


Te fazendo gemer no chão.


te dar o prazer de uma égua chucra,


Que pinoteia de ancas abertas


deixando-se fazer a penetração.


assim eu quero te sentir.


Livre, selvagem, solta e saciada,


em meus flancos ancorada,


Sentir teu prazer


Sentir tua vida em minhas mãos...

Poema do tempo de amar

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria:

Poema do tempo de amar
Lívia Dornelles


Quero no teu corpo nú


partir em escaladas...


pelejar pelas tuas curvas


saciando o meu olhar.


Quero no teu corpo nú,


desbravar tuas entranhas


escorregar pelas montanhas


na maciez da tua pele.


Quero correr pelas tuas voltas


 entre mamilos e o monte de Vênus...


Quero saciar minha sede na tua fonte


com o prazer dos teus prazeres...


Quero sentir minha respiração ofegante


e cair em teus braços abertos


à espera do meu abraço.


Quero o arrepio dos teus pêlos,


Eriçando o meu falo!


Subir , galgar, os teus apêlos...


Te agarrar pelos cabelos


Te fazer gemer .


Soltar o tesão!


Entremeado em tuas coxas,


quero num delírio profundo,


me sentir dono do mundo.


Te entregar minha paixão!

Amizade 147

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amizade

Amizade
Lívia Dornelles

 

Amizade é sentimento profundo!

Daqueles que a gente busca lá no fundo do coração

pra entregar...

È uma entrega sem medos,

É uma entrega sem penas...

Com amigos, a gente chora, ri, brinca e briga!

Não há o que esconder de quem a gente é amigo...

Mas há que se respeitar o amigo como ele é!

Andar lado a lado com ele, nas horas que perde a fé.

Fazer do amigo um valente quando lhe falta a coragem!

Sentir do amigo a franqueza, numa hora de indecisão...

Do amigo a gente não esconde, o quanto lhe ama,

Admira,...Aceita!

Amigos... 4

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amizade
Amigos...
Lívia Dornelles
 

Amigos,

 a gente não guarda,

como se guarda um brinquedo...

Amigos,

 a gente espalha...

não faz deles segredo!

Amigos,

são como pedrinhas,

daquelas da gente enfeitar...

enfeitar os canteirinhos

das mimosas violetas,

que o colibri vem beijar!

Amigos,

a gente abraça,

e num abraço bem apertado

igual ao laço de fitas,

do presente do namorado...

Amor incondicional 10

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Amor incondicional
Lívia Dornelles
 

 

Como te amo,

meu homem!

Como te sinto em mim!

Teu cheiro me alucina!

Teu corpo me fascina!

Tenho-te todo em mim!

Viagem louca e gostosa

Das minhas mãos  em teu corpo.

Da minha boca em tua boca,

Do eu te sentir dentro de mim!

É uma coisa maluca!

Tua língua macia e quente,

Faz o meu corpo fervente!

Num calor incandescente,

ora a rolar pelo chão...

ora...

em lençóis cor de marfim...

 

Como eu te amo,

meu homem!

Se isto vai acabar,

 sei lá...

nem eu quero saber!

Só o que posso pensar,

é que é um amor de enlouquecer!

É coisa pra gente doida.

Mas  tá valendo a pena viver! 

Te esquecer...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Te esquecer...
Lívia Dornelles
 

Como posso te esquecer?

Se estás dentro de mim...

passa o tempo,

as horas no relógio a correr

e eu vendo a vida a passar...

Passo os olhos na janela.

Lá fora , a chuva a cair...

Vejo folhas que tremulam,

E o meu coração a partir...

Partido está com a tua ausência!

Rolam lágrimas a confundir,

Serão os pingos da chuva ?

Que na janela batem para entrar...

São os meus olhos

tristonhos,

à espera do teu retornar!

Como posso te esquecer?

Se dentro de mim,

insistes em ficar...

Quem sabe 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
Quem sabe
Lívia Dornelles
 

Não é segredo, o que eu sinto!

E sinto tanto a dor desta saudade!

Quem sabe o tempo,...

Senhor dos nossos sonhos,

Te faça ver o meu amor por ti.

Quem sabe a vida que em tropeços leva,

Arranque esta maldade,

Esta tua falta da entrega...

Quem sabe o tempo

Senhor das nossas vidas

Te faça ver

o valor da minha espera...

E se voltares, a quem me dera!

Saberás, enfim,

Que o amor a tudo perdoa...

Só por hoje 2

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Carinho
                               Só por hoje

Lívia Dornelles

    Só por hoje,

                    Quero todos os perfumes das flores,

                    Todos os cheiros da mata,

                     Todo o orvalho das manhãs,

                    Todos os raios de sol!...

       

                    Só por hoje,

                    Quero todos os pingos da chuva,

                     Toda a magia do luar!...

 

                    Só por hoje,

                    Quero todas as aves cantando,

                     Todos os pássaros voando

                     Em revoadas no ar!...

 

                     Só por hoje

                     Quero todas as pessoas brincando,

                      Todas as crianças sorrindo,

                      Todos os velhos amando!...

 

                      Só por hoje,

                      Quero todas as árvores florindo,

                      Todos os rios salttaindo,

                      Entre as pedras a rolar...

 

                     Só por hoje,

                     Quero todas as ondas do mar

                     Quero a paz do teu carinho

                     Fazer do teu colo o meu ninho

                     Me aconchegar em teu seio,

 

                     Só por hoje,

                     Desejo a vida por inteiro!

                     Não quero perdê-la ao passar!...

Êxtase

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria:
                                   Êxtase

  Lívia Dornelles

 

 Sentir a tua boca molhada e quente

                      Exalando cheiro de fruta madura...

                      A voz rouca sussurra ardente,

                      Gemidos lânguidos de pura ternura.

                      Sorriso franco nos lábios carnudos,

                      Me deixam louca, me dão tesão!

                      Meu corpo exala um frescor

                      Ardente, diante de tanta paixão!

                      Encontro-te pronto à minha frente,

                      E te admiro por um instante,

                      Mergulhando profundo

                     Como num espelho,

                     Adentrando aos apêlos do coração.

                     Não domino mais os meus sentidos...

                     Tenho o corpo trêmulo de emoção.

                     Cambaleio trôpega ao teu encontro

                     Me entrego inteira  à tua espera...

                     Torno-me escrava da tua sedução.

Depende de ti

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
                                    Dependi de ti

Livia Dornelles

   O que procuras, depende de ti.

                  Alguém de beleza externa,

                  Ou alguém belo internamente?

                  Se procuras a beleza,

                  Busca-a no interior das pessoas,

                  Pois a beleza da imagem,

                  Nem sempre combina

                  Com aquilo que sonhas...

                  Se procuras a verdade,

                  Busca-a em tuas atitudes...

                  Se procuras o respeito,

                  Demonstra o que trazes contigo!

                  Se procuras sabedoria,

                  Usa a humildade.

                  Se procuras a amizade,

                  Dá  a tua em todos os momentos,

                  Que receberás apoio nos momentos difíceis.

                  Se procuras companheirismo,

                  Encontrarás em quem te aceita como és.

                  Se procuras a felicidade,

                  Acredita nela!

                  Se procuras o amor,

                  O encontrarás nas pequenas coisas.

                  Aceita-o de quem te oferece,

                  Sem te pedir nada em troca...

                  Se procuras a paz,

                  Eleva teu pensamento

                  Pois Deus está sempre atento,

                  Sempre ao lado de nós...

Procura

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
                                      Procura

  Lívia Dornelles

    O que procuras...

                        Vai depender de ti.

                         Alguém de pura beleza externa,

                        Ou alguém belo de interior?

                         Se procuras a beleza,

                         Busca-a dentro das pessoas,

                         Pois a beleza da imagem,

                         Nem sempre combina com o que você sempre sonhou...

                         Se procuras a verdade,

                         Busca-a na simplicidade

                         Se procuras o respeito,

                         Apresenta o que carregas contigo,

                         Se procuras a  amizade,

                         Encontrarás certamente,

                         Em quem te apoiar nos momentos difíceis!

                         Se procuras companheirismo,

                         Encontrarás em quem te aceita como és...

                         Se procuras a felicidade,

                         Acredita nela!

                         Se procuras o amor,

                         Aceita-o de quem te oferece

                         sem te pedir nada em troca...

                         Entrega-te por inteiro

                         Sendo realmente, verdadeiro!

Clareza do espírito

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
                             Clareza do espírito

Lívia Dornelles

   Sou matéria

                  servindo ao espírito.

                  Venho de outras existências

                   Concentradas na minha essência...

                   Sou centelha divina!

                   Procuro a paz do meu amor.

                   Busco ter Felicidade e

                   Distribuí-la à vontade!

                   Carrego na minha bagagem

                    A companheira Bondade.

                   Sou atenta e vigilante

                   Das limitações que trago em mim,

                   E jamais esmoreço  frente às dificuldades...

                   Pois desta existência tenho aprêço.

                   Sou responsável pela matéria

                   Que a mim foi emprestada.

                   E dela guardo com zêlo

                   O que a mim foi confiado

                   fazendo da minha passagem

                   Um templo de luz, de amor, de coragem.

Felicidade 63

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Carinho
                                        Felicidade

      Lívia Dornelles

 Não importa o tempo que vai durar!

               Encontro-me em estado de Graça.

               A tudo que vejo,

               Encontro uma Luz!

               Luz dos teus olhos no meu olhar...

               O teu sorriso, na minha boca!

               O teu corpo sobre o meu...

               A tua alma junto a minha...

               Extasiada estou por inteiro,

               Estou feliz!

Carinho virtual 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Internet
  Carinho virtual

  Lívia Dornelles

  É tão boa esta convivência!

                    É tão fácil fazer amizades!

                     O mundo é de encantamentos.

                     Sonhos, felicidade.

                     Amor sem identidade!

                     Fantasias em turbilhões,

                     Levam ao mundo das paixões!

                     São tantas palavras, tantas pessoas...

                     Tantas escolhas!...

                     Tantas revelações!

                     É um mundo de fascinação!

                     porém não podemos esquecer,

                     Que através da telinha,

                     Somos gente! Temos sentimentos!

                     E com estes não podemos brincar!

                     Muitos chegam, muitos partem

                     E se partem corações!

                     Vazios tomam conta

                      Solidão se apossa

                     Daqueles que não a desejam,

                     Mas que se instala,

                     Cruel e sem piedade

                    Pois o que mais temos que cuidar

                    É de não magoar alguém...

                    Precisamos aqui distribuir e receber,

                    Somente felicidade!

Redemoinho

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
                                    Redemoinho

 Lívia Dornelles

   Na vida a gente passa,

                    Tal o mundo, a girar...

                    Pensando muitas vezes,

                    No que estão os outros de nós

                    A pensar!...

                    E assim vai a nossa vida passando

                    Em redemoinho, a rodar.

                    Tal qual a roda gigante,

                    Dando voltas no ar...

                    Pensamos saber voar...

                    Mas sempre voltamos da roda, ao mesmo lugar...

                    Passamos muito tempo

                    Tentando a vida driblar...

                     Perdendo tempo e a vantagem

                    De sermos, quem sabe,

                    Mais felizes, sem nada apressar!

                    Quem passa na vida girando,

                    Perde a oportunidade de amar

                    Não vê o amor chegar.

Descoberta 3

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor
                                        Descoberta

 Lívia Dornelles

   Descobri que amo!

                        E como!...

                        E te amo.

                        Te amo tanto!

                        Desde sempre.

                        Desde ao dormir,

                        Até ao acordar!

                        Entre os meus sonhos e os dias a passar...

                        Descobri,

                        Que não vou deixar de te amar!

                         Descobri no teu rosto

                        As cores do dia,

                        Descobri no teu corpo o calor nas noites frias...

                        Descobri que te quero todo!

                        Fazendo desta posse

                        O teu ser, minha estrela guia...

                        Descobri que és meu

                        E sou toda tua!
Carregando