Poesias e Mensagens Virtuais

Mensagens de Ana Maria Leite Ferreira

Corpo de luz

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Corpo de luz
Sozinhos, somos estrelas que cintilam... 
Juntos, compomos o Corpo de Luz deste Planeta.
 


Trazemos na memória o amor


e as conquistas de nossas caminhadas...


Por que temer? 


É chegada a hora de “ouvir” as nossas vibrações pessoais...


Cada um... ouça o seu som!!!


Sinta a sua Luz! 


Perceba a Verdade que habita seu coração.


Sinta o seu propósito ao longo das eras...


Aquiete-se! “Ouça” as estrelas...


O universo está aí... bem dentro de você!!! 


Cada Astro... Cada Estrela...


Cada Luz... Cada Sol...


tem o seu lugar.


Há mais vida,


há mais organização do que suspeitamos...


É hora de mostrar ao mundo a sua Luz.


De fazer vibrar o seu som...


É hora de contribuir para o Plano Maior!


Por um mundo melhor...


 


Rituais de passagens são movimentos de renovação


e de silenciosas transformações... 


Deixe-se levar por seu coração.


Ele sabe o caminho...


Deixe a luz penetrar...


Inspire a força que vem do Cosmos...


Erga a cabeça e caminhe guiado pela Verdade. 


E seja pleno, feliz,


pois você é..
 


Filho Amado de Deus!


 


Beijos no coração...


Como esquecer?

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Como esquecer?
Como esquecer os dias cinzentos
Se são eles que me trazem o brilho do sol?
Como esquecer as derrotas
Se são elas que me proporcionam vitórias?
Como esquecer os erros
Se são eles que me dão lições?
Como esquecer a solidão
Se foi ela que me trouxe os amigos?
Como esquecer as tristezas
Se elas é que fizeram a minha sorte mudar?
Como esquecer os planos fracassados
Se só o fracasso pode me dar a ventura de sonhar?

Estrela do mar 2

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Fábulas

Estrela do mar
Era uma vez um escritor que morava em uma tranqüila praia,
junto de uma colônia de pescadores.
Todas as manhãs ele caminhava à beira do mar para se inspirar,e à tarde ficava em casa escrevendo.
Certo dia, caminhando na praia, ele viu um vulto que parecia dançar.
Ao chegar perto, ele reparou que se tratava de um jovem que recolhia estrelas-do-mar da areia para, uma por uma, jogá-las novamente de volta ao oceano.
'Por que está fazendo isso ?' perguntou o escritor.
'Você não vê ! explicou o jovem:
A maré está baixa e o sol está brilhando.
Elas irão secar e morrer se ficarem aqui na areia'.
O escritor espantou-se.
'Meu jovem, existem milhares de quilômetros de praias por este mundo afora, e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas pela praia.
Que diferença faz ? Você joga umas poucas de volta ao oceano.
A maioria vai perecer de qualquer forma'.
O jovem pegou mais uma estrela na praia, jogou de volta ao oceano, olhou para o escritor e disse:
'Para essa aqui eu fiz a diferença...'.
Naquela noite o escritor não conseguiu escrever sequer uma linha, nem conseguiu adormecer. Pela manhã, voltou à praia, procurou o jovem, e uniu-se a ele, juntos, começaram a jogar estrelas-do-mar de volta ao oceano.Sejamos, portanto, mais um dos que querem fazer do mundo um lugar melhor.


Sejamos a diferença!

As aparências enganam

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

As aparências enganam
Num orfanato, igual a tantos outros que enxameiam por toda parte, havia uma pobre órfã, de oito anos de idade.
Era uma criança lamentavelmente sem encantos, de maneiras desagradáveis, evitada pelas outras, e francamente malquista pelos professores.
Por essa razão, a pobrezinha vivia no maior isolamento.
Ninguém para brincar, ninguém para conversar...
Sem carinho, sem afeto, sem esperança...
Sua única companheira era a solidão.
O diretor do orfanato aguardava ansioso uma desculpa legítima para livrar-se dela.
E um dia apresentou-se, aparentemente, uma boa desculpa.
A companheira de quarto da menina informou que ela estava mantendo correspondência com alguém de fora do orfanato, o que era terminantemente proibido.
Agora mesmo, disse a informante, ela escondeu um papel numa árvore.
O diretor e seu assistente mal puderam esconder a satisfação que adenúncia lhes causara.
Vamos tirar isso a limpo agora mesmo, disse o superior.
E, somando-se ao assistente, pediu para que a testemunha do delito os acompanhasse a fim de lhes mostrar a prova do crime.
Dirigiram-se os três, a passos rápidos, em direção à árvore na qual estava colocada a mensagem.
De fato, lá estava um papel delicadamente colocado entre os ramos.
O diretor desdobrou, ansioso, o bilhete, esperando encontrar ali a prova de que necessitava para livrar-se daquela criança tão
desagradável aos seus olhos.


Todavia, para seu desapontamento e remorso, no pedaço de papel um tanto amassado, pôde ler a seguinte mensagem:
'A qualquer pessoa que encontrar este papel: eu gosto de você.'
Os três investigadores ficaram tão decepcionados quanto surpresos com o que leram.
Decepcionados porque perderam a oportunidade de livrar-se da menina indesejável, e surpresos porque perceberam que ela era menos má do  que eles próprios.
Quantos de nós costumamos julgar as pessoas pelas aparências, embora saibamos que estas são enganadoras.
E o pior é que, se as aparências não nos agradam, marcamos a pessoa  e nos prevenimos contra ela e suas atitudes.
Uma antiga e sábia oração dos índios Siuox, roga a Deus o auxílio  para nunca julgar o próximo antes de ter andado sete dias com as suas sandálias.
Isto quer dizer que, antes de criticar, julgar e condenar uma pessoa, devemos nos colocar no seu lugar e entender os seus sentimentos mais profundos. Aqueles que talvez ela queira esconder de si mesma, para proteger-se dos sofrimentos que a sua lembrança lhe causaria.
Você sabia?
Que não há nenhuma pessoa essencialmente má?
Isso porque todos nós temos, na intimidade, a centelha divina que é  o amor em gérmen.


Assim sendo, potencialmente todos somos bons, basta que nos esforcemos para fazer brilhar essa chama sagrada depositada em nós pelo Criador.
Jesus conhecia essa realidade, por isso afirmou:
 “vós sois deuses' e noutra oportunidade insistiu: brilhe a vossa luz'.
                Com o amor de  sempre.

Procura-se um amigo 5

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amizade

Procura-se um amigo

Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir.


Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor..


Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.


Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão.


Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados.


Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar.


Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa.


Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo.


Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários.


 Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.


Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo.


Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância.


Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade.


Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar.


Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.


O filho preferido

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida

O filho preferido

Certa vez perguntaram a uma mãe qual era seu filho preferido, aquele que ela mais amava.
E ela, deixando entrever um sorriso, respondeu:
'nada é mais volúvel que um coração de mãe.
E, como mãe, lhe respondo:
o filho dileto, aquele a quem me dedico de corpo e alma é o meu filho doente, até que sare.
O que partiu, até que volte.
O que está cansado, até que descanse.
O que está com fome, até que se alimente.
O que está com sede, até que beba.
O que está estudando, até que aprenda.
O que está nu, até que se vista.
O que não trabalha, até que se empregue.
O que namora, até que se case.
O que casa, até que conviva.
O que é pai, até que os crie.
O que prometeu, até que se cumpra.
O que deve, até que pague.
O que chora, até que cale.
E já com o semblante bem distante daquele sorriso, completou:
o que já me deixou, até que o reencontre.

Deus está na simplicidade

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa

Deus está na simplicidade
Um homem sentindo sozinho  na sua angústia exclamou: Deus fale comigo.



Um pássaro contou mas ele nem se deu conta, nem tão pouco  entendeu nada.



E disse Deus, Deus fala comigo  um trovão estremeceu no céu mas ele não entendeu pois ia chover.



O homem disse Deus te mostra para mim.



Uma estrela brilhou no céu mas ele ainda não percebeu  Deus na estrela.



E disse Deus quero ver um milagre, uma criança nasceu e mesmo assim ele não viu  que Deus agiu a cada invocação  sua  e o homem achando-se que Deus não dava atenção aos seus pedidos, disse Deus toca em mim para que eu sinta tua presença em mim. Uma linda borboleta na sua suavidade e leveza pousou em seu ombro  mas ele com sua mão grosseira espancou a borboleta a palmadas 



Moral da história:



Deus está nos lugares e momentos mais inesperados e simples nas mais diversas ocasiões.



O velho carpinteiro

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

O velho carpinteiro
Um velho carpinteiro estava para se aposentar, Contou a seu chefe os planos de largar o serviço da carpintaria e de construção de casas para viver uma vida mais tranqüila com sua família.


Claro que sentiria falta do pagamento mensal, mas necessitava da aposentadoria. 


O dono da empresa sentiu em saber que perderia um de seus melhores empregados e pediu a ele que construísse uma última casa como favor especial.


O carpinteiro consentiu mas com o tempo era fácil ver que seus pensamentos e seu coração  não estavam no trabalho.


Ele não se empenhou no serviço e utilizou mão- de - obra e matéria prima de qualidade inferior.


Foi uma maneira lamentável de encerrar sua carreira. Quanto o carpinteiro terminou o trabalho, o construtor veio inspecionar  a casa e entregou  a chave ao carpinteiro.


“Esta é sua casa”, “e conclui: é meu presente para você”.


Que choque! Que vergonha! Se ele soubesse que estava construindo sua própria casa, teria feito completamente deferente, não teria se tão  relaxado.


Agora iria morar numa casa feita de qual quer maneira. Assim acontece conosco.


Construímos nossas vidas de maneira distraída, reagindo mais que agindo, desejando colocar menos do que o melhor.


Nos assuntos importantes não empenhamos nosso melhor  esforço.


 


 


 


 


Renúncia da beleza por amor a Deus

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa

Renúncia da beleza por amor a Deus
Uma senhora muito bonita deu a luz a uma linda menina, um dia ela saiu e foi até a casa vizinha quando voltou a casa estava em chamas e apavorada entrou na casa tentando salvar sua filhinha. Enquanto ela pegava a filha  queimou o rosto que ficou desfigurado mas ela pensou valeu a pena salvei minha filha isso é o mais importante e também  no seu íntimo pensou futuramente ela vai sentir    orgulho de mim porque salvei-a a vida.


 O tempo passou e estavam as duas em passeio em terras distantes, estavam elas num cruzeiro pelas ilhas gregas a mãe  saiu e foi até seu quarto quando voltava sua filha conversava com alguns rapazes elegantes e bonitos ela chegou e falou, nisto um rapaz perguntou a linda jovem quem é esta senhora tão feia a jovem respondeu baixinho. Sei lá a pobre mais entristeceu e saiu desiludida pois na hora em que achava que sua filha iria reconhecê-la como aquela que salvou sua vida  lhe negara.


Moral da história:  


Quantas vezes nós nos envergonhemos de Jesus e da sua palavra. Temos de reconhecer Jesus como salvador como alguém que foi desfigurado espancado e morto por nossos pecados e para nos salvar.

Uma história de conversão

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa

Uma história de conversão
Um homem viajava, no caminho um jovem sentou-se junto a ele. Durante uma hora de viagem o homem permanecia calado.


 O jovem era Jesus, mas não se identificou e perguntou: qual é o seu nome. O homem respondeu: José.


 O jovem (Jesus) perguntou: o que é que te preocupa?


 José respondeu. Vou fugindo da solidão tenho poucos amigos, mas inimigos perdi a conta ninguém gosta de mim.


 O que pensas?


O que desejas? Pergunta Jesus. Todos me odeiam, são fracos, egoísta, e o que desejo é que todos morram, e tudo de mau lhes aconteça.


Jesus que ainda não  indentificado-se perguntou: que te feriu? Quem te ofendeu? Quem te desprezou?


 Jose respondeu todos eles me humilharam, traíram minha confiança, feriram minha alma.


Jesus olhou para o rapaz  e perguntou conheces a historia de Jesus que nasceu numa manjedoura, viveu com os humildes, morreu crucificado  foi cuspido, chicoteada, insultado  que sofreu tudo  isso e mesmo assim perdoou   aos que o espancaram e o mataram.


Jose disse: sim moço ouvi falar, mas não tenho coragem de perdoar meus inimigos não.


Nem mesmo se o senhor Jesus desceu do céu e me pedisse.


Jesus disse:


José eu sou esse Jesus que mataram crucificaram eu os perdoei e perdoou a todos que  perdoarem os que ofenderam.


 Meu filho aos os homens é fácil enganar, mas a Deus não podes enganar.


Meu filho volta agora, aqueles a quem chamas de inimigos teus e os abrace. Esqueça tudo que passou.


Pratica tanto quanto possível à modéstia, o perdão, o amor à misericórdia com teus irmãos. No mesmo instante o rapaz levantou-se e voltou ao encontro daqueles a quem ele  os tinha como inimigo. Reconheceu ao voltar atrás o quanto ele era egoísta, orgulhoso.


 Ao chegar os seus inimigos não acreditaram ao vê-lo, pois aquele jovem que achava – se tão importante.


Mas os abraçaram e tudo passou ser felicidade, união, paz, amor. Amor esse que nada mais o abalava.


 


 


Virtudes e defeitos

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Virtudes e defeitos

Virtudes e defeitos tecem o pano da nossa existência.


Tudo bem, tudo normal.


Ter defeitos não é feio, vergonhoso.


Feio mesmo é não pode-los corrigi-los.


Este é o mais clamoroso dos nossos defeitos.


Em geral temos consciência dos nossos defeitos, mas não os admitimos.


Eles nos envergonham e entristecem.


Alguns admitem os seus defeitos, mas não tem coragem de expô-los claramente.


A si mesmo e aos outros.


Por falta de humildade, complicamos o que é simples.


Uma atitude de defesa tenta esconder nossas franquezas e limitações.


Dá-nos humildade, Senhor, para aceitar nossos defeitos.


E coragem para podá-los e corrigi-los.


Vocação, chamada Deus

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Vocação, chamada Deus

Um grande proprietário entregou sua propriedade para três pessoas administrarem todas suas propriedades.


Eram todo mundo, alguém, e ninguém. Entregou tudo e viajou para distante, mas não marcou dia de voltar. Todo mundo pensou que alguém ia trabalhar e não foi para o campo. Alguém achando que o trabalho era muito pesado e não sabia administrar bem não foi para o campo  ficando na comunidade.


Ninguém foi trabalhar, mas quando chegou no campo procurou alguém  mas alguém não foi, procurou todo mundo  mas todo mundo não havia aparecido e ele pensou não vou trabalhar sozinho é muito chato já que  alguém e todo mundo não vieram vou voltar de mansinho e fingir que não vim aqui é muito trabalho para mim sozinho.


Mas o tempo passou e o grande proprietário chega. De quem será que o patrão vai cobrar o trabalho que não foi feito. Será que vai ser de todo mundo? Ou de alguém?


Ou ainda de ninguém?

Lenda chinesa

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Lenda chinesa
Naquele tempo, um discípulo perguntou ao vidente: Mestre, qual é a diferencia entre o céu e o inferno? O vidente respondeu:


Ela é muito pequena e, contudo, com grandes conseqüências.


Vi um grande monte de arroz cozido e preparado como alimento. Ao redor dele muitos homens, quase a morrer. Não podiam se aproximar do monte de arroz. Mas possuíam longos palitos de 2 a 3 metros de comprimentos. (os chineses naquele tempo já comiam arroz com palitos) acompanhavam, é verdade, o arroz. Mas não conseguiam leva-lo a própria boca. Porque os palitos, em suas mãos eram muito longos. E assim, famintos e moribundos,


Embora juntos, mas solitários permaneciam, curtindo uma fome eterna, diante de uma fartura inesgotável. E isso era o inferno. Vi outro grande monte de arroz cozido e preparado como alimento. Ao redor dele muitos homens. Famintos, mas cheios de vitalidade. Não podiam se aproximar do monte de arroz. Mas possuíam longos palitos de 2 a 3 metros de comprimento. Acompanhavam o arroz, mas não conseguiam leva-lo a própria boca porque os palitos em suas mãos eram muito longos. Mas com seus longos palitos em vez de levá-los, a própria boca serviram-se uns aos outros o arroz. E assim matavam sua fome insaciável. Numa grande comunhão fraterna, junto e solidários. Gozando a excelência dos homens e das coisas. E isso era o céu.

Felicidade 69

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Felicidade

Felicidade
A felicidade é feita de momento.


Frases populares por demais conhecidas.


Também a desventuras é feita de momentos.


Frutos azedos e frutos saborosos pendem dos galhos da árvore-vida.


Uns banhados pelo sol.


Outro de gosto amargo e ruim.


Desventura ou sorte, tudo isso é binôlencia em nossa existência:


Luz e trevas.


Euforia e lágrimas.


Sabor e calvário.


Aurora e crepúsculo. 


Morte e ressurreição


Neste eterno doce-amargo, os matemáticos inteligentes multiplicam os momentos bons, buscam diminuir os instantes adversos.


É a formula da felicidade em nosso vale de lágrimas e sorrisos.

Falar de amor 8

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Amor

Falar de amor

Eu que por tanto tempo achei que seria incapaz de amar alguém de verdade, que dava risadas, quando os meus amigos me diziam que eu iria acabar me apaixonando por alguém, eu que por tanto tempo, pensei estar contente com as pequenas aventuras da vida...


A verdade é uma só: eu me perdi em teus olhos e quis para mim o teu amor.


Por tua causa, tive que reconhecer que uma parte de mim sempre chamava o seu nome e eu não sabia.


Mas felizmente ouvi a tua voz, toda angústia, toda a solidão daquela falsa felicidade, hoje fazem parte do passado, pois minha realidade hoje é você.


Comemorar o dia de hoje, é relembrar


que um dia você surgiu em minha vida e que por tua causa, o mundo passou a ter mais cor.


Parabéns para nós! Parabéns para o nosso amor.


Falar de amor de uma maneira menos exagerada.

Crise... Sinal de vida

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida

Crise... Sinal de vida
Problema crise, obstáculos e defeitos fazem partem do nosso existir.


Cabe-nos enfrentá-lo sem medo ou covardia, de fonte erguida.


A crise ou nos derruba, ou nos derrubamos, com criatividade, coragem e determinação. Mais do que nunca precisamos acionar ao Maximo nossos talentos, buscando caminhos, saídas e soluções.


Quando as luzes de fora se apagam, as luzes de dentro devem ser acionadas.


Os remédios para agente sobreviver nos dias atuais talvez devam ser buscando em nossa farmácia interna, dentro de nós.


Se há crise é porque há vida.


E a vida vale a pena com esperança e fé. 

Bilhete 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Bilhete

A tarde caía prenunciando chuva.


Eu voltava a pé da rodoviária.


A certa altura meus olhos deram com uma


carteira caída sobre a calçada.


Parei e recolhi.


Teria documentos, dinheiro, o nome do proprietário?


Quase nada.


 Apenas um bilhete, com uma esta frase - oração:


Senhor tira-me tudo.


 Menos a esperança.


Eu gostaria de sair pelas as ruas,


calçadas e avenidas do mundo,


 jogando carteiras por todos os lados,


com a mesma mensagem que tanto me impactou:


“SENHOR, TIRA-ME TUDO.


 MENOS A ESPERANÇA”.


Seria um gesto benfeitor, sem duvida,


 num mundo onde cresce tanto pessimismo,


 amargura e desesperança.

Se todas as pessoas se dessem as mãos

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão

Se todas as pessoas se dessem as mãos
Pessoalmente, não posso fazer feliz toda a humanidade.


São bilhões de pessoas, de almas aflitas, apáticas, que em mil línguas e dialetos trazem-me a mente a tragédia da minha limitação.


Habitam o cume dos montes, o fundo do abismo, isoladas ilhas do grande mar da vida, aonde só se chega pela estreita ponte da renúncia e pelo incômodo barco da tolerância para com as franquezas do próximo.


Mas atravessando a ponte tomando o barco ou usando corda de boa vontade, posso levar felicidade aquele que está perto de mim.


Basta, às vezes, um alegre bom dia, um sorriso amigo, um elogio sincero...


Pessoalmente, não posso fazer feliz toda a humanidade, mas, louvado seja Deus, posso estender a mão ao que está perto de mim e passar-lhe  um pouco de felicidade que me enche o coração.


Bastará que o gesto seja imitado para que a felicidade passe adiante, a corrente se estabeleça ao redor da Terra fazendo o fim das guerras, dos preconceitos de raças, das divisões em castas, línguas e religiões.


 Até seria possível, quais crianças felizes, “brincar-se de rodas em torno do mundo se todas as gentes se dessem as mãos”.

Mulher 18

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Especial

Mulher
Ana
Ser mulher é viver mil vezes em apenas uma vida, é lutar por causas perdidas e sempre sair vencedora, é estar antes do ontem e depois do amanhã, é desconhecer a palavra recompensa apesar dos seus atos.


Ser mulher é caminhar na dúvida cheia de certezas, é correr atrás das nuvens num dia de sol e alcançar o sol num dia de chuva.


Ser mulher é chorar de alegria e muitas vezes sorrir com tristeza, é cancelar sonhos em prol de terceiros, é acreditar quando ninguém mais acredita, é esperar quando ninguém mais espera.


Ser mulher é identificar um sorriso triste e uma lágrima falsa, é ser enganada e sempre dar mais uma chance, é cair no fundo do poço e emergir sem ajuda.


Ser mulher é se perder em palavras e depois perceber que se encontrou nelas, é distribuir emoções que nem sempre são captadas.


Ser mulher é comprar, emprestar, alugar, vender sentimentos, mas jamais dever, é construir castelos na areia, vê-los desmoronados pelas águas e ainda assim amá-las.


Ser mulher é saber dar o perdão, é tentar recuperar o irrecuperável, é entender o que ninguém mais conseguiu desvendar.


 Ser mulher é estender a mão a quem ainda não pediu, é doar o que ainda não foi solicitado.


Ser mulher é não ter vergonha de chorar por amor, é saber a hora certa do fim, é esperar sempre por um recomeço.


Ser mulher é ter a arrogância de viver apesar dos dissabores, das desilusões, das traições e das decepções.


Ser mulher é ser mãe dos seus filhos e dos filhos de outros e amá-los igualmente.


Ser mulher é ter confiança no amanhã e aceitação pelo ontem, é desbravar caminhos difíceis em instantes inoportunos e fincar a bandeira da conquista.


Ser mulher é entender as fases da lua por ter suas próprias fases. É ser 'nova' quando o coração está a espera do amor, ser 'crescente' quando o coração está se enchendo de amor, ser 'cheia' quando ele já está transbordando de tanto amor e 'minguante' quando esse amor vai embora.


        Ser mulher é hospedar dentro de si o sentimento do perdão, é voltar no tempo todos os dias e viver por poucos instantes coisas que nunca ficaram esquecidas.


Ser mulher é cicatrizar feridas de outros e inúmeras vezes deixar as suas próprias feridas sangrando.


Ser mulher é ser princesa aos 20, rainha aos 30, imperatriz aos 40 e especial a vida toda.


Ser mulher é conseguir encontrar uma flor no deserto, água na seca e labaredas no mar.


Ser mulher é chorar calada as dores do mundo e em apenas um segundo já estar sorrindo.


Ser mulher é subir degraus e se tiver que descê-los não precisar de ajuda, é tropeçar, cair e voltar a andar.


Ser mulher é saber ser super-homem quando o sol nasce e virar Cinderela quando a noite chega.


Ser mulher é ter sido escolhida por Deus para colocar no mundo os homens.


Ser mulher é acima de tudo um estado de espírito, é uma dádiva, é ter dentro de si um tesouro escondido e ainda assim dividi-lo com alguém.   


Uma linda mensagem

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Pessoa

Uma linda mensagem

H
oje, ao atender ao telefone que insistentemente exigia  atenção, o meu mundo desabou.


Entre soluços e lamentos, a voz do outro lado da linha me informava que o meu melhor amigo, meu companheiro de jornada, meu ombro camarada, havia sofrido um grave acidente,


 vindo a falecer quase que instantaneamente...


Lembro de ter desligado o telefone, e caminhado a passos  lentos para meu quarto, meu refúgio particular...


As imagens de minha juventude vieram quase que instantaneamente a minha mente... A faculdade...


As bebedeiras...


As conversas em volta da lareira até
altas horas da noite...


Os amores não correspondidos...


As confidências ao pé do ouvido...


As colas...


A cumplicidade...


Os sorrisos...


AHHHHH... Os sorrisos...


Como eram fáceis de surgir naquela época!...


Lembrei da formatura...
 De um novo horizonte surgindo...
Das lágrimas e despedidas...
E principalmente, das promessas de novos encontros...


Lembro perfeitamente de cada feição do melhor amigo que já tive em toda a vida...
Em seus olhos a promessa  de que EU nunca seria esquecido.
E realmente, nunca fui...


Perdi a conta das vezes em que ele carinhosamente me ligava  quando eu estava no fundo do poço...


...ou das mensagens, que nunca respondi,
as quais constantemente me enviava,


enchendo minha caixa postal eletrônica de esperanças e promessas de um futuro melhor. 


Lembro que foi o seu rosto preocupado
que vi quando  acordei de minha cirurgia para retirada do apêndice...


Lembro que foi em seu ombro que chorei a perda de meu amado pai...


Foi em seu ouvido que derramei as lamentações do noivado desfeito...


Apesar do esforço para vasculhar minha mente, não consegui me lembrar de uma só vez em que tenha pego o telefone para ligar  e dizer a ele o quanto era importante para mim contar com a sua amizade...
Afinal.... 


Afinal, eu era muito ocupado!!!


EU NÃO TINHA TEMPO!!!


Não lembro de uma só vez em que me preocupei de procurar um texto edificante e enviar para ele...


...ou qualquer outro amigo, com o intuito de


tornar o seu dia melhor.


EU NÃO TINHA TEMPO!!!


Não lembro de ter feito qualquer tipo de surpresa, como aparecer de repente com uma garrafa de vinho e


um coração aberto disposto  a ouvir.


EU NÃO TINHA TEMPO!!!


Não me dignei a reparar que constantemente meu amigo passava da conta na bebida...


Achava divertido o seu jeito bêbado de ser.


Afinal, bêbado ou não ele era uma ótima companhia para mim...


Só agora vejo com clareza o meu egoísmo. TALVEZ...


E este talvez vai me acompanhar eternamente... 


Talvez se eu tivesse saído de meu pedestal egocêntrico e prestado um pouco de atenção...
E despendido um pouquinho do meu sagrado tempo, meu grande amigo não teria bebido até não agüentar mais e não teria jogado sua vida fora ao
perder o controle de um carro que com certeza, não tinha a mínima condição de dirigir...


Talvez ele, que sempre inundou o meu mundo com sua  iluminada presença, estivesse se sentindo sozinho...
Até mesmo as mensagens engraçadas que ele constantemente deixava em minha secretária eletrônica, poderiam ser seu jeito de pedir ajuda...


Aquelas mesmas mensagens que simplesmente apaguei da secretaria eletrônica, jamais se apagarão da minha consciência. 


Estas indagações que inundam agora o meu ser nunca mais  terão resposta.


A minha falta de tempo me impediu


de respondê-las. 


Agora, lentamente, escolho uma roupa preta - digna do meu estado de espírito - e pego o telefone.


Aviso o meu chefe que não irei trabalhar hoje, e quem  sabe, nem amanhã nem depois....


...pois irei tirar o dia para homenagear com meu pranto a uma das pessoas que mais amei nesta vida.


Ao desligar o telefone, com surpresa eu vejo, entre 
lágrimas e remorsos, que para isto, para acompanhar durante um dia inteiro o seu corpo sem vida...


EU TIVE TEMPO!!!


Descobri que se você não toma as rédeas da tua vida...


O TEMPO  TE ENGOLE E TE ESCRAVIZA.


Trabalho com o mesmo afinco de sempre, mas sou somente 'o profissional'
durante o expediente normal.
Fora dele, sou um ser humano!! 


Nunca mais uma mensagem da minha secretaria eletrônica ficou sem pelo menos um 'oi' de retorno.


Procuro constantemente encher a caixa eletrônica dos meus amigos com mensagens de amizade e dias melhores.


Escrevo cartões de Aniversário e de Natal, sempre 
lembrando as pessoas de como elas são importantes para mim...


Abraço constantemente meus irmãos e minha família, pois os laços que nos unem são eternos.


Esses momentos costumam desaparecer com o tempo, e todo o cuidado é pouco.


Distribuo sorrisos e abraços a todos que me rodeiam, afinal, PARA QUE GUARDÁ-LOS?


Enfim...


Você achou um tempinho para ler isto....
Agora, disponha de outro minuto para mostrar para os seus amigos e familiares que você está pensando neles e que eles significam algo....
E são importantes na sua vida!!!


O AMANHÃ PODE NÃO CHEGAR...


E você terá perdido uma grande oportunidade de transmitir todo o seu carinho...


SEJA FELIZ VOCÊ TAMBÉM!!! 


 


 


 


Sonhos 18

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Religiosa
Sonhos
Então voltei a Deus e pedi a ele que me

Transformasse na Lua.

Deus me fez a Lua.

AH... Eu penetrava pela fresta da sua janela

E protegia o seu sono;

Eu lhe tocava nos seus momentos mais íntimos,

 Não da  forma que eu queria, mas tocava.

ENTÃO A NOITE CAIA, O DIA SUBIA
 
E  NOVAMENTE EU LHE PERDIA.

Pois bem: mais uma vez voltei a Deus

E pedi a ele que me fizesse seu sangue;

Deus me fez seu sangue.

AH!! Era maravilhoso!

Eu percorria por todo o seu corpo;

Eu tocava por inteiro, todo o seu interior.

Não da forma que eu queria, mas  tocava.

Até que um dia me fez correr tanto em suas veias,
 
Que eu não entendi.

Foi quando você se apaixonou;

Eu fiz seu coração pulsar mais forte,

Eu fiz a sua cabeça sonhar por um amor,

Por um amor que não era o meu, mas fiz.

Finalmente voltei a Deus e pedi a ele

Que me transformasse em alguém que pudesse

 Gostar, apaixonar-se e amar.

Deus me fez humano, para

Que você pudesse amar;

Porque todo esse tempo eu

Sempre quis ser tudo o que você sonhava.

Deus disse que eu seria uma pessoa feliz e alegre,

Que eu saberia rir e brincar com as palavras...

E hoje rio e brinco com as palavras

Que eu encontro aqui

sem saber se um dia você iria ler.







Somente por ser mulher 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida

Somente por ser mulher
Isto está escrito no Talmud HEBREU,
Livro onde se recopilam os ditados dos
rabinos, através dos tempos... E termina dizendo:
...... Tome muito cuidado ao fazer chorar uma Mulher...
pois Deus conta as suas lágrimas !!........
A Mulher saiu da costela do homem.
Não dos pés para ser pisoteada.
Nem da cabeça para ser superior.
Mas do seu lado..., para ser igual.
.......Debaixo do braço, para ser protegida ......
E ao lado do coração, para ser Amada.


Se não houver o amanhã...

Sabe, eu que costumava deixar
muitas coisas para amanhã, resolvi
lhe dizer, hoje, o quanto você é
importante para mim, porque quando
acordei pela manhã uma pergunta
ressoava na acústica de minha alma:
(e se não houver amanhã?)


Então hoje eu quero me deter um pouco
mais ao seu lado, ouvir suas idéias com
mais atenção, observar seus gestos mais
singelos, decorar o tom da sua voz, seu
jeito de andar, de comer, de abraçar.


Porque... se não houver amanhã...eu quero
saber qual é a sua comida preferida, a
música que você mais gosta, a sua cor predileta...
Hoje eu vou observar seu olhar, descobrir
seus desejos, seus anseios, seus sonhos mais
secretos e tentar realizá-los.
Porque se não houver amanhã... Eu quero ter
gravado em minha retina o seu sorriso, o seu
jeito de ser, suas manias...


Hoje eu quero fazer uma prece
ao seu lado, descobrir com você
essa magia que lhe traz tanta
serenidade, quero subir aos céus
com você, pelos fios invisíveis da oração...
Hoje eu vou me sentar
com você na relva macia,
ouvir a melodia dos pássaros
e sentir a brisa acariciando
meu rosto, colado ao seu,


Hoje eu vou lhe pedir um
favor, agradecer, me
desculpar, pedir perdão,
se for necessário.
Sabe, eu sempre deixei
todas essas coisas para
amanhã mas o amanhã é
apenas uma promessa...
o hoje é presente.


Assim se não houver amanhã eu
quero descobrir hoje qual é a flor
que mais gosta e lhe ofertar um
belo ramalhete.
Quero conhecer seus anseios, lhe
aconchegar em meus braços e
lhe transmitir confiança...


Hoje quando você se afastar de mim, vou segurar suas mãos
e pedir para que fique mais um
pouco ao meu lado.


Sabe eu sempre costumo deixar as
palavras gentis para dizer amanhã,
carinho para fazer amanhã, muita
atenção para prestar amanhã, mas o
amanhã talvez não nos encontre juntos.
Eu sei que muitas pessoas sofrem quando
um ser amado embarca no trem da vida
e parte sem nenhuma chance de dizer
o que sentem, e sei também que isso é
motivo de muito remorso e sofrimento.


Por isso eu não quero deixar
nada para amanhã, pois se, o
amanhã chegar e não nos
encontrar juntos, você saberá
tudo o que sinto por você e
saberei também o que você
sente por mim
Nada ficará pendente...


Quero registrar na minha alma,
cada gesto seu.
Quero gravar em meu ser, para
sempre, o seu sorriso, pois se a
vida nos levar por caminhos
diferentes, eu terei você comigo,
mesmo estando temporariamente
separados.
Sabe, eu não sei se o amanhã chegará
para nós, mas sei que hoje, eu posso
dizer a você o quanto é importante
para mim.
Seja você minha namorada, minha
amante, minha mulher, uma amiga
talvez, você vai saber hoje, o quanto
é importante para mim.


Porque ... Se não houver amanhã...
Amanhã o sol será o mesmo mensageiro da luz,
mas as circunstâncias, pessoas e coisas, poderão
ser ou estar diferentes.
Hoje significa o meu momento de agir, semear,
investir minhas possibilidades
afetivas em favor
daqueles que convivem comigo.


Hoje é o melhor período de tempo
na direção do tempo sem fim...

Velhas roseiras 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Natureza
Velhas roseiras
Eu já tive milhares de companheiros e colegas.
Dentre eles, fiz centenas de bons amigos.
Mas nem todas as amizades duraram.
Algumas pareciam sólidas como rochas,
mas não resistiram aos tempos
e às circunstâncias.
Assim sobraram poucos amigos de infância,
pouquíssimos amigos de escola,
poucos amigos de adolescência,
poucos amigos de juventude.
E pensar que a gente brincava todos os dias,
via-se todos os dias e não saia da casa um do outro...
De repente, outros afetos, outros amigos,
outros interesses, outro tipo de vida,
longos anos de distância e mil preocupações da vida
nos afastaram totalmente.
Agora não sei onde andam e os que vejo aqui e acolá
são amigos de 'Bom dia'...
Mas nada acontece.
A gente se respeita e se admira, mas a amizade de infância,
de juventude não volta.
Mudaram eles ou mudei eu?
Ou foi a vida que nos mudou a todos?
Restam algumas amizades fiéis que resistem a tudo...
O que sei é que fiz muitos amigos
e não conservei aquelas amizades.
De bons amigos que éramos, somos hoje bons conhecidos
que se saúdam de passagem e se respeitam.
Às vezes nem isso.
Crescemos e nossa amizade ficou lá no passado.
E eu digo a mim mesmo:
'Feliz o homem
que sabe cultivar sua roseira!
Talvez não seja tarde...
Roseiras velhas também produzem
rosas lindas e viçosas.
Basta recultivá-las...'

Elos da vida

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida
Elos da vida
Pessoas são como elos...
Elos que se entrelaçam pela força do destino, Elos que se definem pelo livre arbítrio...

Pessoas formam histórias.
Histórias de vida, com rumos pré destinados...
Histórias de vida, de livre escolha dos próprios atos.
O nosso eu acaba sendo formado de pessoas....

Pessoas que amamos, pessoas que odiamos,
pessoas especiais ou insignificantes...
A nossa história é formada de pessoas...
Muitas delas ficam apenas um pouquinho conosco...

Outras, uma eternidade de tempo físico...
Outras ainda uma eternidade de tempo espiritual.
Essas permanecem conosco mesmo depois que o elo físico se rompe...

São personagens de relações eternas de amor!
O rompimento doloroso só consegue provocar  o afastamento da matéria; do espírito jamais...

São essas pessoas que fundamentam o nosso
alicerce de vida.

Elas vão e ficam ao mesmo tempo. São pessoas que jamais nos deixam sós,
pelo simples fato de morarem dentro  de nossos corações...

Elas são elos inquebráveis, que nos tornam capazes de sermos também elos em outras vidas...
Elos de amizade...
Elos de amor...
Assim é a corrente da vida, onde as pessoas formam sempre elos...
Sinto que vivemos uma nova era de relacionamento, feita também de elos...
Elos virtuais...mas tão reais...
Elos que nos marcam profundamente!!!

Rosas brancas

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida
Rosas brancas



 Se tudo na vida é relativo. . .
Relativa também é a idéia que cada um faz da felicidade.


Para uns, felicidade é dinheiro no bolso, cerveja na geladeira, roupa nova no armário.


 Para outros a felicidade representa o sucesso, a carreira brilhante, o simples fato de se achar importante, (ainda que na verdade as coisas não sejam bem assim).


Para outros tantos, ser feliz é conhecer o mundo, ter um conhecimento profundo das coisas da Terra e do Ar.


Mas para mim, ser feliz é diferente.
Ser feliz é ser gente, é ter vida. 
Que como dizia o poeta: 
“É bonita, é bonita, é bonita...”


Felicidade é a família reunida. 
É viver sem chegada, sem partida.
 
É sonhar, é chorar, é sorrir...
 


Felicidade é viver cercado de amor, é plantar amizade, é o calor do abraço daquele amigo, que mesmo distante, lembrou de dizer: “Alô”.


 Ser feliz é acordar as cinco da matina, depois de ter ido dormir as três da madrugada, com sono e pra lá de cansado, só pra dar uma pontinha da cama, para o filho dormir.


Ser feliz é ter violetas na janela, é chá de maçã com canela, é pipoca na panela.


 É um CD bem méla-méla, para esquentar o coração.
Ser feliz é curtir sol radiante, frio aconchegante, chuvinha ou temporal.


Ser feliz é enxergar o outro (e sabe-se lá quantos outros, que cruzam nossa estrada).


Ser feliz é fazer da vida, uma grande aventura, a maior loucura, um enorme prazer.


Ser feliz é ser amigo, mas... Antes de tudo é ter amigos, exatamente assim:
COMO VOCÊ!


Depois de algum tempo... 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida

Depois de algum tempo...
E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.


 Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.


E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam...


E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso.


 Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.


 E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.


 E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas.


E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.
Descobre que se levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida.


 Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.


 E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.


Aprende que não temos que mudar de amigos se compreende que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.


Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.


 Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.


Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.


Aprende que não importa aonde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.


Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.


 Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.


 Aprende que paciência requer muita prática.


 Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.
Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou.


 Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.


Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel.


 Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama, contudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.


 Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.


Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.


 Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto...


 Plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.


E você aprende que realmente pode suportar...


 Que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais.


 E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!.


Ontem e amanhã 1

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Vida

Ontem e amanhã

Hoje vou apagar do meu calendário
dois dias:
Ontem e Amanhã!
Ontem foi para aprender!
Amanhã será uma conseqüência do que posso fazer hoje.
Hoje enfrentarei a vida com a convicção de que este dia nunca mais retornará.
Hoje é a última oportunidade que tenho de viver intensamente.
Já que ninguém me assegura
que amanhã verei o amanhecer.
Hoje terei coragem para não deixar passar as oportunidades que se apresentam, que são as minhas chances de triunfar!
Hoje aplicarei a minha riqueza mais apreciada: O meu tempo!
Meu trabalho mais transcendental:
A minha vida!
Passarei  cada minuto apaixonadamente para transformar este dia num único e no melhor dia da minha vida!
Hoje vencerei cada obstáculo que surgir no meu caminho acreditando que vencerei!
Hoje resistirei ao pessimismo e conquistarei o mundo com um sorriso com uma atitude positiva esperando sempre o melhor!
Hoje farei de cada humilde tarefa
uma sublime expressão!
Hoje terei meus pés sobre a terra compreendendo a realidade!
E as estrelas cintilarão para inaugurar o meu futuro.
Hoje usarei o tempo para ser feliz!
Deixarei as minhas pegadas e a minha presença  nos corações queridos!
Venha viver comigo uma nova estação onde sonharemos que tudo o que nos propomos pode ser possível! 
E ousaremos brindar a próxima manhã
com a certeza de um dia melhor.


Lençóis sujos

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
Lençóis sujos

Um casal, recém-casados, mudou-se para um bairro muito tranqüilo.


Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou através da janela em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido:


- Que lençóis sujos ela está pendurando no varal!


- Está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela que eu ensine a lavar as roupas!


O marido observou calado.


Alguns dias depois, Novamente, durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e a mulher comentou com o marido:


- Nossa vizinha continua pendurando lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu ensine a lavar roupas!


E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.


Passando um mês a mulher se surpreendeu ao ver os lençóis muitos brancos sendo estendidos. Empolgada foi dizer o marido:


- veja, ela a prendeu a lavar as roupas, será que outra vizinha ensinou??? Porque eu não fiz nada. O marido calmamente respondeu:


-Não, hoje levantei mais cedo e lavei os vidro de nossa janela!


E assim é.


Tudo depende da janela, através da qual observamos os fatos.


Antes de criticar, verifique se você alguma coisa para contribuir, verifique seus próprios defeitos e limitações.


Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmo. Só assim podemos ter real noção do valor de nossos amigos.


Lave sua vidraça. Abra sua janela.


“Afligir-se antes do tempo é afligir-se duas vezes”.


Sabedoria 8

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Reflexão
Sabedoria

Um Mestre da sabedoria passeava por uma floresta com seu fiel discípulo, quando avistou ao longe um sítio de aparência pobre e resolveu fazer uma breve visita... Durante o percurso ele falou ao aprendiz sobre a importância das visitas e as oportunidades de aprendizado que temos, também com as pessoas que mal conhecemos. Chegando ao sitio,constatou a pobreza do lugar: sem calçamento, casa de madeira, os moradores, um casal e três filhos, vestidos com roupas rasgadas e sujas... Então se aproximou do senhor, aparentemente o pai daquela família, e perguntou:


Neste lugar não há sinais de pontos de comércio e de trabalho. Como o senhor e a sua família sobrevivem aqui? E o senhor calmamente respondeu:


Meu amigo, nós temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos os dias. Uma parte desse produto nós vendemos ou trocamos na cidade vizinha por outros gêneros alimentícios e a outra parte nós produzimos queijo, coalhada, etc... para o nosso consumo e assim vamos sobrevivendo.
    O sábio agradeceu pela informação, contemplou o lugar por uns momentos, depois se despediu e foi embora. No meio do caminho, voltou ao seu fiel discípulo e ordenou: Aprendiz, pegue a vaquinha, leve-a ao precipício ali a frente e empurre-a, jogue-a lá embaixo.O jovem arregalou os olhos espantado e questionou o mestre sobre o fato da vaquinha ser o único meio de sobrevivência aquela família, mas, como percebeu o silêncio absoluto do seu mestre, foi cumprir a ordem. Assim, empurrou a vaquinha morro abaixo e a viu morrer. Aquela cena ficou marcada na memória daquele jovem durante alguns anos, até que, um belo dia, ele resolveu largar tudo o que havia aprendido e voltar naquele mesmo lugar e contar tudo àquela família, pedir perdão e ajudá-los. E assim o fez. Quando se aproximava do local, avistou um sítio muito bonito, com árvores floridas, todo murado, com carro na garagem e algumas crianças brincando no jardim. Ficou triste e desesperado, imaginando que aquela humilde família tivera que vender o sítio para sobreviver. Apertou o passo e, chegando lá, foi logo recebido por um caseiro muito simpático e perguntou sobre a família que ali morava há uns quatro anos. O caseiro respondeu:


Continuam morando aqui. Espantado, entrou correndo na casa e viu que era mesmo a família que visitara antes com o mestre. Elogiou o local e perguntou ao senhor (o dono da vaquinha):


Como o senhor melhorou este sítio e ficou bem de vida?
    E o senhor, entusiasmado, respondeu:


Nós tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Daí em diante, tivemos que fazer outras coisas e desenvolver habilidades que nem sabíamos que tínhamos, assim alcançamos o sucesso que seus olhos vislumbram agora...

    Moral da história: Todos nós temos uma vaquinha que nos dá alguma coisa básica para sobrevivência e uma convivência com a rotina. Descubra qual é a sua. Aproveite para 'empurrar sua vaquinha' morro abaixo!


 


Carregando