Poesias e Mensagens Virtuais

Amante virtual

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Cantinho:
Categoria: Internet
Amante  virtual
Juliana Cláudio


Espero a noite, como quem espera a cura,
Ansiosa e louca, por ter-te comigo.
Mais do que sonho é vontade.
Mais do que desejo, é loucura.

Então você aparece,
Desejoso do meu corpo e de minha volúpia.
A tua voz e o teu jeito dengoso me alucinam.
A tua imagem na tela me entontece.

Meu corpo tem sede do teu,
A minha boca espera, sôfrega, pela tua.
O meu corpo, a mercê dos teus comandos,
Inteiro ao teu dispor, não é mais meu.

Meu corpo latejando de desejo,
Escuta! Meus gemidos de prazer.
É tesão, é amor, é loucura?
Não sei o nome, mas não há pejo.

E você todo me inebria,
Fico daqui sonhando com os nossos devaneios
Ai! A tua barba roçando minhas coxas,
E “ela”, pulsando, louca por essa fantasia.

Sinto tua língua me explorando,
Tua boca envolve toda “ela”.
Meu corpo arde feito brasa,
Com minhas pernas te abraçando.

Tua boca, então, lambuzada,
Busca minha língua sedenta.
Saboreamos juntos, o meu gosto.
Num beijo que não acaba.

Também eu, meu amor!
Quero senti-lo em minha boca,
Quero tua rigidez em minha língua
Eu estou louca pelo teu sabor.

Teu gemido, não contido, extravasa.
Sugo com vontade e apetite.
O teu corpo todo arrepiado,
Quer o meu, e me enlaça.

Agora, “ele” penetra minha caverna macia,
E a dança frenética começa.
Os nossos corpos suados e ardentes,
Prontos para o gozo, que nos delicia.

Carregando