Poesias e Mensagens Virtuais

Mensagens de Adriana Corrêa Mallet Rangel

Faz tanto tempo...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Saudade
Faz tanto tempo...

Que só te vejo em meus sonhos.
Que meu sorriso amarelou,
como uma antiga foto em preto e branco...
Os dias e as noites são iguais...
A vida se tornou uma reta interminável,
tudo está no mesmo lugar...
Mais uma dor muda, permanece em meu olhar!
Você é meu Anjo!
Ainda sinto o frescor de suas asas em minha sombra...
Então olho ao redor, mais não te vejo...
Sou eu apenas pensando alto e com o coração...
Faz tanto tempo que tento te esquecer,
mas meu traiçoeiro coração bate lentamente de amor...
Não consigo apagar essa ínfima chama de esperança...
Então sigo, sem vida sigo,
a muito tempo sem você.

O tempo 26

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Amor
O tempo

Adriana Mallet

Me aprisiona
Recorto cenas que vivi com você
Espero
Seu amor me preenche
A saudade me enlouquece
O tempo não passa
Ouço o som da sua voz
Em meu coração
A sussurrar
Promessas
Apostei tudo que tenho
Em nós dois
Nesse novo amor
Que se fortalece na distância
O tempo não conseguiu
Apagar nossa história
Que segue
Escrita com letras de ouro
Nas páginas de nossas vida
Segredos tão nossos
Que alimentam minha esperança
Hoje não há dor
Nem tempo impossível
E sim o tempo de nós dois
Você é tudo que sempre desejei
E através desses versos
Declaro pro mundo
O quanto te amo
Que nem o tempo
Nem a distância
Vão fazer
Eu desistir desse imenso amor

Distância 18

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Saudade
Distância

Adriana Mallet

Olho pela janela o horizonte
Vejo gotas de chuva
que se confundem com
as minhas lágrimas
E percebo que nem a distância
e nem a tristeza me faz esquecer você
Sinto sua falta
Do seu cheiro
Seu beijo
Quero você
Um grande amor
não morre
e nem se perde na distância
Ele espera
Paciente
Ele aumenta
E alimenta
meu coração solitário
Sangrando vou esperando
Você me ligar
Ou retornar algumas linhas
Vejo seu rosto
Sonho
Que breve estaremos juntos
Quero senti-lo em minha pele
E devolver num abraço
Todo amor que lhe tenho
Dos seus lábios
Quero matar a sede
da saudade que ficou
E absorver do seu corpo
todo carinho
que a distância
não deixou eu demonstrar
E lhe dizer ao ouvido
Que nem o tempo
E a distância
Vão fazer eu te esquecer



Estou cansada!!!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Reflexão
Estou cansada!!!

Adriana Mallet

De ser subjulgada
Apedrejada
Maltratada
Basta
Quero ser fora da 'lei'
Quero ser livre
E não só em pensamento
Poder agir como bem entendo
e assumir minhas consequências
Meu peito aperta
Quero gritar
Xingar
Reclamar
Quero Paz
Tô cansada
De viver coagida
Impedida
De esconder sentimentos
De chorar minhas mágoas escondida
De me calar
nas horas que quero falar
Tô cansada
Quero poder sofrer em paz
Viver sem guerra
Amar loucamente
Quero ser feliz
Quero quebrar a cara
e juntar os cacos
Quero sorrir
sem ter que dizer o porque
Quero calar na minha solidão
Quero gemer nas minhas euforias
Minha felicidade
é como uma borboleta
que teima em não sair do casulo
Quero exorcizar meus demônios
E liberar o anjo que há em mim
Sinto um gosto triste
nas lágrimas que teimam em rolar
no meu rosto a fora
Quero apenas ser eu
Me sinto afundar
em um mar de silêncio
E ninguém ouve
Grito por socorro
E minha voz não alcança seu coração
fica
é só um desabafo
Tô cansada


Sozinha 8

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Saudade
Sozinha

Adriana Mallet

Agora estou
Meus pensamentos me levam à você
A saudade aperta
Não quero seguir sozinha
Preciso
E quero você
Ainda luto
De luto
Sigo
Na esperança de te ter
Só pra mim
Penso
Será que esse amor ainda mora em nós
Sua ausência me deixa insegura
Só sinto calor nos seus braços amor
Sinto o sabor da vida nos seus lábios
Me sinto
Sem sua voz
Sem seu amor
Sozinha
Vem
Não demora
Estou
Sozinha


Brigas e desconfianças!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Reconciliação
Brigas e desconfianças

Adriana Mallet

Acredito,
que te amo,
que te quero,
E sou sua...
Mais duvido,
do seu amor,
do seu querer,
e que és meu...
Brigas...
Palavras que magoam...
Desconfianças...
Pranto e solidão...
Você por vezes,
me deixaste só,
e fez pouco do meu amor...
Eu louca,
assumi riscos,
corro perigo,
Tudo pelo seu amor...
Você sem motivos,
não confia em mim,
me enche de desculpas,
e não se entrega pleno,  ao nosso amor...
Eu te amo demais!
Você brigou comigo...
Eu sofro e choro!
Você segue na sua altivez...
Entre brigas e desconfianças,
não suporta um grande amor...
O amor é como uma flor,
precisa ser regado,
para florescer no jardim do coração!
E eu preciso de você,
pra ser feliz!
Preciso da paz,  que seu olhar  traz,
ao meu sôfrego coração...
Trazendo luz e felicidade,
ao jardim da minha alma,
que de atormentada,
sofre com seu silêncio...
Olha nos meus olhos,
e diz que não me quer mais?
Teimosa, ouço a  voz
do meu coração...
E num sussurro desesperado,
grito seu nome,
Volta pra mim!!!
Se seu amor é verdadeiro,
se dissipará do seu coração,
as nossas brigas e as suas desconfianças...
E prevalecerá o nosso amor!
Eu ainda acredito em nós!

Por que meu coração ainda é seu!


Por favor! 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Desculpa
Por favor!

Adriana Mallet

Oi, sou eu!
Se por acaso, 
eu errar com você,
me perdoa!
Hei!
Se meus olhos não brilhar,
quando te vejo passar...
Por  favor, entenda.
É pela distância,
que se estabeleceu entre nós...
Sinto saudade de você!
Olha!
Se seguirmos,
caminhos diferentes...
Por favor!
Atravesse a calçada,
e segure em minhas mãos,
pra seguirmos juntos!
Se não der certo...
Pense, por favor!
Que do outro lado da porta,
há alguém que,
Erra...
Sofre...
Se perde em conflitos...
Mais que tem um grande
coração e,
nele cabe você todinho!
Numa tentativa desesperada,
de reparar um mal,
renuncio a esse amor...
Me perdoa...
Por favor!
E não se esqueça...
O quanto amo você!
Até um dia!
Seja feliz...
Por favor!




Minha oração!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Religiosa
Minha oração!

Adriana Mallet

Senhor!
Me sinto só...
Me afastei de ti...
As pedras no meu caminho,
se tornaram em grandes montanhas,
e não consigo removê-las...
Sinto sua falta Senhor!
Sua presença, sua Paz!
Tu falavas comigo...
Através do canto dos pássaros...
Através do céu azul...
No sorriso dos meus filhos...
No ar que respiro...
Deixei que as circunstâncias,
me afastassem de ti, Senhor!
Já não oro mais...
Tu falavas comigo no silêncio...
Sua paz renovava minhas forças!
Seu amor me enche de coragem!
Abre os braços Pai,
e me recebe como filha pródiga!
Me preenche de novo,
com, seu grandioso amor!
Seu amor é meu bem maior!
Me sinto só e vazia,
sem sua presença Deus!
Me lanço na busca, 
de te encontrar novamente,
meu único Senhor!
Deus meu, olhe pra mim!


Simples desejo 2

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Amor
Simples desejo 

Adriana Mallet


Você é meu maior desejo !


É tudo que me faz sonhar!

Seu amor preenche lacunas vazias em meu peito!

Minha vida só faz sentindo quando você sorri pra mim...

Ouço sua voz, e meu cansado coração bate mais forte...

Mais a distância, inimiga constante me faz sofrer ...

A saudade que sinto de você me devora pouco a pouco...

Sobrevivendo, sigo longe de você...

Nem mesmo a distância e os obstáculos da vida  me farão desistir desse lindo  sonho,

que é a razão do meu viver!

Você deu sentido a minha vida,

És as estrelas do meu céu em negrito...

Amar você é sentir os raios do sol,

em minha pele fria que regenera minha solidão!

Você é meu bálsamo de amor!

É a melodia da minha canção!

Tenho um simples desejo...

Que nosso amor se eternize,

nas páginas de nossa história!

Que nossa porção do amor contagie o mundo, nesses versos que te dedico!

Você é meu sonho de amor! 

A gente esquece...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Amor

A gente esquece...
Adriana Mallet


 


Em silêncio,
sinto solidão...
Mais meu amor
se revela inefável!
Brigas...
Ausência...
Distância...
Meu grito preso na garganta...
Duvidas sem fim...
Meus olhos contemplam seus olhos!
Então entendo, que você
É meu motivo de existir!
Dores, dissabores se dissipam...
A gente esquece...
Na volúpia dos nossos corpos,
Não há pudor...
É pura emoção!
É amor!
É tesão!
Nossa colorida paixão...
Em seus braços,
Esqueço o frio latente
que a solidão deixou...
Em seus lábios me perco!
Com nosso amor,
Enlouqueço...
Ai esqueço...
E agradeço,
Por esse distante amor.





Esperança 23

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Felicidade
Esperança

Adriana Mallet

De um dia sorrir...
De olhar o pôr-do-sol e sentir 
o seu silêncio regenerador...
Quero sentir o perfume das flores...
E absorver toda paz que vem de Deus!
Quero dar asas aos meus sentimentos,
em tão fino papel!
Externar minhas alegrias,
soltar minha euforia
e dizer consegui!
Venci meus desafios,
ultrapassei meus obstáculos,
mas graças à Deus,
não feri ninguém!
Realizar meu lindo sonho de amor...
Amor pela minha vida querida,
que tem sido tão sofrida,
com longos dias de solidão!
Quero me abster de toda dor...
E ver renascer em meus olhos,
o brilho da esperança,
que dias melhores viverei!



Silêncio 14

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Amor
Silêncio

 

Adriana Mallet

No silêncio sinto você...
Desejo você...
Absorvo você...
O silêncio é restaurador,
Pra curar a dor da saudade,
Relembrar momentos só nossos...
No silêncio reflito sobre nosso louco e insano amor!
Ouço suas palavras em minha mente,
Quero te ter...
Mais é só silêncio...
Sei que estas perto de mim,
Seu amor me consola,
Nas noites frias e silenciosas,
Onde a cidade adormece,
Nosso amor floresce,
pelos escombros escuros dos problemas,
que aparentemente nos distância...
Mais no silêncio de tudo,
nossa união se solidifica...
Quando estamos juntos,
não há silêncio,
mais o som da alegria,
dos nossos corpos nus,
do sussurrar de nossos desejos saciados...
Não há silêncio em nós!
Mais aqui sozinha, no meu silêncio
me delicio com suas lembranças
e percebo o quanto te amo!
Silencio meu saudoso coração,
dos momentos sem igual que vivemos,
e ainda vamos ter...
O silêncio alimenta minha alma,
e acalma meu ser...
Adormeço nos braços do silêncio, 
saciada com a imagem do seu rosto,
refletida em minha memória!



Destino! 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Vida
Destino!

Adriana Mallet

Já é noite; estamos tão próximos, e ao mesmo tempo tão distantes...
Distantes pelos problemas;
Pela solidão;
Por Paredes;
Pela vida!
Vida, que traçou caminhos diferentes para nós dois!
Sinto sua falta!
Quero seu beijo!
Um abraço apertado!
Preciso sentir seu cheiro!
Ouvir sua voz, dizendo que ainda me ama!
O que alimenta meu amor por você, são as lembranças, só nossas, e tão vivas em minha memória!
Meu corpo estremesse só de pensar, em suas mãos sobre mim!
Penso no contorno do seu rosto, tão amado por mim; que suavemente beijo quando estamos juntos...
Nosso Amor resiste, e sobrevive a tudo e a todos!
Somos sobreviventes de uma guerra!
Da guerra da vida!
Te amo!


Acabou!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Rompimento
Acabou!

Adriana Mallet

Nosso Amor, Acabou!
O que era pra ser, uma linda história de Amor, acabou!
É como uma linda fábula com final infeliz!
O que poderia ser um Amor infinito, virou poeira cósmica, perdida no infinito!
À mercê das desculpas da vida, nosso amor pereceu!
Acreditei em você, no que vivemos, mais acabou!
Você foi covarde!
Desistiu de mim!
Mais mesmo assim me olha, com ternura;
Não me olha!
Sinto que vou desmaiar!
Seu amor acabou, mais não o meu!
Preciso de você!
Com urgência, preciso respirar, estou sufocada!
Meu coração partiu-se em mil pedaços...
Sinto dor, na alma, me sinto sem ar!
Acreditei em você!
No que tinhamos, no que sentíamos, no que vivemos...
Acabou!
Simplesmente acabou!
Não posso simplesmente arrancar você da minha vida...
Como se tira um coração? como se transpassa a alma do corpo, e a transporta pra longe?
Vou morrer se ficar sem você!
Não me deixa!
Fica comigo!
Ainda Te Amo!
Preciso do teu cheiro, do teu gosto na minha boca...
Como acabou?
Se não sei, ficar sem olhar você!
Ainda Te Amo!

Saudade! 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Saudade
Saudade!

Adriana Mallet
Quanta saudade amor meu!
Preciso ouvir o som da sua voz...
Vem, fala comigo...
Diz que ainda me quer,
Que foi apenas um engano nossa separação!
Te amo tanto!
Meu neném,  meu menino, meu lindo amor!
Meu docinho!
Sinto falta de tocar seu rosto,
Teus lábios com meus lábios,
Teu corpo no meu,
Teu cheiro gostoso,
Teu abraço apertado...
Vem calar a sede que meu corpo tem no seu!
Vem sacia meu amor, com seu sorriso sincero!
Tuas mãos entrelaçadas nas minhas...
Teu corpo colado no meu!
Sinto saudade, das loucuras que fizemos...
E só nós dois sabemos...
Ainda te amo tanto que sofro a cada minuto dos meus dias!
Meu coração sangra quando te vejo, e não te tenho!
Vejo como ainda me olha,
Me sinto nua!
Me sinto  tua!
Pra sempre, vou te amar!
Eterna saudade... 
De você amor!

Ao amigo!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Amizade

Ao amigo!
Adriana Mallet

Minha amizade por você nasceu de um grande amor, que não vingou!
Os problemas da vida nos separou...
Mas nossa amizade se mantém de pé!
Preciso ouvir sempre sua voz, sua amizade ecoa por minha vida; 
Minhas atitudes; minhas emoções!
Sua palavras de força e carinho, enternece e consola meu coração!
Os segundos longe de você,
Se tornam uma eternidade de dor e solidão!
Ainda assim sigo em frente...
Acreditando que essa etapa de nossas vidas, é apenas um aprendizado!
Que tudo ainda, é possível!
Transformar nosso amor em amizade...
É um processo sofrido...
Pois o amor e  a paixão, acendem a vida,
De uma forma plena e inigualável!
A amizade é um tipo de amor silêncioso,
E de palavras vivas de esperança!
Em cada lágrima derramada por nosso amor perdido;
Construo um rio de amizade, para saciar a sede do meu coração...
Enfraquecido pela distância de nossas vidas!
Bem vindo amigo!
As portas do meu coração, sempre vão estar abertas para você!
Conta comigo!
Enquanto fôlego de vida eu tiver...
Serei seus olhos; sua voz!
Estou aqui amigo!
Nossa amizade será eterna!
E o meu amor também!


Meu choro

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Saudade
Meu choro
Adriana Mallet
Eu choro, e minhas lágrimas a rolar por minha face,
Como se toda a dor da minha alma,
Se dissolvesse  por minhas entranhas!
Quanta dor em meu peito...
Meu lamento, é ouvido como o canto  dos pássaros;
Meu choro solitário, por entre as paredes do meu quarto...
Meu canto mudo, em meu peito a naufragar,
O amor  que dividíamos...
Então eu choro, sem ninguém vê!
Traçamos caminhos diferentes...
Novas jornadas sem razão de ser...
Novas diretrizes de nosso amor que findou!
Eu choro, sem você vê!
Eu sofro por não te ter!
Eu morro por você!
Findo meu lamento, sem esperanças,
Meu choro, ainda preso na garganta...
Me faz adormecer!


Meu verdadeiro amor!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Amor
Meu verdadeiro amor!
Adriana Corrêa Mallet Rangel
Você despertou amor em mim,
seus doces beijos eternizados em minha boca...
Lembranças de uma forte paixão,
que virou amor!
Avassaladores desejos de possuir você,
dentro de minh'alma!
Guardar momentos desse  sôfrego amor!
Que desperta o mais profundo de meu ser!
Você pode, eu não posso te esquecer!
Meu amor eternizou  meus sentimentos por você!
Sinto; desejo; quero você...
Em minha vida, em meu paradoxal sonho de amar!
Desejo saciar a fome de viver esse inefável amor!
Vem colher as lágrimas do meu cansado coração!
Que acredita, na verdade desse sentimento que me devora...
Vem não desista; eterniza esse momento da vida;
e abre o caminho do amor pra nós dois, vem me amar!

A lua e a estrela!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Amor
A lua e a estrela!
Adriana Corrêa Mallet Rangel
Quão doce e belo é o céu!
É o jardim da minha alma!
A Lua é você; com suas fases diversas e,
Inigualável beleza, força e orgulho!
Eu sou a Estrela pequena,
Porém, com brilho próprio...
Linda, brilhante diante de você!
Só em silêncio a ti olhar!
A Lua do alto da sua majestade e
Imponente amor...
Sem te tocar...
A Estrela a brilhar...
Te amando a cada infinito;
Sempre a esperar...
O amigo Sol se deitar!
Para só então te namorar!
Infinitamente sem se separar...
Estaremos sempre lá!
A Lua e Eu!

Só queria ser feliz com você!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Rompimento
Só queria ser feliz com você!
Adriana Corrêa Mallet

Quando o amor acaba;
Vem a solidão;
a depressão;
e os porquês nunca são respondidos.
Então nos entregamos a sentimentos,
contrários a felicidade!
O que fiz de errado;
se eu só queria ser feliz,
e te fazer feliz!
É irracional!
Preciso chorar!
Preciso de uma rota de fuga!
Foi preciso perder;
pra reconhecer que esse amor,
vai ficar marcado na minha memória!
Preciso juntar os cacos,
do meu coração dilacerado, pela saudade!
Difícil ficar sem você!
É tolice, continuar essa história,
que o destino já traçou seu fim!
Tenho que aprender a viver,
sem teu amor!
Recomeçar!
Acreditar, que meus sentimentos;
vão reviver como a Fênix!
Pois para mim,
o significado da palavra FELICIDADE era você!
Tenho que reinventar para mim,
um novo dicionário do amor!
Aprender a ser feliz sem você!
Acreditar em mim novamente...
E de novo sonhar!
Pois eu só queria ser feliz!
Eu só queria você!

Nua 3

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria:
Nua
Adriana Corrêa Mallet
Despida sou diante de você!
Completamente nua,
de  peito aberto me entreguei a você!
Tão cruel como a morte, 
é a  distância que nos separa!
O cálido gosto dos seus beijos...
Deixa explícito, a saudade em mim!
Expurga do meu sôfrego coração,
toda dor !
Despe minh' alma;  você essência minha!
Não deixa esvaecer o que vivemos!
Lembro-me o que meus olhos contemplaram,
quando te vi pela 1° vez....
Vi o paraíso, encarnado em forma de homem!
Excelso esse sentimento que nos invadiu,
transformando de ponta a cabeça os sentidos...
Como um pássaro,  ferida sigo ainda sem você!


Meu mundo é você!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Amor
Meu mundo é você!
Adriana Corrêa Mallet

Sonhei com você, e nos meus sonhos mais loucos, vivíamos em um mundo de amor!
Doces desejos de nós dois!
Fortes lampejos embalavam nossa paixão!
Era só nosso o mundo. 
Como um grande coração, que nos abrigava do real...
A paixão que aflora minha pele é vermelha, 
cor de pecado, que é só nosso...
Mergulhamos numa deliciosa tortura de amor, 
onde nos amamos plenamente...
Nesse doce e quente sonho, somos um só.
Não quero mais acordar, só sonhar!
Que te amo!
Que me amas...
Que sou seu mundo.
E meu mundo é você!

Dilema

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Reflexão
Dilema
Adriana Corrêa Mallet

Minha consciência me acusa e me absolve!
Amo, ou deixo-me ser amada da maneira que queira, ou luto por meu amor verdadeiro!?
Não sei se choro, ou abro um sorriso!?
Não sei...
Me perco em pensamentos, e sinto minha vida escorrer como areia por entre meus dedos, e mesmo assim tenho que ser forte...
Resolver o problema de todos, os meus ficam pra depois...
Ainda não tenho um porto seguro.
Como um pássaro ferido sigo o meu vôo solitário!
Minhas asas cansadas e sem forças pra voar, teimam em alçar,  não desisto, sigo...
Sigo meu dilema! só!

Meu choro!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Rompimento
Meu choro!
Adriana Corrêa Mallet Rangel
Eu choro, e minhas lágrimas a rolar por minha face,
Como se toda a dor da minha alma,
Se dissolvesse  por minhas entranhas!
Quanta dor em meu peito...
Meu lamento, é ouvido como o canto  dos pássaros;
Meu choro solitário, por entre as paredes do meu quarto...
Meu canto mudo, em meu peito a naufragar,
O amor  que dividíamos...
Então eu choro, sem ninguém vê!
Traçamos caminhos diferentes...
Novas jornadas sem razão de ser...
Novas diretrizes de nosso amor que findou!
Eu choro, sem você vê!
Eu sofro por não te ter!
Eu morro por você!
Findo meu lamento, sem esperanças,
Meu choro, ainda preso na garganta...
Me faz adormecer!

Sem você 19

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Saudade

Sem você!


Adriana Corrêa Mallet Rangel




Sem você, fico a pensar no vazio que há em meu coração...
Sem você não consigo respirar;
Sem você não consigo sonhar!
Sem você não consigo sentir o aroma das rosas;
Sem você, não reconheço o brilho das estrelas!
Sem você não sinto os pingos da chuva em meu rosto!
Sem você vejo um arco-íris preto e branco;
Sem você meu mundo fica sem cor...
Sem você sou como uma locomotiva desgovernada, sem trilho;
Sem você sinto a dor da morte, morte do nosso sonho...
Sonho de ser feliz com você!
Sem você a vida é só vazio e solidão!
Sem você como vou viver;
Sem o seu Amor;
Sem o seu calor;
Sem o seu carinho;
Sem o seu sabor;
Sem você eu não existo!




Saudade de você!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Saudade

Saudade de você!


Adriana Corrêa Mallet Rangel



Por onde andas meu amor bandido?
Que desvairados caminhos são esses,
que mais uma vez nos separou?
Até quando, sentirei sua falta?
Falta quanto tempo pra sermos um só?
O que faz da vida sem mim?
Como fico sem seu abraço apertado,
seu sorriso encantado, seu doce olhar 
de menino assustado!
Doce amor, que aquece meu coração,
com sua doce paixão!
Vem acalmar meu triste coração solitário...
Vem preencher minha vida com sua vida!
Vem me amar!
Vem me fazer sorrir, e calar minha saudade...
Vem pra mim, meu único amor!
Sempre te esperando, ainda te amando...
Sempre sua...
Pra sempre sua!
Ah, que saudade de você!

Marcas de um amor em mim!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Amor
Marcas de um amor em mim!
Adriana Corrêa Mallet Rangel
Hoje sepulto esse amor... 
Que um dia me fez sonhar mais que um lindo pôr-de-sol!
Quanta dor em meu peito!
Não vale amar sozinha...
Esse amor, me fez sonhar uma ilusão!
Não vale a pena pensar naquele olhar falso que eu um dia amei...
Doces palavras de mentira...
Alguns anos de uma mentira, e fantasias de um amor solitário!
Sentimentos verdadeiros, que senti em meu enganado coração!
Seu sorriso falso que um dia eu amei!
Acabou!
Tudo se foi como veio...
Amor meu platônico, me decepcionei.
Eu já sofri, eu já chorei essa desilusão!
Perdi!
Sem me arrepender, pois amei ao extremo...
Sorri as gargalhadas...
Chorei de tanto prazer...
Momentos maravilhosos que vivi; me dediquei.
Vivi minhas verdades intensamente; perigosamente! 
Fui feliz!
Pior pra você, pois não vai ter coisa melhor.
Ninguém vai te amar, como tanto eu te amei!
Você perdeu um grande amor, não soube cativar...
Tantos sentimentos verdadeiros dedicados só pra você...
Tantas verdades dentro da sua mentira!
Eu ganhei; experiência...
Teimosa amei sem ser amada...
Fechei meus olhos pra verdade que estava diante de mim...
Mais fui feliz, verdadeira com meus sentimentos  à você.
Vou sobreviver!
Assim como um navio que parte do cais, me despeço com lágrimas nos olhos desse solitário amor!
Um beijo e adeus!

Beije-me

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Amor


Beije-me
Adriana Corrêa Mallet Rangel
Um beijo sôfrego,
Urgente,
Insano,
Indolor,
Sinta meu gosto...
Me aperta,
Me domina,
Me completa,
Com seu doce amor...
Minha simbiose!
Meu amado...
Te quero pra sempre...
Te desejo...
Preciso de você pra sorrir!
Sei o que sentes,
E que correspondes,
A essa deliciosa Paixão!
Então vem...
Beije-me amor!

Adeus!

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Saudade
Adeus!

Adriana Mallet

Hoje me despeço de você!
Vou mudar meu rumo...
Mudar meu horizonte,
Pois meu Sol era você!
Hoje entendi seu adeus!
Entendi que pra você é 8 ou 80...
Pra mim também.
Já que seu Amor não foi,
forte o suficiente pra suportar;
Os percalços da vida!
A dor do partir, é sofrida!
Hoje você quer minha amizade...
Como transformar um amor tão forte,
Em amizade?
Nos entendemos tão bem,
Que sufoco!
Você precisa de mim como eu de você!
Você confia em mim, mais que os seus...
Eu amo você mais que os meus!
Que teorema!
Quão difícil as vezes é viver!
Quaisquer decisão tomada é sofrida!
Sofrimento infinito...
Dor latente em meu peito,
De não mais te ter...
De não mais te ver...
De agora transformar um grande Amor,
Em uma grande amizade!
Você tem a certeza do fim.
Mais tem a necessidade, de me ter por perto!
Não mais como amor...
Mais como amiga!
Não mais como amante...
Mais como apenas uma flor do seu imenso jardim!
Ainda não sei como agir...
Mais não consigo ficar longe de ti!
Vou seguir meu caminho,
Tentando acertar meus novos passos!
Ainda te Amo!
Meu novo amigo!
Carta Dedicátoria...


Momentos 23

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Carinho
Momentos

Adriana Mallet

Pensamentos constantes,
Me direcionam à você...
Tudo que vem de você é
tão importante pra mim...
Cada vírgula sua é um constante êxtase...
Amar pra mim é,
 valorizar pequenos detalhes seus...
Cada momento nosso é eterno!
Momentos nossos que me enternece...
Seu cheiro, me embriaga de ternura e prazer...
Seu gosto me alimenta!
Seus beijos me acalentam...
Seu olhar me aquece amor!
São tantos momentos de completa
  
paixão e loucura!
Vivemos nossa fantasia em um mundo,
real e perigoso!
Mais estamos sobrevivendo,
e germinando o nosso amor,
com flores pelo nosso caminho a fora...
Meu doce amor,
sou sua sabes disso,
assim como todos os meus versos de amor,
que dedico cada palavra à você!
Cada momento juntos é único!
Amo os breves e longos momentos...
Amo você!


Carregando