Poesias e Mensagens Virtuais

Mensagens de liliam doter viegas

Inverno

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Natureza

                                        Inverno

Liliam Doter

 

                No crepúsculo, na brisa fria

                 Sinal que o inverno chegou.

                O frio chega devagarinho

                Marcando sua estação.

 

               O povo na rua agasalho.

               O chazinho, café ou chocolate quente

              Para esquentar...

 

               Sopa com pão

               Que lembra mamãe

             Caldo quente, moda virou

 

             Bota mostra a 

              elegância da estação

             Parca, jaqueta e cachecol.

 

             Não pode esquecer

             O gorro engraçado

             Pois inverno também é alegria.

É só acreditar

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa

É só acreditar

Esperança é acreditar 

Naquilo em que espera

Há de realizar.

Pois o invisível

Se tornará visível

é só acreditar.

 

Tempo 44

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
                                           Tempo
                     


                       
Tempo que te quero tempo
                        Tempo que não se acaba
                        Tempo que não vai embora.




                         Tempo preso na ampuleta
                         Areia silenciosa,
                         Devagarzinho vzi se o tempo;




                          Tempo perdido
                           Tempo sonhado
                           Resolva como você,
                           Vai ganhar seu tempo...

Criança feliz

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Comemorativa
                                                                    Criança feliz



                  Já dizia Jesus "vinde a mim às criancinhas"
                  Pois ser criança é ser inocente,
                  É ter amor condicional,
                   É pura alegria...
                   Viva o dia das crianças.

Reflexão de natal 2

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Comemorativa

Reflexão de natal                                                              


 


Estou olhando algo que não entendo


Tem um caminho a seguir


Tenho um alvo a atingir.


Mas o que?...


O que é aquilo que não consigo vê?


Quando decifrarei o enigma?


Quando terei uma resposta,


Daquilo que procuro?


Qual o meu objetivo nesta vida?


O que Deus espera de mim?


Qual a minha missão?


Esposa de Cristo

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
Esposa de Cristo


Senhor a ti deu toda a minha vida





Minha juventude entregou em teus pés.





Deixei-me ser conduzida por ti;





A ti nada neguei...





Renunciei a minha vida, minha carne,





Meus desejos.





Aquilo que não era seu me despojou.





Derramei meu sacrifício de lágrimas e





Súplicas aos teus pés.





Em seu colo me deitei para ouvir a tua voz.





Ouvindo, obedeci.





Confiei no Senhor.





Não me preocupei com o inimigo, mas.





Deixei o Senhor o vingar por mim.





A mim amparaste e me guardaste.





Proveu-me as minhas necessidades e





Não me deixou nada faltar.





Deste me consolo na hora da aflição.





Nas angústias, secaste meus olhos.





Deu-me o dom da palavra e fez





Jorra do meu interior rios de





Água-viva.





Encheste o meu epíteto de alegria.





Meu cálice transbordou do seu amor.





Amaste-me no ventre da minha mãe.





E consagraste para ser sua esposa.





Ornamentou-me com as jóias, mas preciosas.





Do rubi a esmeralda.





Do diamante esculpiste o meu espírito.





Fez-me a safira para brilhar meu olhar.





Meu lábio fez como o rubi.





Minha alma limpou com teu sangue.





Vestiu-me com os lírios do campo.





Coroaste-me com a coroa da vida.





Entregou-me ao Pai e escreveste meu nome





No livro da vida.





Deste-me de comer o maná do céu,





O vinho de Cristo.





Sentei-me em tua ceia e saciei-me a fome.





Curaste-me de minhas enfermidades.





Fez-me fiel a tua palavra.





Da minha oferta se agradou.





Por isto eu canto ao seu nome e





Louvo-te, pois ouviste a súplica da tua serva.

Silêncio 15

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
Silêncio

 

 

Que mundo é este

Que estamos

Cada vez mas

A mercê do silêncio

Do medo, da violência...

 

Favelas  a mercê de traficantes.

A lei do silêncio...

Não sei, não vi.

 

 

Queremos um mundo melhor

Aonde as flores emana seu aroma;

Sem medo de balas perdidas.

Correr pelo praça,

Pelo campo,

Quem sabe pela praia.

 

 

sentir a maresia

Ver  a alvorada.

Terminar a tarde

Com um lindo pôr-do-sol.

 

Isto sim é felicidade,

Sem medo da violência,

Mas sentir o silêncio

Da natureza,

 

O gri...gri... do grilo.

O murmúrio do mar.

Astro

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Natureza
Astro

 

Sol dourado

Lua prateada

Chegada, saída.

 

Um guarda à noite

O outro o dia.

 

Os dois inspira os poetas;

Um quando se põe

A outra quando está cheia.

 

Lendas se criam

Ao seu redor.

 

Um brilha com as estrelas

O outro é uma estrela

De quinta grandeza.

Incerteza 3

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Pessoa
Incerteza
O que somos


Pessoas com conflitos


Com desejos...


 


 


Buscamos um ponto


Um objetivo, um rumo;


Queremos o paraíso.


 


 


Sonhamos com um futuro


Com uma meta.


Procuramos Sempre


Uma resposta.


 


Para onde vamos


Estamos aqui


Procurando


Um caminho a seguir...


Falsidade

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
Falsidade

Falsidade da nossa língua

Falamos uma coisa

E temos que escrever outra

A língua oral veio primeiro

Mas a linguagem escrita é que manda

Temos que obedecer a gramática

Como sendo minoria,

a maioria   tem que ser seguida

 

 

É sempre assim, primeiro a elite

 Depois o povão.

A maioria que diz, mas é a

Minoria que manda.

 

 

A nossa escala geométrica é a mesma

Não muda. Tubarão, sardinha...

Soberano, plebeu. Culto, ignorante.

Elite no poder. O forte e o fraco.

O que fazer?... Obedecer.

 

              

Eu preciso de ti Senhor

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
Eu preciso de ti Senhor
Eu preciso de ti Senhor...

Para vencer, ser alguém

Preciso do seu amor

Preciso do seu carinho

 

 

Necessito de ti

Como água, pão

Vinho, azeite

O Senhor é o me

Alimento.

 

Vida que me conduz

Verdade que me inspira

Caminho de justiça.

 

Seara que floresce

Campo aberto

A qual enxerga o horizonte

 

Alfa, delta

Infinito azul

Abstrado que se faz

Concreto.

 

Contradições que aflige

a alma.

O querer da carne

que mortifica;

O fazer do Pai que eu

Dedico.

 

POIS  SÓ EM TI HÁ

COMPAIXÃO, SALVAÇÃO...

Outono 2

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Natureza
Outono

O outono se aproxima

Para a nova estação

É chegada a minha

quadragésima primavera

 

 

Espero nesta estação

de frutos de folhas secas

Os frutos se tornarem

Mais suculentos.

E as folhas que perderam 

seu vigor venha a ser

Substituídas por renovos

de brotos saudáveis

cheios de seivas do

Amor e da paz.

 

 

Da alegria e prosperidade.

E para completar 

adubada com muita saúde 

E a graça de Deus.                                                               

 

A casa do Pai

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
A casa do Pai

 

Somos peregrinos num reino distante

Procurando o nosso caminho

O nosso Pai

A última batalha vem

Abre se a porta

Vemos Jerusalém

Ruas de ouro

Casas de cristais

Árvore da vida.

 

 

Cortejo de anjos

Vem louvando

Com harpa

Instrumentos de corda

Cítaras e flautim

Há festa no céu

Pois o filho voltou

A casa do Pai.

Lembranças 35

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
Lembranças

Infância, doce riso

Brincadeiras, gargalhadas.

Inocência, felicidade;

carinho maternal.

 

Juventude ...

Busca de realizações

Sonhos de conquista

Amor ,casamento.

 

Maturidade, responsabilidade

Família, filho, marido

Profissão, casa

Lutas, crises, vitórias. 

Sonho 29

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida
Sonho

 

Sonhar...

Buscar um amanhã...

Um horizonte perdido.

 

Sair da realidade

Viver nas nuvens

Lutar por dignidade

Querer mudar

O destino

De uma vida nefasta. 

 

 

Amor 197

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
Amor

Quantas coisas são feitas em nome do amor

Porém o maior e mais excelente foi o de Jesus

Sendo Deus revestiu-se de homem

Viveu como homem, teve compaixão do homem

Curou-lhe as feridas, fez maravilhas e se

Entregou na cruz revelando o verdadeiro sentimento

do amor.

Morrendo na cruz sendo humilhado e ultrajado

Levou sobre si as nossas maldições

e nos salvou.

Venceu a morte ,ressuscitou ao terceiro dia

e nos deu o direito de  sermos filhos de Deus.

E ganhar a vida eterna em nome de Jesus.***

O pão da vida

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
O pão da vida

Sede, fome

Água, pão

Palavra, Cristo

Jejum e oração

 

Força, conforto

Sustento, alimento

Libertação

 

Caminho, vida

Luz, adoração

Verbo, inspiração

 

Amor, perdão

Misericórdia, salvação

É o resultado da redação.

 

 

 

Honra ao matrimônio

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
Honra ao matrimônio

 

Os lábios Deus fez para beijar

Seu corpo Deus me deu para amar

Entreguei-me a suas carícias

Submeter-me aos seus desejos.


 

O meu leito ofertei a Deus

Consagrei-me ao Senhor

a minha vida conjugal

Ao qual deste-me o companheiro

 

 

|Para unir a minha carne

a carne a qual provei

Deus derramou a sua bênção

 

Uniu com seu amor e nada pode quebrar

Pois purificou e santificou

E o inimigo não pode tocar.

 

Sentimentos 17

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida
Sentimentos


 

 

Doce esperança do ser humano

Gosto pela vida

Um novo viver

Acorda e ver o sol nascer..

 

Esperança, busca da felicidade

Caminho plantado a cada instante

Conquistar o meu espaço

O direito de ser feliz;

 

A paixão desenfreada

A ilusão do adolescente

A efemeridade da a vida.

 

O amor sentimento eterno

Dura para sempre

É a maturidade alcançada.

Crê...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
Crê...

Crê no impossível

Crê na vida eterna

Crê na salvação

 

 

É chegada a hora

A última batalha

Vida , vitória

Árvore cheia de frutos.

 

 

Alcançou a meta

Entrou pela porta da frente

Com honra e glória.

 

 

É este o fim do homem

Temente a Deus

A vida  eterna.

Antítese

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
Antítese

Amor, fruto doce

Ódio, fruto azedo

Vida, sopro da alma

Morte, folha seca

Seiva, sangue

Cinza,  pó, morte.

Desobediência a Deus...

Viagem no tempo

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida
Viagem no tempo

 

O expresso voa

No horizonte

Deixa os sonhos

O passado...

Busca realizações

Anseia por melhoras

Trilhos ficam

Para trás...

Caminhos retos

Pensamentos distantes

Saudade...

Esperanças no futuro

Início no presente

Concretização.

 

 

 

Crê que...

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
Crê que...

Na aridez da vida

No sol ardente do deserto

Na areia sem fim

Aonde tudo parece perdido

 

Caminhar com miragem

Sonhos desfeitos

Sede pela vida

Acreditar em vencer

Olhar o horizonte

O infinito, o poder

Olhar para  cima

 

Enxergar o oásis

Mesmo na dificuldade

Você vai vencer...

Mistério 6

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Natureza
Mistério

Mar misterioso

Água azulada

São as águas

Que reflete o céu?

O céu que

reflete as águas?

 

E o azul de onde vem?

Da imensidão do universo?

Ou das profundezas

das águas?

 

Estrelas que brilham

No céu

Estrelas que andam

nas águas.

 

Cinco pontas

Cinco dedos

cinco direções

cinco sentidos

 

Olfato, tato

audição, visão

paladar que

maravilha há...

 

 

 

Ondas 2

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Natureza
Ondas

Ondas que vem

Ondas que vão

Arquitetos da natureza

Pedras esculpidas

Pela própria natureza.

Pensamentos 21

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
Pensamentos
Se você descobriu as raízes de sua existência

Seu tronco fortificará para as tempestades da vida.

 

Cada gota de lágrimas que brota dentre

as angústias, use-as para regar e fazer florir

a árvore da esperança. 

Carregando