Poesias e Mensagens Virtuais

Mensagens de tania mara moreira coelho

Amigo 120

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amizade

Amigo
Procura-se autor

 

Durante toda minha vida,
muitas pessoas passaram por mim,
dia após dia.
Mas somente algumas dessas pessoas,
ficarão para sempre em minha memória.

Essas pessoas são ditas amigas,
e as levarei para sempre em meu coração,
às vezes pelo simples fato de terem
cruzado meu caminho,
às vezes pelo simples fato de terem dito
uma única palavra de conforto quando eu precisei.
Às vezes por ter me dado um minuto de sua atenção,
e me ouvido falar de minhas angústias,
medos, vitórias, derrotas...

Às vezes por terem confiado em mim,
e me contado também seus problemas,
angústias, vitórias, derrotas...
Isso é ser amigo: é ouvir, é confiar, é amar.
E amigos de verdade,
ficam para sempre em nossos corações,
assim como as pegadas na alma, que são indestrutíveis.

À você meu amigo:
você é muito especial e importante para mim.
Eu te adoro muito.
Sua amizade para mim tem um valor enorme,
e nada que eu possa dizer à você,
pode ser tão especial ou mais significativo
do que sua amizade para mim.

Oração de uma viciada

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Especial
Mensagens e poemas
                                                         


Oração de uma viciada

Tania Mara Moreira Coelho


Senhor, meu Deus.
Em nome de seu filho Jesus,
por caridade e necessidade,
vos peço.
Dái forças para que eu pare de fumar.
Peço também à meus guias
protetores, que enviados à terra foram por ti,
para que me guiassem,
no melhor caminho possível,
que me protejam, e não me deixem cair em tentação.
Não deixai que eu coloque, mas nenhum cigarro em minha boca,
não deixai que a vontade, que eu sei que virá,
possa me dominar.
Senhor, me abençoe,
Senhor, cubra-me com suas bênçãos.
Senhor, é uma viciada, que vos pede,
que vos implora,
em nome de seu filho amado Jesus.
Amém.

                         

Minha filha 2

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Desculpa
 Minha filhaMensagens e poemas

Tania Mara Moreira Coelho
Por perdão,... desculpas,
é que vou começar,
esses versos ou poesia,
sei lá no que vai dar.

Me cobras amor,
diz que não fostes amada por mim.
Engana-se em seus devaneios,
meu pequeno querubim.

Amo-te à meu modo,
modo, que tive de encontrar,
Pra na vida de mãe e filha,
poder-mos contracenar.

Não sei o que fizemos,
uma à outra, em vidas passadas.
mas agora tenho certeza,
voltamos pra resgatar.

Por isso eu peço agora,
filha de reencarnação,
quebre a redoma que à envolve,
e deixe falar seu coração.

Perdoa os erros cometidos,
por este espírito imperfeito,
que nesta vida está tentando,
fazer as coisas direito.

                                Mensagens e poemas   te amo muito minha filha. Mensagens e poemas

 

Meu filho 4

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Criança
Meu filho

Tania Mara Moreira Coelho

Se eu começar a falar sobre você
espaço, não vai haver,
mas com poucas palavras
Vou aqui te descrever.

És meu sangue, és minha carne.
És um milagre concedido por Deus.
És um anjo que veio à terra,
para alegrar os dias meus.

Agradeço a Deus
Por ter sido a escolhida
Para carregar em meu ventre
tão sublime e linda vida.

Te amo muito meu filho.

Oração pela noite

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
Oração da noite   

                         



Boa noite Pai. Termina o dia e a ti entrego meu cansaço.
Obrigado por tudo e... perdão.
Obrigado pela esperança que hoje animou meus passos, pela alegria que vi no rosto das crianças;
Obrigado pelo exemplo que recebi daquele meu irmão;
Obrigado também por isso que me fez sofrer...
Obrigado porque naquele momento de desânimo lembrei que tu és meu Pai; Obrigado pela luz, pela noite, pela brisa, pela comida, pelo meu desejo de superação...
Obrigado, Pai, porque me deste uma Mãe!
Perdão, também, Senhor!
Perdão por meu rosto carrancudo;
Perdão porque não me lembrei que não sou filho único, mas irmão de muitos; Perdão, Pai, pela falta de colaboração e serviço e porque não evitei aquela lágrima, aquele desgosto;
Perdão por ter guardado para mim tua mensagem de amor;
Perdão por não ter sabido hoje entregar-me e dizer: 'sim', como Maria.
Perdão por aqueles que deviam pedir-te perdão e não se decidem.
Perdoa-me, Pai, e abençoa os meus propósitos para o dia de amanhã, que ao despertar, me invada novo entusiasmo; que o dia de amanhã seja um ininterrupto 'sim' vivido conscientemente.
Boa noite, Pai. Até, amanhã.
Amém.



Pequenas lembranças

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Autores

 Pequenas lembranças


Edson Marcos Coelho



AUTOR :  EDSON MARCOS COELHO



Quem é que não tem guardado,



um objeto qualquer.



que a mulher lembra um homem,



e o homem, à uma mulher.



 



um lencinho, uma foto



um anel, ou uma pulseira



que são pequenos retalhos



de uma união certeira.



 



Ou uma bonita carta



pelo tempo amarelada,



são gratas recordações



de uma pessoa amada.



 



Uma simples melodia



ou um belo poema escrito,



fragmentos de um amor



que foi um modo esquecido.



 



São lembranças pequenas



que nos alivia os ais



ao recordar-mos instantes,



que foi e não volta mais.


 

Doce irmãzinha

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Especial

Doce irmãzinha


 Edson Marcos Coelho


Oh! doce irmãzinha, que tanto estimo

peço-te desculpas na observação.


Se me empolgo quando estou falando,


é porque não posso conter a emoção.


Dentre as coisas belas, que almejei na vida,


não em tocá-los, mas somente  vê-los,


sinto em saber, que não mais conservas


a rara beleza, destes teus cabelos.


Toda meiguice, todo seu encanto


ficou deveras bem ameaçada,


Os teus cabelos, que eu amava tanto,


dói em mim saber, já não existe nada.


Como era belo, ver corre-los soltos,


qual tão fina seda, de tão negro véu


esvoaçante, no frescor da brisa,


qual leves plumas, que vagava ao léu.


Resta um consolo ao pobre poeta


Pois até que tudo não foi tão atróz.


Dos teus cabelos, hoje nada resta,


mas como é bom tê-la entre nós.

Chuva de paz

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
Chuva de paz

Edson Marcos Coelho



Senhor Deus, pai  bondoso.


Rei dos Reis onipotente,


Pai de Cristo, o nazareno


guiai os passos da gente.


Eu vos peço nesta hora,


com os joelhos postos em terra,


derrame chuva de paz,


aonde exista guerra.


Não deixai Senhor bondoso,


te peço por caridade


que se perca inutilmente,


nossa bela mocidade.


Que com o passar dos tempos,


ainda um tanto extraviada,


no mundo louco dos tóxicos,


com a cabeça virada.


Dai calor à quem tem frio,


saúde para os doentes,


segurança à quem titubeia,


em agir corretamente.


Creio em ti mais do que nunca


em todo lugar  que for,


Creio em Deus o homem justo,


pois ele é paz e amor.


A flor que me deste

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Geral
A flor que me deste
Edson Marcos Coelho




Dentre as flores do jardim

que sonhei pra mim um dia,

tinha flores muito belas

que pensei, jamais veria,

porém hoje lhe confesso,

como estas, não existia.

Eram as flores mais lindas

Docemente coloridas.

Que perfume sem igual,

jamais vi na minha vida,

mas não tinha a ternura

como destas oferecida.

É verdade, a flor se murcha,

dentro em breve se acaba.

Mas o prazer de quem as ganha,

permanece, não se apaga.

Por mais tempo que vivamos,

não nos deixa a mente vaga.

Se eu viver milhões de anos,

o teu gesto lembrarei,

se eu morrer agora mesmo,

na lembrança levarei.

E para os anjos lá no céu,

estas flores mostrarei.





Itaquitanduva

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Natureza

Itaquitanduva
Edson Marcos Coelho 



                    

  Oh! Itaquitanduva, quero eu falar de ti


do aconchego, do encanto,


das coisas belas que vi.


Receba estes simples versos,


que enfeitiçado escrevi.


Lugar calmo, encantado


Oh doçura sob a serra,


és um pedaço do céu,


que o bom Deus deixou na terra.


O teu vento fresco, que roça meu rosto,


que me traz o gosto ameúde de sal,


e as ondas sonoras, sob o matagal.


Enormes palmeiras, que balançam ao vento,


que sugam o sustento da terra embebida.


Tão cheia de flores, tão cheia de graça,


tão cheia de encanto, tão cheia de vida.


Alegres cigarras, em grande algazarra,


fazem sua farra no meio do dia,


misturam seus cantos, ao soar das ondas,


e juntas estrondam em linda sinfonia. 



Menina 8

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
Menina
Tania Mara Moreira Coelho

 


             Menina pura e ingênua


             de sua alma verte poesia,


             na espera de um príncipe encantado


             com pressa e muita alegria.


 


             Eis que surge em sua vida


             um rapaz muito atraente,


             que a ingênua menina,


             não tira de sua mente.


 


             E com gestos de carinho


             e palavras de emoção,


             ele conquista num só golpe,


             mente, corpo e coração.


 


             Só Deus sabe o desfecho,


             Que essa história se dará,


             Porém peço ao Senhor,


             as meninas não desamparar.

Meus dois amores

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Comemorativa
Meus dois amores
Edson Marcos Coelho


Vejo em ti pequena criança,


que estás para nascer por estes dias,


um motivo maior de esperança,


um esplendor de encantada alegria.


Sinto em ti um prazer muito grande,


pois meu sonho, tornou-se realidade,


hoje sim sou um homem completo,


mergulhado em felicidade.


Se acaso ver em meus olhos,


uma lágrima, já saibas porque.


É emoção, prazer e alegria,


Porque tenho mamãe e você.



Oração de um poeta

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Paz
Oração de um poeta
Edson Marcos Coelho

Obrigado meu Senhor,
por tudo que me fizeste.
Me dando olhos sadios,
para que em forma de teste
eu saiba aproveitar
a inspiração que me deste


Fazei com que nuca falte,
motivos pra fazer versos.
Que eu descreva a natureza,
com beleza e com sucesso.
Por favor Senhor me atenda,
tudo isso que eu lhe peço.


Por favor Senhor perdoe,
o mal que se faz na terra.
Sei que o Senhor se entristece,
quando um ser humano erra,
espalhando a violência
e os rumores de guerra.


Porém no tocante à paz,
eu tenho muita esperança.
Pois depois da tempestade,
logo atrás vem a bonança.
daí então poderemos,
sorrir-mos como crianças.


Rei dos reis eu lhe agradeço
com alegria e franqueza,
Por ter feito esse mundo
salpicado de beleza,
com sentimentos poéticos,
da doce mãe natureza.


chego ao final destes versos
que escrevi com carinho,
deitado em minha cama,
tão solitário e sozinho.

És tu

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Geral
És tu
Edosn Marcos Coelho

És tu, que me deixas louco


diante de teu desprezo,


que me faz falar sozinho


mordido pelo desejo.


És tu, que tanto tortura,


um coração combalido,


dentro de um peito magoado,


tão tristonho, tão sofrido.


És tu, que tens mãos,


tão belas, tão pequeninas,


as sagas, com as quais produzem,


a dor que me desatina.


És tu, que me faz um cego,


que chama tua presença.


Resolva de vez por todas,


se me mata, ou me dá clemência.


E Deus disse à mulher

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
E Deus disse à mulher
Tania Mara Moreira Coelho

   Mulher, tú és querida,

   e por mim abençoada,

   e com o dom da maternidade,

   te farei eternizada. 

 

   De mãe serás chamada,

   pela vida que seu ventre gerou.

   Orgulho, será seu nome.

   Porque amarás, como nunca amou.

 

   Infeliz será a mulher,

   que num ato translocado,

   arrancar do ventre um filho,

   que por mim foi enviado.

 

   Seu espírito sofrerá.

   Por muito e muito tempo,

   até que ela se perdoe,

   e seja perdoada por seu rebento.

Exaltação à 18 de Julho

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Carinho

Exaltação à 18 de Julho
Edson Marcos Coelho



Quero dos beijos guardar
O prazer como lembrança
O calor como poesia
E as juras como lembranças.
Quero do teu corpo quente
Guardar todo na memória
Pra depois em belos versos
Relatar as nossas glórias.
Quero guardar os momentos
Sem alarde,sem barulho
Pra que jamais esqueçamos
Desse dezoito de julho.
Hei de lembra-lo triunfante
Por todo canto onde for
Por que dezoito de julho?
'Dia Mundial do Amor'.

Carregando